Resenha: A Promessa da Rosa



Título: A Promessa da Rosa   

Autora: Babi A. Sette

Páginas: 431

Editora: Novo Século




COMPRE AQUI: SARAIVA,  CULTURA,  BUSCAPÉ












     Há dois anos atrás a autora me desafiou a ler seu livro "Entre o Amor e o Silêncio". Eu, como boa capricorniana que sou, aceitei o desafio totalmente descrente.

     Pela primeira vez a Babi me fez dar o braço a torcer. Eu, que não sou chegada em romance, fui tomada pela narrativa da autora e devorei o livro rapidamente. Caso você não tenha visto meu arrebatamento, confira a resenha CLICANDO AQUI.


     Bem, como muitos de vocês sabem, romance de época é um gênero que não leio há alguns anos. Lia muito antigamente, e por isso fiquei um pouco saturada do gênero.

     Eis que surge a Babi e me propõe conhecer seu novo livro.

     E eu que não sou chegada em romances e estava de saco cheio dos de época, me senti novamente desafiada. E mais uma vez, totalmente descrente, me rendi a leitura.

     Dessa vez de braços abertos, com carinho, pois aprendi a admirar a autora, que por sinal é um doce!

     Definitivamente um romance, seja ele de época ou contemporâneo, não é suficiente para me agradar, mas se este for da Babi A. Sette, já tem 90% de chance de ganhar meu coração, os outros 10% fica por conta do trabalho da editora. Então vamos falar de "A Promessa da Rosa".


"Nunca em seus 30 anos encontrou alguma delas - bela ou não - que soubesse diferenciar um papiro de uma fita de cetim, quem dirá uma, que não só demonstrava conhecer bastante as relíquas dessa coleção, como também falava grego."
Pag. 27


     Aqui vamos conhecer a incrível Kathelyn Stanwell, fila de um conde, que tinha tudo para ser mais uma das moçoilas casadouras da sua época; mas Kathelyn quer mais do que apenas casar por dinheiro ou por título social.

     Ela acredita que casar não é algo assim tão importante para sua felicidade, mas se for para casar, que seja por amor.

     Talvez por ser muito mais estudada que todas as moças que conhece, ela tenha se sobressaído à maioria.

     Porém, ela está em Londres em pela temporada. Festas não faltam e pretendentes também não.

     Depois de um ano de um castigo imposto por seu pai, Kathelyn tem a autorização de ir a um baile de máscaras.

     E você acha que ela foi pra lá pra socializar ou dançar com os rapazes?? 

     Claro que não!!

     Kathelyn está doida para invadir o escritório da casa e poder ver de perto umas peças antigas que ela estudou e tem verdadeira adoração.

     E é nesse momento que entra o misterioso, lindo e todo de preto, parecendo um grande falcão negro e forte. Arthur é seu nome.


"Mentalmente, Kathelyn reconheceu o seu futuro marido e viúvo. Pela expressão assassina do seu pai, logo ela estaria morta."
Pag. 162


     Kathelyn tem verdadeiro repúdio a nobreza, mas o jeito sedutor de Arthur logo a conquista. E vice-versa.

     Mas como em vários romances, o amor não é assim algo fofo e fácil. Claro, tem um drama, mas o diferencial está na personalidade forte e sagaz da nossa protagonista. E principalmente a maneira que ela vai resolver as pendengas da vida e do seu amado Duque de Belmont é que me conquistou pra sempre"

     Tem momentos bem emocionantes, tem outros que dá vontade de entrar nas páginas e encher certas pessoas de porrada, mas na maioria, a vontade de ser amigo de infância de Kathelyn é mais forte.


"Como nunca desonraria uma dama inocente, por mais ousada e inconsequente que fosse, ou por mais que a desejasse, e louco que estivesse - e estava."
Pag. 69


     Enfim, a autora ganhou de novo. Não vejo a hora de dar um abraço bem apertado em Babi e agradecer mais uma ver por ela fazer dos meus dias mais doces.

     Obrigada!!!


     Leiam!!!!

























     


14 comentários:

  1. esse é um livro que não pode faltar na minha estante, além de gostar da forma como Babi escreve ela ainda aposta em um gênero que eu adoro
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lê!
    Estou louquinha para ler esse livro que ganhei em um sorteio.
    Adoro os romances de época e ainda mais, baile de máscaras é um fetiche, né?
    Lerei em breve.
    “Temos a arte para não morrer da verdade.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lelê!

