#Resenha: O Fantasma da Ópera

   
Título: O  Fantasma da Ópera

Autor: Gaston Leroux

Páginas: 336

Editora: L&PM


Resenhado por: Michelâyne Raniely









"Antes de começar a resenha eu quero que vocês desejem as boas-vindas para a incrível Miih Raniely!! À partir de agora, ela também faz parte da nossa turma de Pensadoras!
E me digam o que acharam dessa resenha, hein! Quero opiniões!!"









Quem ama o feio? E qual é o padrão certo para se amar?

O fantasma da ópera, obra clássica de Gaston Leroux e um marco pra literatura, conta a história de Érik um fantasma condenado a viver nos subterrâneos de uma ópera renomada de Paris por causa de seu aspecto assustador. O homem, deformado de nascença, recebeu como recompensa da natureza um dom sem igual para música. É um excelente instrumentista e possui um timbre comparado a  voz dos anjos. 


“- Olhe! Você quis ver ! Então veja! Regale seus olhos, embriague sua alma com minha feiúra maldita! Admire o rosto de Érik! Agora você conhece o rosto da Voz! Não lhe bastava, diga, me ouvir? Quis saber como eu era. Vocês, mulheres,  são tão curiosas! “


Érik se aproxima de Christine Daae, cantora lírica, que ainda não tinha alcançado o apogeu de sua fama, mais tudo isso muda depois que conhece o seu anjo da música, assim como era chamado Érik pela doce Christine. A moça sensível e supersticiosa, achava ter sido agraciada com a visita de um anjo da música. Após seus encontros com Érik, Christine melhorou estonteantemente sua entonação e seus graves no canto, surpreendia a todos .  Ela acreditava que tudo seria graças as aulas dadas pelo Fantasma onde ela encontrou tão grande melhora.

Mais o Fantasma era ciumento e queria que Christine se entregasse por completo a ele e a nenhum outro homem, a moça se vê dividida quando reencontrar  Raoul de Chagny um amigo de infância a qual alimentava um sentimento puro e lindo pela menina. Confesso, que me vi torcendo muito por eles mais me surpreendi bastante com o desenrolar da trama, não conseguia entender como um fantasma era tão audacioso, manipulador e mau ao ponto de controlar cada pessoa que habitava a ópera, inclusive os diretores.


“- É bem difícil - eu disse – se fazer amar num túmulo.
- Cada um oferece – respondeu, num tom singular – os “encontros” que pode.”


O fantasma da ópera é uma história envolvente e coberta de aventuras, que vai te deixar emocionalmente estável. Fiquei ansiosa pra saber do desfecho, e me surpreendi muito por ter julgado maldosamente Érik. Me senti tensa mergulhada nas histórias e aventuras do subterrâneo, me via num mundo fora do que estamos habituados, como se fosse um outro plano.  O que mais me cativou na história é o próprio autor narrar a história como um reporte-historiador crente a concluir sua pesquisar a serviço da verdade para convencer o leitor a reviver com ele e crer na existência do fantasma, usando de provas, e de relatos de pessoas que freqüentavam o espaço.

Confesso não flui tão bem no início da leitura, mais ela tinha muito a prometer e não me enganei em persistir, cada vez mais que avançava me sentia mais atraída e fisgada pela trama envolvendo todos os personagens da ópera. Confesso também ter alimentando um certo ódio de Érik, baseado em suas atitudes macabras para conveniência própria, em um momento o temia e no momento seguinte estava chorando por ele. O fantasma não seduz apenas Christine, como me seduziu também.  O epílogo foi uma grande surpresa para mim, pois não foi nada do que esperei, errei miseravelmente em julgar sem entender o coração do nosso amado fantasma. Uma leitura gostosa, com aquele ponto de reflexão e uma experiência IN-CRÍ-VEL.

Esta história é de um gênio desfigurado levado a insanidade que engloba seus leitores em uma atmosfera de suspense, tensão e amor. Nota 5/5


















a Rafflecopter giveaway









10 comentários

  1. Seja muito bem-vinda!!!
    E já na estréia, um grande clássico. Não é para qualquer um não.rs
    Já li este livro(com outra roupagem) há muito tempo e admito que minha memória pode ter engolido muitos fatos. Acabei vendo também uma adaptação no cinema há séculos e sem sombra de dúvidas, é uma obra densa, que precisa sim, ser lida por todos os leitores amantes das boas letras!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Arrasou, amei sua resenha����

    ResponderExcluir
  3. Michelâyne!
    Nunca li o livro e deve ser uma obra primorosa, em compensação, já assisti várias versões de filmes e amo a história.
    Maravilhosa sua análise, parabéns!
    Desejo um mês mais que abençoado, carregadinho de luz e paz e um final de semana esplendoroso!
    “Acredite, existem pessoas que não procuram beleza, mas sim coração.” (Cazuza)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. parece bem intrigante! eu mesma já ouvi falar muito nesse clássico e com certeza adoraria lê-lo

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa que lindo parabéns meu anjo,eu amo ler e por isso tenho certeza que eu irei amar ler essa bela obra :)

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Bem-vinda!!
    Eu não li livros nem vi filme sobre a história, sempre ouço flar mto bem mas não tive oportunidade de conhecer ainda, quem sabe agora conhecendo um pouco mais o enredo eu não consiga ler...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha!!! Eu li O Fantasma da Ópera há uns 5 anos e sou totalmente apaixonada pelo obra. Espero fazer a releitura em breve.
    Amo também o musical e a adaptação para o cinema.
    É uma obra densa, mas super instigante e surpreendente. Eu ficava dividida entre amar e odiar o Erik.
    Parabéns pela resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que a LP&M tinha uma edição desse livro e agora fiquei super curiosa! Essa é uma história que gosto muito!
    Adorei a resenha!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  9. Olá Mi!!!
    Primeiramente, seja muito bem-vinda ao mundo da blogosfera e que você possa aproveitar esse mundo tanto quanto a gente.
    Eu sou suspeita para falar de "O Fantasma da Ópera" já que é uma das obras que mais amo e eu amo o Érik mesmo com o jeito torto dele, e até hoje sou abalada com essa história.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Topo