Resenha: Amaldiçoadas


Título:  Amaldiçoadas

Autora: Jessica Spotswood

Páginas: 287

Editora: Arqueiro




COMPRE AQUI: AMERICANAS,  SUBMARINO,  SARAIVA,  BUSCAPÉ,  AMAZON











     Quantas mudanças neste segundo livro de "As Crônicas das Irmãs Bruxas"!!!! Muitas revelações e muitas reviravoltas!! 

     Bem, vamos lá.


     Em "Amaldiçoadas" a história começa exatamente do ponto onde terminou o livro "Enfeitiçadas". Porém a autora usou o primeiro capítulo para nos colocar de volta no mundo das irmãs bruxas. Usando o artifício da memória da Cate, a autora não deixa o leitor perdido no início. Achei isso ótimo, pois alguns detalhes eu já não me lembrava, então foi necessário essa retomada.

     Agora Cate está morando na Irmandade 'por livre e espontânea pressão'. Ela foi levada pra lá contra sua vontade para proteger quem ama, mas não está nada feliz com isso. Não consegue ficar à vontade e não consegue fazer amizade com as outras meninas. Passa a maior parte do tempo isolada.

     A Irmã Cora, está muito doente. Na verdade a morte está muito perto; e ela decide que quem deve ficar em seu lugar no comando da Irmandade deve ser Cate, já que todos acreditam que ela é a bruxa da profecia que todos falam. A bruxa mais poderosa. Cate ainda não teve nenhuma prova disso, está muito insegura com a vontade de Cora e passa a ser alvo de muitas intrigas, inclusive dos irmãos da Fraternidade.

     Finn, seu amado, está na Fraternidade. Está magoado e se sentindo abandonado por ela. Coisa que ela precisa resolver logo.

     
"Dois dos guardas pegam grandes quantidades
de livros e os jogam na fogueira. As páginas
começam a enegrecer e a encurvar, as palavras
são transformadas em coisas mortas e inúteis."
Pag. 48


     Os Irmãos da Fraternidade estão cada dia mais ditadores e loucos. Proíbem as meninas de estudar, prendem garotas por motivos torpes, separam as viúvas de seus filhos, e diante da miséria que vivem os moradores da cidade, eles também proíbem as mulheres de trabalhar com a desculpa de que isso pode desvirtuar a mente delas; o que faz com que até os maridos se revoltem.

     A caça ás três irmãs bruxas que eles nem sabem quem são se intensifica.

     Com isso as Irmãs decidem trazer as irmãs de Cate para a Irmandade com o intuito de protegê-las. Se não fosse a maldita da Maura, irmã do meio de Cate, até que eu ficaria feliz.

     Maura é o demônio em pessoa. Se eu já não gostava dela no livro "Enfeitiçadas", agora eu passei a odiá-la a ponto de desejar sua morte. Ela sim deveria ser queimada viva na fogueira, só por causa de suas maldades e de sua inveja. Arrogante, mesquinha, podre mesmo!! Pensa num personagem nojento.... Pensou?? Maura é pior.


"Não é que eu não tenha compaixão pelos pobres.
Tenho compaixão de sobra. Só não consigo deixar
de imaginar o que eles iriam pensar se 
soubessem a verdade."
Pag. 9


     Já Tess, a caçula, continua um doce de menina. Porém cada dia mais forte, mais poderosa, mais segura de seus poderes, Tess é minha grande aposta para o final dessa trilogia. Ela tem tudo que uma grande heroína precisa. Só que ainda é uma criança.

     Quanto ao amor todo de Cate e Finn; ele continua, mas só depois de colocar os pingos nos i's. Mas já adianto que ele não é mais foco de nada. A autora deixou isso completamente de lado neste livro. São pouquíssimas cenas onde os dois se encontram, claro que eu fiquei torcendo muito pelos dois, mas como o foco do livro é outro, o romance ficou em terceiro ou até quarto plano.

     A politicagem absurdamente odiosa é que foi o verdadeiro mote de tudo. É revoltante!! Dá para comparar com os grandes livros de distopias que conhecemos. A Fraternidade mais parece aqueles governos dos mundos distópicos. Ou seja, amei!!

     A nossa heroína é forte, mas ainda não sabe o tamanho de sua força. A população está revoltada, mas tem medo de mostrar isso e morrer. E tudo isso permeado de muita magia. Dá pra ser mais legal?


"Eu me sinto solitária aqui, rodeada por 
desconhecidos. Sem minhas irmãs, sem Finn
e sem minhas flores... Quem sou eu?"
Pag. 19


     E o final é aquele final boca suja.

     Sabe o que é um final boca suja??

     É aquele que quando a gente vira a última página e percebe que o livro acabou diz: PQP, Car%¨&$#, Por$%$¨¨, Vai se f*%¨¨$&¨. Sim, isso tudo e um pouco mais. Não terminou em cliffhanger, terminou em "Morre Leitor!".

     Se você achou que o final de Enfeitiçadas foi difícil de aguentar, não tem ideia do que é este aqui.

     Gostei de tudo. Da capa, da diagramação, da trama, das personagens, de tudo mesmo!!

     A narrativa, diferente do primeiro livro, é mais arrastada e mais cheia de detalhes, algumas vezes ficou bem lenta. Mas isso é muito comum para segundos livros de trilogia. Já que ele é a ligação entre o primeiro, que é a apresentação; e o último, onde tudo deve ser fechado, a autora soube usar muito bem esse meio da história para explicar, revelar e desenhar na nossa mente os ambientes em que eles vivem. 

