Divulgação: Tordesilhas

Quem acompanha o blog sabe que eu sou A LOKA da Tordesilhas né!!! Que eu piro em vários lançamentos deles e tudo mais.

Mas gente!! Tentem me entender né... Como não pirar??? Olha só esse livro, prestem atenção na capa, leiam a sinopse... Ah! E depois me digam como não querer um livro assim!





  No premiado Quarenta dias sem sombra, o francês Olivier Truc apresentou a dupla de policiais Klemet Nango e Nina Nansen às voltas com o assassinato de um criador de renas. Em O estreito do Lobo, sua segunda aventura na gelada Lapônia, os detetives precisam investigar um afogamento. Sem se convencerem de que foi um acidente, Klemet e Nina se envolvem em uma trama que vai muito além do conflito entre criadores de renas e gente da cidade, entre lapões e estrangeiros, entre o dinheiro e a tradição cultural milenar dos samis. Numa terra longínqua e peculiar, às vésperas de passarem três meses sem que o sol se ponha, Nina e Klemet estão com os nervos à flor da pele e vão precisar de todas as forças para desvendar o mistério.






SOBRE A OBRA

Um passado de atrocidades que envolve o povo sami e a indústria petroleira ameaça a prosperidade de um futuro que parecia cada vez mais próximo.



É primavera na Lapônia, a região mais setentrional do mundo, cujo território abrange parte da Noruega, da Suécia, da Finlândia e da Rússia. Com a estação, chega a época da transumância das renas, a travessia que os animais fazem todos os anos quando deixam as montanhas em direção à costa em busca de pastagem.

Nos arredores de Hammerfest, cidade portuária no extremo norte da Noruega, a movimentação das renas é observada de perto pelos criadores e pastores sami, povo ancestral da região. É preciso zelar para que tudo corra bem, principalmente porque os animais devem atravessar a nado o estreito do Lobo, braço de mar que separa a cidade do continente.

Tudo parece sob controle. Mas não. Erik Steggo está em um barco, acompanhando a travessia de seu rebanho. Antes que perceba e possa reagir, as renas se agitam dentro da água, formando um redemoinho que engolfa a embarcação do jovem criador e provoca sua morte por afogamento.

Ao investigar as causas da tragédia, os oficiais Klemet Nango e Nina Nansen começam a desconfiar que a morte de Erik talvez não tenha sido acidental. Klemet e Nina fazem parte da Polícia das Renas, um destacamento especial da polícia, razão pela qual eles não devem se meter a desvendar assassinatos e outros crimes mais graves. Ainda assim, os dois se veem envolvidos em uma trama muito maior que os problemas ambientais e as questões de disputa de território entre os criadores a que estão acostumados.

Mas a morte de Erik não é a única a abalar Hammerfest. Dias depois da tragédia no estreito do Lobo, o corpo do prefeito Lars Fjordsen é encontrado perto de uma rocha sagrada – e essa morte deixa vago um dos cargos mais cobiçados do lugar. A cidade passa por obras importantes para a construção de mais um terminal portuário, além de um aeroporto, e está na mira de diversas multinacionais petroleiras que pretendem dominar a extração de óleo e gás no mar do Norte e de Barents. Para isso, as empresas contam com a valorosa ajuda de mergulhadores como Nils Sormi, um jovem de origem
sami destemido e determinado, que não tem medo das profundezas e que enxerga no mergulho uma forma de ganhar muito dinheiro e de se livrar de sua incômoda herança sami.

A investigação de Klemet e Nina os leva a lidar com personagens pouco confiáveis, como o corretor de imóveis Markko Tikkanen e seu capanga lapão Juva Sikku, os executivos das petroleiras Henning Birge, Bill Steel e Gunnar Dahl, além de Tom Paulsen, parceiro de Nils Sormi que se interessa por Nina, e Nils-Ante, o tio tresloucado de Klemet.

Enquanto atravessa a tundra gelada de um extremo ao outro para tentar esclarecer o que está por trás do afogamento de Erik, a dupla de policiais enfrenta dolorosas questões pessoais ao mesmo tempo em que tem a oportunidade de denunciar atrocidades cometidas décadas antes.

