Resenha: Cartas Para Você

  

Título: Cartas para Você

Autora: Duda Razzera

Páginas: 215

Editora: Novo Século





COMPRE AQUI: SARAIVA,  SUBMARINO,  AMERICANAS,  BUSCAPÉ,  













     Querida Georgia


     Me disseram que suas cartas eram lindas e que eu deveria lê-las, pois elas me fariam muito bem.

     Quem me disse isso acertou em cheio. Elas vieram na hora certa e me deram uma boa chance de tentar encontrar essa Aceitação que é para quem você realmente enviou.

     No lugar da Aceitação, sua carta foi lida por mim,  fiquei sabendo que várias outras pessoas leram e gostaram muito, espero que mais pessoas leiam também, pois suas letras com certeza tocarão o coração de muitos.

    Quando você contou sobre sua família, principalmente se sobre esse seu tio, juro que senti sua raiva, mas olha, muitas famílias tem gente assim, na minha mesma tem alguns.

     Quanto a índole dos outros, não podemos fazer nada, não podemos fazer nada, mas a sua é a que importa, e suas atitudes em relação a ele e aos outros parentes foi exemplar.

     Gostei de conhecer sua mãe pelas páginas, pra ela também não deve ser nada fácil. Sua irmã é diferente de você, mas qual irmão não é?

     Não consigo nem imaginar o tamanho da sua dor. Perder o pai da maneira que você perdeu deve ser uma dor inenarrável, mas você transmitiu sua dor tão bem que até senti um pouco dela.

     Me emocionou muito!!

     Sua psicóloga fez muito bem em pedir pra você escrever um diário. Escrever sempre ajuda. Mas você foi genial em externar isso em forma de cartas. Afinal, escrever cartas contando tudo que acontece é uma prática tão antiga, mas que sempre funcionou muito bem, pena que acabou vidando esquecido no mundo de hoje.

     Por isso resolvi responder sua carta.

     Assim, quem ler essa minha resposta irá saber que amei muito cada página, que sua história de vida é linda e muito inspiradora, que seu crescimento é emocionante, que seu aprendizado pode ajudar muitas pessoas que passam pelo mesmo problema, ou não; que você escreve muito bem, tão bem que nem erros eu encontrei, a diagramação das suas cartas ficou perfeita. Além disso, esse envelope decorado que parece mais uma capa de livro, está belíssima!!

     Separei alguns trechos que eu gostei mais, vou dividir com todos:


"Todo dia meu pai morre de novo, e eu passo pela negação, raiva, barganha e depressão. Aceitação ainda não apareceu por aqui."
Pag. 10


"Às vezes não parece verdade que ele morreu. É algo surreal. Eu me pergunto como as pessoas conseguem passar por isso  sem surtar ou se perder no meio do caminho."
Pag. 17


"E nada nunca mais va ser como antes. Diga para mim que isso é só um sonho ruim e eu vou acordar."
Pag. 26


"Li em algum lugar, que na verdade, o tempo não cura nada, ele só tira o incurável do centro de atenções."
Pag. 60


     Ainda tinha mais algumas, mas acho que estas já são suficientes para mostrar a força das suas palavras.

     Foi um prazer te conhecer!

     Recomendo que todos leiam essa palavras tão lindas!!

     Amei mesmo!

     Fico por aqui! Até mais!

 



















10 comentários:

  1. Caramba!!!
    Foi de marejar os olhos com lágrimas de emoção...
    A perda é sempre algo que não se pode medir ou dimensionar. Isso da barganha, da troca, da raiva...é tudo que sempre nos motiva..e desmotiva.
    Sem contar a capa do livro que é belíssima!!O mais simples sempre é o mais lindo =)
    Lerei com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lelê.
    Pelo visto, você gostou mesmo do livro e ele parece ser melhor do que eu esperava. Aparentemente, há uma gama de sentimentos envolvidos em cada frase.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  3. Catraca Lê, eu adorei esse formato de resenha, super criativo (pelo menos não me lembro de ler nada igual). Eu não sabia se estava lendo uma carta ou sua opinião, foi fantástico. Sei que você fez assim por ser um livro de cartas, mas quem sabe possa fazer dessa maneira com outros tipos de resenhas?????
    Já havia achado linda a capa, agora capa e contexto, estou apaixonada, ate me deu vontade de ler um livro de cartas que minha mae ganhou e eu não conseguia desempacar na leitura.
    Ameiiii

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. que resenha linda, uma carta respondida por outra carta que virou uma resenha maravilhosa, inovou Lelê!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lê!
    Adorei sua resenha em forma de carta.
    Deu para perceber a angústia pela qual a protagonista está passando.
    E me identifiquei, porque além de fazer meus diários, faço correspondência há mais de 35 anos e é uma delícia escrever e receber uma carta.
    “Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.” (Miguel Unamuno)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Amei essa essa sua resenha em forma de carta, ficou linda, já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história super emocionante.

    ResponderExcluir
  7. Oi Lele!!

    Primeiramente amei a resenha, ficou show!! Eu quero pegar este livro também, vou ler num dia com certeza, mas estou precisando porque perdi uma pessoa muito próxima há quase 6 meses e está difícil a superação. Acho que é uma boa ferramenta de aprendizado e de leitura. A autora conseguiu escrever um ótimo livro, acredito.
    A Iza já leu e resenhou e gostou bastante. Acredito que vou gostar também, ainda mais depois da sua resenha!!

    Beijo!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei dessa resenha, diferente mas legal. Estou na duvida de ler esse livro pois ja li comentarios que nao falam tãão bem assim do livro. Agora é conseguir o livro para poder tirar a duvida.

    ResponderExcluir
  9. Olá parece ser um ótimo livro, adorei esse trecho: "Li em algum lugar, que na verdade, o tempo não cura nada, ele só tira o incurável do centro de atenções."
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Muito obrigada pelo carinho com a resneha e como te disse, adorei mesmo! AMEI! *-*
    Fico muito feliz que tenha gostado do livro! =)

    beijoss <3

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...