#Resenha: A Escolhida

    

Título: A Escolhida

Autora: Lois Lowry

Páginas: 190

Editora: Arqueiro





COMPRE AQUI: SUBMARINO,  BUSCAPÉ,  EXTRA,  AMERICANAS,  SARAIVA,  AMAZON














     Depois que li "O Doador de Memórias", fiquei doida pra ler logo "A Escolhida", o segundo livro da quadrilogia.

     Já sabia que este livro havia dividido opiniões e que uma parte grande de pessoas não tinha curtido. Mesmo assim eu não queria perder essa chance. Então, tendo uma ideia do que esperar, mergulhei na leitura.


"Agora, restava apenas a carne. Coveiros viriam para jogar uma camada de terra sobre o cadáver, mas ainda assim ele seria devorado pelas criaturas escavadoras e famintas que apareciam à noite. Os ossos se espalhariam, apodreceriam e se esfacelariam, tornando-se parte da terra."
Pag. 5


     Há semelhanças sim entre os dois livros, elas são sutis, mas existem.

     Aqui somos apresentados a um mundo também devastado e que vive sobre as ordens de um governo que decido a vida de todos os moradores.

     Nessa civilização, todos que não nascem perfeitos são dispensados. Eles são levados aos campos para serem destruídos pelas feras. A mesma coisa acontece com os doentes.

     Esse "descarte"de pessoas também acontece no primeiro livro, mas aqui ele é um pouco diferente, mas o conceito é o mesmo.

     Kira é uma garota que deveria ter sido jogada nos campos quando nasceu. Isso só não aconteceu porque sua mãe enfrentou as ordens dadas e aproveitou que seu pai tinha algum poder ali. A menininha nasceu "defeituosa" e isso era visto como um estorvo para a sociedade, Kira tinha uma perna torta. Além disso, seu pai havia morrido enquanto sua mãe ainda estava grávida, outro quesito  que também levava os recém nascidos para os campos.  Kira era uma sobrevivente.

     Porém sua mãe ficou doente de repente e morreu, mas antes disso ela lhe ensinou a arte de tingir e bordar tecidos de maneira única. O defeito na perna de Kira não lhe impediu de ter mãos hábeis.

     
"Era a lei, a tradição e um gesto de misericórdia devolver uma criança sem nome e imperfeita à terra antes de seu espírito de poder preenchê-la e torná-la humana."
Pag. 8


    Agora, sozinha no mundo, Kira é levada a julgamento. Se ficar provado que ela será um obstáculo  para a comunidade, Kira irá para os campos.

     Os Guardiões designam um defensor para ela. Este defensor faz um ótimo trabalho e não deixa que Kira morra, mas ela deverá morar num lugar determinado por eles e provar suas habilidades bordando a túnica do "Cantor". Essa túnica conta a história da humanidade antes da destruição; ou seja, a túnica guarda a memória do mundo.

     Neste mesmo lugar também mora Thomas, o entalhador.

     Ali Kira conhece um conforto do qual nunca teve contato. Ela se torna uma pessoa poderosa. E ela gosta disso. Matt, seu amiguinho que vive em situação de miséria também gosta, pois irá se alimentar de vez em quando graças a amiga, mas Matt é um bom e fiel amigo e faz por merecer seus agrados. 

     Quando Kira investiga sobre a história para seu bordado, ela se dá conta que lhe falta uma cor, o azul.

     Em "O Doador de Memórias" eles não viam cor alguma, já aqui eles conseguem ver, só não o azul; e é atrás dele que Kira vai atrás.

     Mas nesta busca, Kira descobre muito mais do que o que fazer para tingir suas linhas. Ela e Thomas descobrem o quão sujo e imperfeito é este mundo em que vivem. Mas como enfrentar isso?

     Valerá a pena desmascarar essas mentiras e voltar para a miséria, ou até mesmo morrer?

     Mais uma vez encontramos as mesmas dúvidas do primeiro livro, só que com outra visão.

     Jonas teve que largar a garantia da boa vida, para descobrir o que era a dor e analisar se isso valia a pena. Dessa vez a protagonista já conhecia a dor, a fome e a pobreza; é dada a ela a chance de viver uma boa vida, mas que é uma mentira. Vale a pena voltar para a vida que tinha e correr o risco de ter feito tudo em vão?

     Mais uma vez Lois Lowry me encantou. "A Escolhida" não tem a ação que tem no primeiro livro, ele é mais filosófico, mais de descobertas, mas é tão maravilhoso quanto.

     A capa é muito representativa. Adorei!

     Não espere uma sequência. Busque as referências. Perca-se nas perguntas. Tente vê-las de vários ângulos. Entre nesse mundo devastado. De qual lado você ficaria?

     Quero ler logo "O Mensageiro".






















     

     

6 comentários:

  1. Mesmo o primeiro livro sendo sucesso em críticas, tenho bem noção de que este segundo livro deixou muito a desejar(ao menos, em tudo que li relata isso).
    A história deste livro me lembrou muito Jogos Mortais. A Capital e sua fartura e a pobreza do povo do outro lado.
    As verdades e os segredos omitidos.
    A capa é linda e se puder, ainda quero muito conhecer a trilogia.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. a proposta é diferente do que eu tinha pensado, mas igualmente interessante, não é algo que eu em geral leria, mas que devo admitir que curti
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lê!
    Li O doador de memórias e até assisti o filme também e gostei demais.
    Agora quero ler a continuação que nem me parece uma sequência porque acredito que dá para ler de forma independente.
    “Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, acredita que até hoje eu não li nem assisti ao filme? Pensei que era algo de auto-ajuda (nem tinha lido a sinopse, imaginei pelo título hahaha)
    Agora fiquei totalmente interessada em ler os livros! É bem o estilo de história que eu gosto!
    Quero muito <3
    Beeeijos!
    http://livrosamoremais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu nem fazia ideia que Doador de Memórias fazia parte de uma série. Foi uma surpresa saber dessa continuação. Eu vi o filme e achei interessantíssimo, realmente bom, e desde então tenho vontade de ler o livro. Percebe-se que a história do segundo volume continua com a mesma qualidade.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  6. Acho que nunca li um livro com essa tema antes. Adorei a premissa do livro. Fiquei super curiosa para ler essa obra.
    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...