O livro revela uma terra longínqua e peculiar, onde o clima tem influência direta sobre os humores dos personagens. Às vésperas de passarem três meses sem que o sol se ponha, Nina e Klemet estão com os nervos à flor da pele e vão precisar de todas as forças para chegar ao fim do mistério.


SOBRE O AUTOR

O francês Olivier Truc (Montpellier, 1964) é jornalista e mora em Estocolmo, onde trabalha como correspondente do Le Monde e do Le Point. Especialista nos países nórdicos e bálticos, Truc já produziu documentários para a televisão e publicou livros de reportagem. Estreou na literatura com Quarenta dias sem sombra, pelo qual recebeu mais de 15 prêmios. Com O estreito do Lobo, ele rompe o monopólio dos autores escandinavos e apresenta mais um thriller gelado do mais alto gabarito.



PONTOS RELEVANTES
* O livro de estreia de Olivier Truc, Quarenta dias sem sombra, foi vencedor de mais de 10 prêmios literários na França e teve seus direitos vendidos para mais de 10 idiomas.


A CRÍTICA

“Prostituição, alcoolismo, desespero: o deserto branco é o cenário ideal para este thriller em que os mergulhadores de grandes profundezas arriscam a vida em troca de dinheiro [...] e de silêncio sobre os danos irreversíveis causados pelo caminho sem volta do progresso. Mas, cuidado: este romance não é a tese de um estudioso ou a reportagem de um correspondente bem informado. Olivier Truc reveste os fatos de um suspense bem amarrado, com personagens envolventes que trilham caminhos nunca antes explorados.”
François Lestavel, Paris-Match, setembro de 2014 (http://www.parismatch.com/Chroniques/Francois-Lestavel/Olivier-Truc-le-coup-du-lapon-595354)



“Em O estreito do Lobo, [Olivier Truc] continua a aventura de Quarenta dias sem sombra, vencedor de inúmeros prêmios em 2013 como o Quai du Polar e o Mystère de la Critique. Reencontramos os inspetores Klemet (o velho veterano indiferente) e Nina (a novata) da Polícia das Renas, uma unidade responsável pela resolução de disputas territoriais e outras questões entre os sami criadores de renas. A rotina desses dois oficiais, equilibrada em cima de motoneves que cruzam a natureza dura, sublime e cruel, será perturbada por uma série de estranhas mortes, tendo com pano de fundo o conflito entre valores culturais ancestrais e o poder das companhias de petróleo que querem dominar a terra onde os samis pastoreiam seus rebanhos de renas durante a transumância.”
(http://www.la-croix.com/Culture/Livres-Idees/Livres/Enquetes-en-Scandinavie-au-pays-des-Sames-2015-01-07-1263373)




















6 comentários:

  1. Não tem como não desejar um livro destes!!!Não mesmo!
    Adorei Quarenta Dias Sem Sombra, as letras do Truc desenham nas páginas, com maestria. Ele consegue bagunçar tudo e mesmo assim, não confundir o leitor. Aquele lance de reviravoltas sutis...mas que desencadeiam um final inesperado!
    A capa deste acima, está espetacular!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lelê.
    Preciso dizer que esse é o meu tipo de livro? Acho que não. rs A Tordesilhas arrasa com esse tipo de publicação. Impossível não ficar querendo.
    Excelente dica!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  3. Le!
    Deu para entender direitinho sua piração...
    O livro é simplesmente perfeito: a capa, o enredo, e todo desenrolar da trama.
    Fiquei encantada também.
    “Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  4. Oi Lele! Eu tenho vários livros da Editora na minha lista, e agora acabei de acrescentar mais um, sua empolgação com os lançamentos sempre me contagia.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. com um enredo desses era impossível você não se apaixonar, Lelê!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Alessandra,

    Não conhecia o livro, gostei demais da sinopse e da capa, aguardarei a sua resenha, dica anotada....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo