Resenha: Dorothy Tem Que Morrer


Título: Dorothy Tem Que Morrer

Autora: Danielle Paige

Páginas: 383

Editora: Rocco - Jovens Leitores




COMPRE AQUI:  AMAZON,  SARAIVA,  BUSCAPÉ
   














     Pense só você, o mundo distópico de Oz, é disso que se trata "Dorothy Tem Que Morrer".


"Esse lugar era insano, Ele era insano. Achei que tinham dado um coração para ele - como foi que ele se tornou isso?"
Pag. 75


     Amy é uma garota nada popular. Muito pelo contrário, ela é conhecida como Amy Esmola. Sempre quieta, raramente retruca as ofensas. A relação com a mãe não ajuda nada na autoestima da garota.

     As duas vivem num trailer, a mãe passa a maior parte do tempo chapada de remédios e jogada no sofá, ou indo à bares. A vida de Amy Gumm não é nada fácil. Na escola ela não cultiva nenhum amigo. Afinal, quem vai querer ser amigo de "Amy Esmola Lixo de Trailer"?


"Descobri que eu era um lixo três dias antes do meu aniversário de nove anos - um ano depois que o meu pai perdeu o emprego e se mudou para Seacus para morar com uma mulher chamada Crystal e quatro anos antes de a minha mãe sofrer o acidente de carro,..."
Pag. 7


     Madison é a pedra no sapato de Amy. A garota popular e insuportável que tira o sossego da nossa protagonista.

     Um dia, depois de uma briga com Madison, de levar uma suspensão e de um desentendimento com a mãe, Amy acaba por ficar sozinha no trailer com Star, a hamster da mãe. Só que uma terrível tempestade está por vir, mas nem Amy, nem a mãe dão importância pra isso.


"Bom, eu queria ir embora. Queria isso desde que soube que havia algum lugar para ir. Eu queria outros lugares, outras pessoas. Outro eu. Queria deixar tudo e todos para trás."
Pag. 24


     E é então que um tornado chega e leva o trailer, Amy e Star para longe. Para outro lugar. Para Oz.

     Porém, Amy não se dá conta de que esta Oz é a Oz do clássico de L. Frank Baum; esta está muito diferente, muito sombria.

     Acontece que Dorothy não é mais aquela mocinha fofa, ela tornou-se uma governante tirana e cruel.

     Como sabemos, Dorothy voltou para o Kansas, mas ela não gostou de voltar para a casa da Tia  Em, e a história de que "não há lugar melhor que o nosso lar" deixou de ser verdade. Logo ele deu um jeito de voltar a Oz. E com sua destreza e o poder da bruxa Glinda, Dorothy se tornou a princesa de Oz e transformou a vida dos moradores um inferno. Desenvolveu a sua magia e conseguiu mais poder que todos os moradores.

     Com tanto poder, é claro que Dorothy tornou-se uma governante severa e sem nenhum respeito por ninguém.


"Alguma coisa naquela doçura toda não me parecia certa. Mas, você, você não tinha uma grama de doçura, e aquele cabelo era só o ponto de exclamação."
Pag. 153


     Os habitantes de Oz depositam em Amy aa esperança de salvar essa terra que um dia foi linda e mágica.

     Logo a notícia se espalha e Amy é recrutada para treinar com a "Ordem Revolucionária das Malvadas" que é formado por bruxas e guerreiros que lutam para restabelecer a paz em Oz.

     Para libertar Oz, Amy precisa remover o coração do Homem de Lata, roubar o cérebro do Espantalho, tomar a coragem do Leão, e, por fim, Dorothy tem que morrer.


"Gosto de pensar nesse projeto como meu pequeno plano Vire bruxa rápido. - Ela riu da própria piada."
Pag. 137


     A história começa a mil por hora. As dificuldades de Amy em família são típicas de livros YA, já o mundo em que ela vai parar, é exatamente um mundo distópico perfeito. Um governo tirano, uma população oprimida, rebeldes guerreiros que não tem medo de lutar por um objetivo.

     Ou seja, uma fórmula que só pode resultar em sucesso.

