Resenha: Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?


Título: Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?

Autor: Philip K. Dick

Páginas: 270

Editora: Aleph



COMPRE AQUI: BUSCAPÉ,  FNAC









     GENIAL!!


""A realidade é aquilo que, quando você
para de acreditar, não desaparece."
Philip K. Dick



     "Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?" é um clássico da ficção científica, escrito em 1968 e adaptado para o cinema em 1982 com o título Blade Runner.

     Por hora vamos falar do livro:

     Rick Deckar é um homem bem diferente, com, uma profissão bem sinistra. Ele é um caçador de recompensas. Rick aposenta (mata) androides por dinheiro. Nada ilegal, muito pelo contrário; ele trabalha para a polícia.

     Estamos em um mundo praticamente distópico.
     Durante a guerra o planeta Terra foi devastado por uma poeira radioativa que exterminou milhares de humanos e quase todos os animais. Os poucos sobreviventes foram para colônias interplanetárias. Porém, Rick vive em São Francisco e sua missão é eliminar alguns androides que estão praticamente dominando a Terra. 

     Acontece que quando houve essa contaminação radioativa e quase não sobrou nada, uma febre de androides aconteceu. Primeiramente para suprir a mão de obra humana, ou seja, você teria um androide para trabalhar pra você. Depois começaram a ser criados os animais; os originais, os vivos mesmo, eram raros . Tão raros que uma família muito rica só conseguia ter 5 animais domésticos, que podem variar de uma simples mosca até um cavalo. Sim! Mosca! Como eu disse, tudo foi extinto, então tudo que vive é muito valorizado.

     Rick tem uma ovelha elétrica e seu sonho é ter um animal verdadeiro.


" - Talvez tenha havido, alguma vez, um
homem parecido com você, e em algum
momento você o matou e tomou o lugar
dele. E seus superiores não tem conhecimento."
Pag. 105


     Só que Rick vive com sua estranha esposa de forma muito simples. O relacionamento deles é bem estranho. Chega a ser deprimente.

     A ação começa quando Rick aceita a missão de aposentar seis androides super modernos que fugiram de Marte e vieram para a Terra sem permissão. Durante essa  perseguição muitas coisas acontecem, coisas tão malucas que Rick chega até a desconfiar que ele mesmo é um androide criado para eliminar outros androides.


" - É a condição básica da vida, ser
obrigado a violar a própria identidade.
Em algum momento, toda criatura vivente
deve fazer isso."
Pag. 172


     A narrativa de Philip K. Dick é alucinante e muito envolvente.
     Vou tentar traduzir isso: Digamos que nó não temos nenhum problema em matar um inseto. Convenhamos, quem nunca estatelou um pernilongo? Deu uma chinelada numa barata?... São muitos os insetos e ninguém nunca se importou com isso.
     Em um momento do livro há uma 'tortura' em uma aranha. Gente! Juro que foi agoniante!! Sério. Sofri horrores. Nunca imaginei que eu iria sofrer tanto com a morte de uma simples aranha.

     Isso nada mais é que o poder que o autor tem em jogar o leitor dentro da trama e fazê-lo assistir e acreditar em tudo que ele escreve.


" - Parece que nos falta algum talento
específico que vocês humanos tem.
Acredito que seja a tal empatia."
Pag. 124


     São poucas páginas, mas a história é imensa. É inacreditável o tanto de coisas que acontecem em menos de duzentas e setenta páginas! Esse foi mais um daqueles livros que fui lendo e não vi quando acabou. Bateu aquela depressão quando virei a página e descobri que já tinha acabado. Tive que voltar e ler o último capítulo de novo para acreditar.

     Bem, o livro ainda tem a carta do autor para o produtor do filme, a última entrevista de PKD e um posfácio maravilhoso. Com certeza o melhor posfácio que já li.

     Parece bobagem, mas não é. As explicações e as motivações de cada personagem secundário está ricamente descrita no posfácio. Depois de ler o posfácio dá vontade de ler o livro de novo, agora sabendo o que eles são e o que pensam de verdade.