     É narrado em primeira pessoa por Cate, o que algumas vezes me deixou bem nervosa, principalmente em se tratando de sua irmã Maura. Minha vontade era pegar uma boa cinta e dar na cara daquela podrona. Mas essa não é Cate, ela tem que ver o lado bom da irmã. Argh!!!

     Gostei muito do livro e quero ler logo o final!!!

     Recomendo!!!!!











     


17 comentários

  1. Rsrsrs Adorei a parte do final boca suja.. acabei de ler um livro ontem(Proibido) e digamos que rezei demais no final dele..Nunca xinguei tanto num fim de história como neste!
    Acompanho essa saga das bruxas há um tempinho e embora o tema não me agrade demais, a história parece muito bem construída, com personagens com sentimentos reais e as velhas e boas estranhezas que toda "família" tem.
    Quero muito conhecer essa Irmandade e também entender a história!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Tenho Enfeitiçadas esperando sua vez na fila estava meio desanimada para ler esse tipo de livro porque tudo que li ou vi envolvendo bruxas no ano passado foi uma decepção mas pela sua resenha essa trilogia parece ser boa agora to curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  3. Lelê,

    Amo quando o autor tem essa preocupaçãoem nos reinserir no universo de uma série, pois nem sempre nos lembramos certinho do que aconteceu, é um bem vindo refresco pra memória.

    E depois de ler uma resenha tão visceral - adorei! - não tem como não querer ler. Personagens fortes é comigo mesmo!

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  4. Haha, adorei o final boca suja! Sei exatamente como é! Eu não li nenhum livro da série mas tenho muita vontade de ler, já está na minha wishlist há séculos. Já ouvi muitas coisas boas, beijos!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou ansiosa pra ler essa série. Só leio elogios pra ela e estou encantada com os comentários que leio sobre a história e as irmãs. Não vejo a hora de conferir tudo que dizem nas resenhas. Apaixonada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Lelê.
    Você está me convencendo ao ler esse livro quando diz que o romance não é o foco principal e, melhor ainda, que há toda aquela politicagem. Posso ser o estranho, mas adoro livros onde há esses desmandos. Sempre dá para tirar umas boas reflexões.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  7. Não li ainda essa série, mas sobre o que eu li sobre o segundo me deixou incrivelmente curiosa para ler ele e também o primeiro k Já sei que minha reação ao final do livro será que nem a sua porque eu já passei por isso muitas vezes, já desejei a morte de autor pelo jeito que encerraram e tudo mais kkk Mas gostei da história e estou incrivelmente curiosa para descobrir mais como será a vida dela com a escolha sobre livre e espontânea pressão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Xi, não li ainda o primeiro. ):
    Mas quero iniciar logo essa série, eu adoro tramas com bruxas e tal! *-*
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Andei dando umas folheadas em Enfeitiçadas e Amaldiçoadas e Adoro o viés feminista da obra, a quantidade de mulheres fortes em todo o livro. Acho interessante o fato de que hoje é tema de um livro de fantasia ter mulheres queimadas como bruxas, mas que já aconteceu de verdade no passado, por mais absurdo que soe. Que as mulheres sejam impedidas de ter acesso à educação no livro, coisa que até hoje acontece, como a Malala .. tentando terminar a leitura ainda, inclusive, ótima resenha do livro..
    *---*

    ResponderExcluir
  10. Estou doida pra ler essa série e cada resenha que leio dos livro me deixa ainda mais ansiosa, já tenho os dois primeiros livros mas depois de ler essa resenha acho que vou espera sair o último senão foi ficar muito ansiosa pra saber o desfecho da história.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lelê!

    Eu tenho esse e o primeiro, mas ainda não li. Estou esperando o lançamento do terceiro para ler de uma vez. Essa trilogia parece ser ótima, especialmente por envolver bruxas.
    Uma pena que a leitura tenha sido lenta, mas que, apesar disso, você tenha gostado. :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ahahaha foram poucos os livros que me fizeram ter essa reação no final.
    Tenho muita curiosidade em relação à essa série. No início me interessei por conta das capas, que são muito léendas, aí pesquisei mais um pouco e achei a premissa muito leal, e já que envolve bruxas é bem minha praia. Só to esperando uma oportunidade para ler :)

    ResponderExcluir
  13. Oie Lelê...
    adorei os quodes...
    mas esse ainda não é meu tipo de livro... saudades de passar por aqui...
    mas ando meio ocupada com as coisas da faculdade!
    :) http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. pelos seus elogios vale a pena conferir com carinho!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Estou com muita vontade de ler Enfeitiçadas, então eu teria que comprar ele primeiro para depois ler Amaldiçoadas. Achei a premissa do livro bem interessante e tenho certeza que irá me agradar, tendo em conta o público do livro.
    Super amei a resenha, escrita ótima e de fácil entendimento
    Beijoo

    www.gemices.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oiee Lele,
    Eu tenho Enfeitiçadas aqui em casa para ler e ainda não tive oportunidade...Parece que a sequência a autora consegue aprofundar um pouco mais na história e ao mesmo tempo nos trazer coisas novas... O romance por sua resenha perde um pouco o foco nessa sequência, mas acho que a autora quis explorar mais o mundo conturbado dos personagens e seus problemas além dos amorosos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...