     Além disso, a narrativa de Dannielle Paige é muito boa, ela sabe dosar a quantidade certa de drama + aventura + romance. A autora prende o leitor na primeira frase, o restante e só aproveitar e deliciar-se com uma história incrível com um final perfeito.

     Achei engraçado porque a história do clássico está tão entranhada na nossa mente que quando chega a hora da real vingança, por mais que a gente saiba que o vilão deve pagar por seus erros, é impossível não ficar com um pontinho de dor no coração.

     Outra coisa que amei foi essa nova construção de personagens já conhecidos.

     Antes nós sabíamos quem era mau e quem era bom, mas nesta versão ninguém é o que parece ser. Ninguém é digno de confiança, muito menos de ódio.

     A bruxa boa não tem só bondade, e a bruxa má não é má o tempo todo. Melhor dizendo, todas são bruxas, o  que as fazem boas ou más são suas atitudes. 

     Tipo os políticos, sabem?? ;)

     É narrado em primeira pessoa, e foi uma delícia estar na pele de Amy. Amei a personagem!!! A capa é perfeita! Muito linda mesmo, a diagramação e a revisão também estão muito boas. 

     "Dorothy Tem Morrer" é uma trilogia e não vejo a hora de ler o segundo livro. Além disso também há um compilado de contos que formam 2 volumes de histórias sobre a trilogia.









 







E estes abaixo são os dois volumes dos livros de contos:
  










Confira o book trailer:

























12 comentários

  1. Quando você mostrou esse livro acho que em uma caixa de correio, eu pirei. Capa..história..tudo fora do normal na literatura.
    E agora lendo sua resenha entendo bem o porque de ter gostado tanto. É incrível!!!
    Essa coisa do mundo da fantasia sombrio...tenso e cheio de reviravoltas.
    Eu gosto demais de tudo isso, tirar do convencional e jogar no incerto!
    Lista de desejados com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Lêle,
    Adoro esses livros que se apropriam de estórias tão conhecidas, e criam uma nova estória.
    A construção dos personagens parece ser outro ponto forte. Acho que não existe nada mais sem graça que personagens completamente bons ou maus.
    A unica coisa que me desanima é o fato de tratar de uma série.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Então, amei sua resenha. Já conhecia a sinopse e estava louca para ler a resenha, só confirmando que a história é realmente surpreendente! Poder ver e sentir o lado bom e o mau dos personagens, com um enredo saindo do convencional da história em si, ficou muito show! Já estava adicionado a lista de desejados. Obrigada. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. o legal dessa moda de recontos é que cada autor explora um diferencial para a trama, quem diria que a doce Dorothy se tornaria uma megera?
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Uaaau! Como eu adoro essas versões de histórias infantis. Adorei essa por reinventar mesmo os personagens, como a mocinha que vira uma vilã.
    Deve ser uma delicia ler esse livro, imaginando as duas versões ;)

    ResponderExcluir
  7. Oi Lele! Muito legal ver a terra de Oz em uma nova roupagem, com certeza vou ler. Amei!!!


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Olá, Lelê.
    Uma distopia em Oz???? Interessado estou, sem dúvidas. A premissa é muito boa e só de imaginar a Dorothy como "vilã" já fico querendo ler a obra.
    Dica anotadíssima.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  9. Uuuuaal! Valeu a pena esperar pela resenha! Que livro eh esse!!!
    Com toda ctz vou ler!! Oz diferenciado assim, ta mto boom!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito de releituras de outras historias, mas como nunca li O Mágico de Oz, não sei o que achar, mas gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Gosto muito da historia de Dorothy e ainda não tinha visto uma releitura dela, gostei muito dessa historia, achei bem interessante o rumo que a autora tomou e fiquei curiosa para poder ler esse livro e saber mais !!

    ResponderExcluir
  12. Oz foi uma das histórias que marcaram minha infância. . Adorei a proposta do livro, me apaixonei pela história, pelos personagens e o como a autora recontou meu conto de fadas preferido. Aguçou ainda mais minha curiosidade por ela precisa desfazer os pontos na história pra restabelecer a paz de volta. . Deve ser uma delícia e muito divertido lê-lo ♥

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...