     Outra coisa incrível é que o futuro de PKD é facilmente identificado agora. Rick usa um aparelho chamado vidfone, que se parece muito com o nosso celular, quando usamos a chamada por vídeo.
     K. Dick era um visionário. Gente! Em 1968 não tinha nem videogame. Tudo o que está descrito aqui é só a imaginação do autor e nossa realidade. Como não amar isso?

     Os personagens secundários são adoráveis, não como não citar isso.

     Enfim, amei o livro!!

     Agora, em relação ao filme Blade Runner, que é um super clássico dos anos 80 eu digo o seguinte: Eles são bem diferentes, porém diferente de outras obras adaptadas, eu realmente não vejo nada de mau nisso. Elas se completam. Ridley Scott deu um ar mais futurista ao mundo criado por K. Dick. Perfeito!!





19 comentários

  1. A Aleph se tornou especialista em clássicos, né? Principalmente de ficção cientifica.
    K. Dick era um visionário quanto a escrever ficção cientifica e muitos dos seus contos serviram de base para o cinema. Acho até engraça que sejam chamados contos sendo tão grandes, mas como não há regra que defina isso...
    Acho que para o bem ou para o mal, as obras dele serem apenas base e não uma adaptação fiel no cinema dá a oportunidade de termos dois produtos para apreciar sem competir por nosso afeto.
    Bela resenha Lelê!

    Ace Barros
    Capitão do Drakkar, navegando pelo Multiverso X
    Multiverso X

    ResponderExcluir
  2. Lele, palmas pra Aleph, por publicar mais um clássico, e pra sua resenha que me deixou mais do que empolgado!

    Eu tenho muita, mas muita vontade mesmo de ler alguma coisa do K. Dick, desde que descobri que o Minority Report - que nem é um filme tão bom assim - era baseado em um livro dele. Como todo bom fã de ficção científica, fiquei intrigado e muito curioso. Se eu conseguir começar a ler pelo "Androides" melhor, mas também tenho interesse no "Fluam as Lágrimas" - e o Dick é bom de título, não?! - enfim, quero ler algo do autor e ponto.

    Dois abraços!

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  3. bem diferente do que estamos acostumados a perceber no mundo das leituras, como o livro é mais antigo a questão da tecnologia deve ter ganhado outra visão e com certeza a exploração desse tema deve ter gerado burburinho e mais ainda uma trama intrigante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi minha lindona!
    A primeira vez que li uma resenha desse livro só me lembrei de vc. Tinha certeza que iria adorar!
    O que me chamou atenção, logo de cara, foi o nome.É muito diferente e chega até a ser cômico. rs Mas o enredo parece ser bem legal também, bateu até uma certa curiosidade em ler (mesmo não sendo muito o meu estilo de leitura).
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  5. Muito bom poder relembrar Blade Runner. Um filme a frente do seu tempo..Agora me deparar com a resenha de um livro que conseguiu ir além da barreira do tempo. Parece estranho né? Que antes de toda essa tecnologia, um autor conseguisse "prever" tudo que viria!
    Já fiquei agoniada lendo sobre a tortura da aranha, imagina quem vive isso a fundo..ali,em cada página do livro?
    Indo pra lista de desejados neste exato momento!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. kkk. adorei o titulo, e a resenha também
    interessei bastante pelo livro..

    ResponderExcluir
  7. Eu to com esse livro aqui pra ler, mas ainda não peguei. Ele fica me chamando e só to esperando uma brecha na lista para ler. Nunca li nada do autor, mas tenho a nítida sensação que ele se tornará um dos meus favoritos. Adorei a resenha e acho difícil eu me compadecer com a aranha, odeio esses bichos. kkkkkkkkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. fiquei impressionado com as diferenças qd li a primeira vez (já era fã do filme). Li em diversos lugares, provavelmente na wikipedia tb tem, q o Dick não viveu para ver o sucesso do filme: assistiu um pouco e deixou a sessão meio cético. é uma boa ironia típica dele uhauhauhauhauha

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar nem do livro e nem do filme. Achei o nome do livro horrível, a capa mais horrorosa ainda, mas a resenha é sensacional, adoro distopias, quero muito ler esse livro.
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lele!
    Eu devo ser a única pessoa do universo que ainda não assistiu Blade Runner. Mas, depois de ler essa sua resenha, agora é que não vou assistir mesmo... Não sem antes ler o livro!!!! É bem o tipo de história que eu gosto!

