#Divulgação: O ESCRAVO DE CAPELA

Olá!!!

Hoje estou aqui com uma novidade muito amor!! Estou aqui para falar de um romance de época, em que a qualidade da criação literária é enorme e a atualidade da ação é de um thriller contemporâneo.



Imagine um romance de época, pode ser A Moreninha,  Inocência ou Senhora, do romantismo da literatura brasileira já abrindo portas para o Realismo. O cenário é o Brasil do século XVIII, numa fazenda de cana-de-açucar onde todos os trabalhadores são escravos. Após um evento cruel acontece um tipo de rebelião, o que gera um caos incontrolável. 

Acrescente nesse cenário de casarões, canaviais, matas fechadas e neblina, sangue, matança, e violência de um filme de Tarantino. E, mesmo com fortes cenas, suspense  e arrepios, você torce para que continue. Tem mais... um romance lindo, "puro", desses de nos fazem torcer pelos personagens. Eis O escravo de capela.

Marcos DeBrito é o diretor e cineasta que está investindo alto na renovação do cinema de terror nacional. Já assistiram Condado Macabro,  está no Telecine? Com um orçamento muito baixo ganhou inúmeros prêmios no Brasil e pelo mundo, sendo exibido em todos os continentes.  E para quem não sabe, ele vai filmar o Spin Off da Saga As Cronicas dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira, Elevador 16.

Marcos é autor também de Condado Macabro ( Ed Simonsen) e, A Sombra da Lua,  seu livro de estreia, publicado  pela Rocco e, para quem leu, dá uma dimensão da sua qualidade como escritor.
Escravo de Capela tem muitas histórias, muitas reviravoltas - a marca pessoal da escrita de DeBrito. 

Quando você acha que entendeu, ele te surpreende.

Raphael Montes, ao ler, escreveu o seguinte: 


Cada página é como um golpe cruel de chicote. E sai muito sangue!”
RAPHAEL MONTES — Autor de Dias Perfeitos e Jantar Secreto


*******







QUANDO A MORTE É APENAS O COMEÇO PARA ALGO ASSUSTADOR


Durante a cruel época escravocrata do Brasil-Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore.


Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em O Escravo de Capela, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos.
Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte.


Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais  assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.





  Sobre o Autor:


Cineasta premiado, MARCOS DEBRITO vem sendo considerado a grande renovação na produção de filmes de suspense e terror no Brasil. Começou a escrever histórias que lhe vinham à cabeça apenas para lidar com seus próprios medos, na esperança de esconjurar seus demônios e calar as vozes que não o deixavam em paz.

O destaque de sua produção está na crueza como retrata as diferentes faces do mal, surpresas que desafiam o público a desvendar a mente dos personagens. Diretor, roteirista e escritor, O Escravo de Capela é seu terceiro livro publicado. Condado Macabro, seu primeiro longa-metragem, foi lançado nas salas comerciais em 2015 e vem mostrando a força de sua narrativa em festivais por todo o país e no exterior. 






Agora sim um romance de época que fez meus olhos brilharem!! Ansiosa desde já ♥










5 comentários

  1. Puxa, eu eia escrever que só de ter um elogio do Raphael assim, já valia tudo! Mas lendo, percebi que o autor merece isso e muito mais!!!
    Parece que tudo que ele faz, tem sua marca registrada sim e deixa o leitor preso às suas histórias.
    Tentarei ler este lançamento, ah se tentarei!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Pareceu tão bom quero ver se consigo ler, o autor me pareceu super inteligente e com uma obra incrível.
    Até mais!!

    ResponderExcluir
  3. Lê!
    Já li um outro livro do autor e gostei muito da forma como cria e desenvolve suas personagens.
    Fiquei interessada tanto pela época da ambientação como pelo drama que o enredo traz.
    “Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. uma outra vertente do romance de época, com um enredo diferenciado, confesso que apesar de amar os de época não me vejo lendo esse kkk
    mas desejo sucesso
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gente, tendo o selo Raphael Montes de aprovação, a gente já imagina a intensidade da obra. haha
    Não conhecia o autor nem Condado Macabro (vou dar uma olhada) e a ambientação da história do livro é sensacional! Quero muito saber como ele trabalhou isso na obra.

    Acho que ainda não está cadastrado no Skoob, mas deixei lembrete para anotar!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...