#Resenha: O Trono de Diamante

  

Título: O Trono de Diamante

Autor: David Eddings

Páginas: 408

Editora: Aleph


Resenhado por: Renata Brito


COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ,  SUBMARINO,  SARAIVA,  AMAZON












     A Editora Aleph fez a excelente aposta de lançar a trilogia Elenium de David Eddings, com o 1º livro O trono de diamante em 2015.

     A história é para agradar os fãs de histórias fantásticas medievais. 

     Após seu exílio, Sparhawk, cavaleiro da Ordem Pandion, Grande campeão de uma bela rainha, retorna a sua terra natal e a encontra nas sombras das intrigas políticas e cheia de mal. 

     O inescrupuloso atual e auto intitulado conselheiro do príncipe regente, primo bastardo da rainha de direito, tudo e a todos para governar de fato, visando seus próprios interesses (novidades? Inveja, ambição e poder...). A legítima soberana caiu com uma estranha doença, mas para evitar sua morte prematura, como a de seu rei, e proteger que o trono seja ocupado pelo ambicioso mal, um grupo de letrados em feitiçaria, protege a rainha em seu trono com uma barreira de cristal que desacelera sua doença e permite que seu coração continue batendo. Mas a rainha não resistirá por muito tempo. 

     Sparhawk, (o cara que me fez apaixonar, anti-herói, é aquele cara engraçado, sarcástico que a gente fica se perguntando, com tanto cara certinho cheio de lealdade e refinamento para lutar pelo bem, por que esse Sparhawk? Resposta: porque com ele tem mais graça!!!) enfim, Sparhawk, parte em uma busca para encontrar a cura e salvar sua soberana  e seu reino. 

     Lutas travadas pelo caminho, correndo contra o tempo, guerreando com pessoas e enfrentando perigos sobrenaturais, nessa jornada de luz e sombras, bem e mal, lealdade e traições.  Ele contará com a ajuda de seus irmãos de armas, de seu escudeiro fiel, de uma feiticeira, de um jovem ladrão e de uma misteriosa menininha, cujas origens são desconhecidas.

     Cheio de diálogos, a história corre de forma prazerosa e cheia de ação. Não cansa em nenhum momento e é uma delicia quase ouvir a voz de Sparhawk com suas tiradas irônicas e cheias de sarcasmos. 

     Gostei demais da leitura e super recomendo. Já estou lendo o segundo livro da trilogia, ainda essa semana trarei a resenha de "O Cavaleiro de Rubi".




























7 comentários

  1. Não conhecia o livro e mesmo assim, gostei muito do que li acima. Gosto do gênero, ainda mais quando traz essas pitadas enormes de sarcasmo e ironias de algum personagem. Faz toda a diferença na história.
    E o fato de ter muitos diálogos, não deixa a leitura cansativa.
    Se tiver oportunidade, lerei com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Gostei da historia me pareceu uma trilogia com uma aventura medieval e tanto, também gosto de livros que as historias não ficam paradas no tempo e claro a ótima interação entre os personagens, conserteza já me conquistou.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do gênero e estilo da história. Esse tipo de trama costuma me prender e acho muito bacana a criação dos mundos e coisas assim.
    Parece que esse é bom e tem uma escrita gostosa. Tem personagem sarcástico e irônico, o que já adoro, e uma trama bem feita.
    Vi umas coisas legais desse livro e ele parece ser bom mesmo. Acho que gostaria dessa leitura.

    ResponderExcluir
  4. Adoro fantasias, mas não curto muito histórias medievais, não foi um livro que me atraiu, por mais que a resenha esteja ótima, não gosto muito de livros sobre guerras, mesmo com seres sobrenaturais, que é uma coisa que amo, continua não me atraindo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. não é um livro que de cara me chama a atenção, a história em si parece muito boa, mas não é o meu tipo de leitura que procuro no momento e que naturalmente me agrada

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Renata!
    Gosto muito dos enredos de fantasia medievais, sempre tem uma ambientação diferente e bem curiosa na minha opinião.
    Bom saber que gostou da leitura.
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Já havia visto, vagamente, essa trilogia por aí.
    Gosto muito de fantasias medievais, e o personagem principal parece ser muito interessante.

    Anotadinho! :)

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...