    Beijos!!
    Karen

    ResponderExcluir
  11. Olá Alessandra,

    Não conhecia esse livro e nem o autor e não sabia essa relação com o filme, fiquei super curioso, ótima dica, vai para a lista...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Já deu pra sentir que o livro é muito bom, estou até imaginando a loucura que devia ser a terra descrita no livro, sendo praticamente habitada por androides.
    Fiquei muito animada com a resenha, e quero muito ler esse livro, ainda não li nada do PKD, até mesmo fiquei com vontade e curiosidade para ver o filme.
    Achei a capa D+, singular e simples, mas também chamativa, fica uma dualidade aí rs, e o nome é bem peculiar, de cara a gente vê e pensa "mas por que esse nome?", e só com o nome a gente já fica na curiosidade e depois de saber melhor sobre o que se trata o livro, aí a pessoa fica na necessidade de ter e ler o livro, eu estou assim neste momento.
    Mais um livro que entra pra lista de desejados e que vai falir com o meu bolso. rs
    Adorei a resenha Lele, Parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Fiquei muito curiosa para conhecer essa estoria apocalipitica do livro fiquei curiosa tambem para saber o que esta descrito no posfacio. (Ficou um climinha de misterio).

    ResponderExcluir
  14. Cara, que... Demais! Sério mesmo. Sensacional.Quando eu vi o título desse livro pela primeira vez, eu fiquei tipo: "what?" E essa foi a primeira resenha que eu li sobre ele. Já tô morrendo de ansiedade. A história é completamente diferente, completamente louca, completamente genial! Que resenha maravilhosa! Eu acho que esse livro vai ser a melhor "distopia" que eu já li na minha vidaaaa!

    ResponderExcluir
  15. Quando li o titulo do livro não dei muita atenção, achei estranho e nada interessante. Porém somente agora que li a resenha é que entendi o porque de um titulo tão diferente. Realmente um livro tão antigo deveria ser um clássico de conhecimento de todos, o que infelizmente não é a realidade.
    Acho a temática sci-fi enebriante e quando me deparo com um livro escrito a tanto tempo onde tudo que hoje é normal, era antes sonhos de um louco me encanto ainda mais com o enredo.
    Eu preciso urgentemente desse livro, preciso saber se Androides sonham com ovelhas elétricas.

    Julielton Souza

    http://dialeticaproposital.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu já sabia que o filme Blade Runner é baseado nesse livro, eu assisti o filme que é realmente incrível mas não tive a oportunidade de ler o livro ainda. Tenho muita curiosidade em ler porque sei o quanto um filme pode ser diferente do livro no qual foi baseado. Não sabia que o livro é tão curto mas sei muito bem que grandes histórias podem ser contadas em livros curtos e o quanto um grande autor é capaz de dizer com o mínimo de palavras bem escolhidas e arrumadas.

    ResponderExcluir
  17. O filme é incrível e não tive ainda a oportunidade de ler o livro, mas pena que o conhecimento deste livro não é em grande porte... Já li alguns livro com temas meios robóticos, e gostei muito, a humanidade em contato e tudo mais.
    beijos..

    ResponderExcluir
  18. Ai minha nossa...esse livro parece ser sensacionalllllll... Juro que quando vi a capa, achei que era um besteirol..srsr...leigo engano... foi ótimo eu ler sua resenha, pq ia deixar passar um livro fantástico... Essa é uma trama que com certeza vai me prender e me envolver totalmetne... estou louca pr aler a cena da aranha. Sem contar, que nem sabia que tinha um filme...vou atrás desse clássico.. Alê, você arrasou na resenha!! Muito obrigada pela indicação...bjsssss

    ResponderExcluir
  19. Muito bomm! Agora já quero o livro hehe

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...