#Resenha: Um Passeio no Jardim da Vingança

    
Título: Um Passeio no Jardim da Vingança

Autor: Daniel Nonohay

Páginas: 301

Editora: Novo Século


Resenhado por: Renata Brito



COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ, SUBMARINO, AMAZON















     Um Passeio no Jardim da Vingança, escrito por Daniel Nonohay e lançado pela editora Novo Século dentro do selo Talentos da Literatura Brasileira, pode ser classificada como literatura Scifi e aclamada pelos leitores que gostam deste tipo de literatura.

     Não sei nada deste autor, Daniel Nonohay, mas pesquisei na web e o que achei:
“Nasceu em 1973 e mora em Porto Alegre. É casado e pai de duas filhas. Juiz do trabalho, escreveu o seu primeiro romance à mão, em dois cadernos pautados, quando tinha 17 anos. É autor de artigos técnicos, na área do Direito, e políticos que foram publicados em livros, jornais e sites. Organizou livros de coletâneas. É colorado. Atuou como professor e é pós-graduado em Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e Direito Previdenciário. Foi Presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho do Rio Grande do Sul. Atualmente, aproveita cada segundo livre para escrever, a sua grande paixão (depois, é claro, das “suas mulheres”).” (fonte: http://www.danielnonohay.com.br/o-escritor-autor-daniel-nonohay/) 

     Lembra de um filme chamado Bairro 13? É um filme francês... Bom, a forma que esta  sociedade futurista subdivide a sociedade, a desordem da massa, o consumo de drogas, me lembrou muito este filme... Mas tirando isso, a história tem uma personalidade própria. 

     Há um advogado, medíocre? (não gosto muito  do personagem) ok, advogado, casado, vida confortável, viciado em drogas (aquele mimimi que ADOROOOO...) perde a oportunidade de trabalhar  em uma grande corporação em um grande cargo, acaba fazendo o que lhe cabe no seu perfil medíocre. Mas como sempre digo, Shit happens, (e... pois é!) acontece um atentado, o Ramiro (personagem principal e o advogado) passa por cirurgias, implantes, consertos, acertos e volta a trabalhar com mais gana e vontade. (tem gente que não sabe ficar quieta... ) em meio a investigações, ele acaba por descobrir altas sujeiras, (Big Shit) agora precisa correr para lutar pela  sobrevivência. 

     O que há de Scifi? Implantes cibernéticos que aumentam seus talentos e dá um upgrade na memória humana, (sim, é o que fazemos com nosso celular, compramos um cartão de memória...)

     Apesar de não gostar do personagem Ramiro, a história tem seus atrativos, questões sobre realidades alternativas, exclusão e diferenças sociais, futuro, corrupção, humanidade.

     Não é uma obra de peso para colocar na prateleira de 1984, Admirável Mundo Novo, Não Me Abandone Jamais, mas chega perto... Bem perto!

     Recomendo! Leiam!



























7 comentários:

  1. Bem, não conhecia o trabalho do autor e nem o livro acima, mas gostei muito de tudo o que li.
    Gosto de livros assim, mesmo que comuns, mas que trazem essa pegada de investigação e porque não, uma pitada de aventura atrás de segredos e mistérios.
    Se tiver oportunidade, lerei com certeza!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. apesar da boa crítica não é um livro que me instigue muito, o gênero e o enredo não me conquistaram
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Renata!
    Gosto demais do estilo e essa capa torna o livro ainda mais atrativo.
    E saber que o livro aborda "questões sobre realidades alternativas, exclusão e diferenças sociais, futuro, corrupção, humanidade" o torna ainda mais atrativo para leitura.
    “Não pedi coisas demais para não confundir Deus que à meia-noite de ano novo está tão ocupado.” (Clarice Lispector)
    FELIZ 2017!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi! Não leio muitos livros do gênero, mas vou deixar a dica anotada para quando estiver em busca de algo assim. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Renata!
    Não conhecia esse livro como também o autor também. Achei o livro bem interessante. Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Confesso que dessa vez fiquei meio confusa com a sua resenha, mas pela sinopse me interessei um pouco pelo livro. Sou uma grande fã de ficção científica e preciso mesmo ler mais do gênero.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  7. Vim através do link da crônica do autor, Meritocracia", e achei a premissa interessante.

    Gosto de distopias mais do que gosto de sci-fi, mas quando se misturam eu gosto muito mais e arriscaria ler sim, principalmente por dizer que remete à 1984 e Admirável mundo novo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...