#Resenha: Resquícios de Nós Mesmos

  

Título: Resquícios de Nós Mesmos

Autor: Saulo Moreira





COMPRE AQUI: AMAZON 


















     Tá aí um livro que deve ser físico. Nada contra os ebooks, até porque adoro, mas "Resquícios de Nós Mesmos" seria muito bem-vindo na minha estante.


"Essa casa sempre foi estranha. Várias mulheres moraram aí, e era só isso. Sempre uma família só de mulheres."



     No início confesso que fiquei um tanto perdida, mas conforme fui avançando na leitura, tudo ia se encaixando e fazendo todo sentido.

     Em "Resquícios de Nós Mesmos" vamos acompanhar a vida de vários personagens, mas com o foco maior em Sandro, que logo passa a ocupar a vaga de protagonista. Gostei dele, mas meu coração ficou mais caidinho por Marcos... Depois explico mais sobre isso, rs.


"De alguma forma, sempre vazaram fotos de locais de acidentes, mutilações, vítimas de violência e abusos. Eram os próprios usuários que enviavam imagens para o site."

     Vou resumir de maneira que não tenha spoiler e não tire a graça de você descobrir os segredos do livro por conta própria. Então vamos lá:

     Uma turminha do mal resolve trollar um garoto que quer fazer parte dessa galera.

     Para isso, esse calouro tem que entrar numa casa que tinha "fama" de ser assombrada, invocar a loira do banheiro e trazer umas coisas que estavam dentro da casa.

     Suave. #SQN!

     Uma coisa muito sinistra acontece ali, e o resultado disso é uma sequência de bizarrices. Uma delas é que eles encontram um corpo.


" - É o que todos falam. Essa casa isso. Essa casa aquilo. Confesso que ela me interessa, me chama a atenção, mas eu não me lembro de quase nada. Somente alguns flashes e nada mais."

     É aí  que entra o protagonista!! Sandro é o policial que vai investigar o caso do corpo encontrado na casa. Só que Sando já teve uma experiência sinistra nesta casa também.

     Há anos atrás, Sandro entrou nessa casa, mas algo aconteceu ali que ele não se lembra. Ele perdeu totalmente a memória.

     Ou seja, investigar esse caso acontecido na casa agora, irá desenterrar segredos que ninguém esperava. A mente de Sandro é um arquivo trancado a sete chaves; se aberta, mudará totalmente a história de várias pessoas e desvendará grandes vilões.


"Decapitar uma pessoa de verdade não é bonito e fácil como no cinema."


     Enquanto a investigação acontece, iremos conhecer os personagens que estiveram na casa junto com Sandro na época em que o problema aconteceu. E então entra meu queridinho, Marcos.

     Marcos hoje é um veterinário, casado e pai de um menininho, mas logo vamos descobrir que ele sofre de crises fortíssimas de pânico; que são agravadas quando ele está no escuro.

     Mas não para por aí, Marcos e o filho vão viver as cenas mais assustadoras deste livro, na minha opinião.

     Tenho muito medo de histórias de objetos que se movem sozinhos, luzes que se apagam do nada e crianças. Sim. Tenho medo de thrillers com crianças. Por isso quando essa criança sai do quarto atrás de uma bolinha que rolava pela casa sem parar e as luzes apagavam de repente... Gente... tive até palpitações!


"A porta do guarda-roupa abriu rangendo com o lento movimento e a bolinha saiu de lá de dentro. Caiu da repartição mais alta e rolou pelo chão."

     Enfim, também vamos acompanhar a vida dos outros personagens que montarão esse quebra-cabeça, mas vou deixá-los para vocês descobrirem mais.

     O livro é uma mistura na medida certa de romance policial, suspense e terror.

     Sendo o segundo livro que leio do autor, posso garantir que seu texto está numa crescente incrível!

     No início ele ainda detalhava muito, mas isso foi deixado logo de lado; o que fez com que eu me envolvesse mais com facilidade.

     Encontrei alguns erros de revisão, principalmente com o uso correto de verbos, mas foram poucos. E depois da metade do livro, esses errinhos desapareceram. Acho que quem revisou também se empolgou na leitura, rs.

     Sendo um livro independente, a qualidade está ótima. A capa é muito bonita e caiu perfeitamente com aquela luz fantasmagórica no fundo.

     O Saulo é um verdadeiro autor em ascensão. Mal posso esperar pelo que está por vir.

     Outro ponto positivo é a junção de vários elementos da cultura pop. O que é perfeito para a localização de tempo na trama. Afinal, é à partir de 2016 que se sai para capturar pokemon. Ele nem precisa deixar o ano claro, já dá pra perceber com isso.

     Super recomendo a leitura para todos que gostam de romances policiais, histórias paranormais, thrillers e terror. Eu amei!! Vocês irão amar também!

     LEIAM!!!!





6 comentários:

  1. Eu sou fã do livro físico..rs
    Mas admito que fiquei encantada com tudo que li acima. Sabe, isso de jogar com todos os personagens, como se incorporassem de fato eles à história, é algo que sempre me agradou. E poucos autores conseguem fazer isso com maestria.
    O lado do suspense, do desconhecido também é outro ponto que me agrada demais.
    Mas como você, também sou meio avessa a coisas que envolvem crianças(tanto que não vi O Exorcista até hoje)
    Mas se puder, lerei com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. uau *-*
    Tb vou amar se o livro sair em físico. Claro que o meu queridinho é o Sandro, mas fico muito feliz em ver que existem outros queridinhos para os leitores, sinal que eu acertei na construção dos personagens. Sempre fico feliz com o feedback, positivos são sempre melhores, é claro, e, me sinto ainda mais satisfeito quando agrado leitores experientes e exigentes como você. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. a trama é bem interessante, mas não é pra mim, não leria por agora
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei a indicação, sem dúvida é um livro maravilhoso!! Como fã de livros de terror, romance policial e suspense sem dúvida já fiquei interessada!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Lê!
    Uauuuuu!
    Livro digno mesmo de edição física, quiça até de um filme.
    Ao contrário de você, adoro livros com um pouco de terror dos objetos que se mexem sozinhos e ainda mais com inocentes crianças que acham tudo divertido e nem percebem o perigo.
    Quero muito ler.
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Eu sou igual você: tenho medo de coisas que se movem sozinhas e histórias desse tipo que envolvem crianças, dá uma agonia danada. Mas é exatamente os livros que mexem com a gente que são os melhores. Adorei saber um pouco mais sobre esse.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo