Mascarados



Mascarados – a verdadeira história dos adeptos da tática Black Bloc, livro reportagem lançado neste mês pela Geração Editorial, teve anúncio censurado pelo Metrô de São Paulo, sem motivos plausíveis.
A peça publicitária seria veiculada a partir do dia 28 deste mês nas linhas verde e vermelha. Segundo a funcionária da equipe de vendas, a peça não foi autorizada pois poderia incitar a violência e que o Metrô tem total autonomia para barrar anúncio que eles julgam ir contra o regulamento da companhia. Até o momento a Geração Editorial não foi informada sobre as regras do regulamento e elas não constam no mídia kit.


Mascarados, livro escrito pela cientista social e professora da Universidade Federal de São Paulo Esther Solano e pelos jornalistas Bruno Paes Manso e Willian Novaes, revela quem são, o que pensam e o que queriam os Black Blocs. A obra mostra uma realidade bem mais complexa dos adeptos da tática Black Bloc que, a partir de junho de 2013, invadiram as ruas com suas manifestações violentas e, para alguns, selvagens. “Essa atitude do Metrô é justamente o que eu queria criticar escrevendo o livro, por que julgar, censurar, sem conhecer? Por que sempre cair em preconceitos? Mascarados é a proposta contrária, traz o debate, o conhecimento e a pesquisa e serve para combater essa intolerância que nos faz a cada dia mais ignorantes”, disse a professora Esther Solano, uma das autoras.

“Como uma empresa proíbe o anúncio de um livro sem ao menos ler? Isso é censura!  Vale lembrar queMascarados têm entrevistas com policiais, jovens e inclusive com um coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo que leu a obra e aprovou o conteúdo. O livro em nenhum momento é uma apologia à tática Black Bloc e sim uma grande reportagem mostrando quem são e o que pensam esses jovens. Enfim, é uma vergonha o que aconteceu já que julgaram o livro pela capa. Isso é de uma ignorância sem tamanho.”, avalia o jornalista Willian Novaes, coautor da obra.



Para mais informações do livro CLIQUE AQUI
Você pode até não gostar do tema, pode não ser seu gênero literário, mas censura é uma coisa inadmissível!!!
E isso deve ser compartilhado!!!
Clique, comente e participe:

3 comentários:

  1. Se fosse uma simples empresa privada que praticasse a censura e justificasse, com provas, que o livro iria contra suas políticas, eu até entenderia, Lelê. Mas, nesse caso, é um absurdo. Temos que lembrar que a referida empresa representa o público, mesmo que em forma de concessão. E o que ela censurou é uma informação que só trará benefícios à população. É inaceitável.
    É triste, muito triste mesmo, certas coisas que só acontecem nesse nosso país.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei sabendo disso ontem, e achei uma pena e um grande absurdo. Somos obrigados a ver propagandas políticas mais do que enganosas e quando é para vincular a respeito de um livro sério, vem esta papagaiada!
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Nossa que absurdo, censura desse livro, num faltava mais nada pra acontecer nesse nosso país.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...