    A Babi é um doce mesmo, muito simpática. Ainda não li "Entre o amor e o silêncio" ou "A promessa da rosa", mas tenho muita curiosidade.
    Adoro romances de época quando são bem escritos e este tem tudo para me agradar. Só li comentários positivos e a sua resenha me deixou ainda mais interessada na história.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu me recordo muito bem do seu arrebatamento com o primeiro romance da Babi e agora entrando aqui no nosso espaço, me deparo com mais uma resenha apaixonada assim!
    Impossível não querer ler a obra, não querer conhecer a moça forte e determinada. Acho que os romances sempre trazem a menina frágil e nas histórias da Babi, isso é totalmente descartado. Meninas fortes e que lutam com unhas e dentes!
    Como sou apaixonada por histórias de época, este já é desejado faz tempo!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Não é de Hoje que desejo ler os livros da Babi, infelizmente ainda não pude adquiri-los.
    A cada resenha que vejo de "O Nome da Rosa", me encanto um pouco mais por Kathelyn, gosto de protagonistas assim nos romances, forte e determinada, não vejo a hora de ler o livro, porque só de ver falar nela ja desejo ser amiga de infância rsrs
    Bjocas

    ResponderExcluir
  6. Estou doida pra ler esse livro, amei o Entre o amor e o silêncio, o primeiro livro da Babi, achei a escrita dela ótima, adoro romance de época e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser maravilhosa.

    ResponderExcluir
  7. A Babi realmente ganha o leitor sem muita dificuldade. Ela tem esse dom. rs
    Adorei a resenha, Lelê. Ficou excelente, como sempre.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  8. Oi Lelê, tudo bem?

    Lembro que ano passado vi muitos blogueiros na Bienal com os kits da Babi sobre seu primeiro livro. Pude acompanhar o processo rápido dela passar para o selo principal da Editora Novo Século. Na época, devido às minhas enrolações, acabei repassando o livro para minha colunista Mari Araújo. Como sei que ela gosta bastante de romance, foi a oportunidade perfeita. Quando vi que a Babi iria lançar outra obra, não pensei duas vezes ao solicitá-la para a Mari, e ela amou. Talvez, um dia, quando tiver poucos livros atrasados, eu pegue ele para ler ^^.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Queria tanto ler algo da Babi, apesar de não me dar muito bem com romances, esse livro parece tão gostosinho de ler! Que bom que você gostou, queria mesmo poder ler algo da autora, afinal ela é nacional e está se saindo muito bem, precisamos valorizar mais nossos autores nacionais <3

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Mais uma vez a Babbi conquistou um espaço maior em meu coração; não tive a oportunidade de ler nada dela ainda, mas tenho uma admiração e carinho por ela incrível. Estou super ansiosa em poder voltar as compras e logo de cara arrebatar este e "Entre o Amor e o Silêncio".
    Amo qualquer coisa que fale ou mostre época, acho que é por isso que ultimamente tenho lido bastante mateiras e post a respeito,.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  11. Lelê, eu tenho um fraco por romances históricos! Também ando um pouco saturado de romances muito melosos, mas quando se trata de históricos acabo sempre dando uma chance: é interessante acompanhar uma história passada em outras épocas, com outros costumes, sempre absorvo com um interesse maior o que e passa.

    Dois abraços ;)

    ResponderExcluir
  12. Não sou muito fã desse tipo de livro, mas esse me despertou interesse. Tenho lido muitas resenhas positivas e pretendo ler com certeza.

    ResponderExcluir
  13. Oi Lele!

    Conheço a autora há um tempo, mas infelizmente ainda não li nada dela! Todos falam super bem, amei sua resenha, e estou louca pra ler A Promessa da Rosa. Não gosto de New Adults mas amo romances de época, são os melhores! E parece ser um livro tão fofo, tão lindo. Difícil resistir, e difícil ler antes das meninas também hahaha porque todas querem, mas é certo que lerei. Fiquei mais empolgada ainda depois da sua resenha.

    Beijo!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler esse livro já anotei em minha listinha. Gosto de romances de época e esse parece-me ser muito bom.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...