Divulgação: Entre Quatro Poderes

Olá!!!


Eu já falei deste livro aqui no blog, mas resolvi trazê-lo novamente porque em breve teremos uma resenha e sorteio de exemplares deste livro.

Além disso eu dei atenção especial para ele porque eu li o primeiro capítulo e simplesmente fiquei enlouquecida.

Livro que traz no primeiro capítulo o final é uma coisa que me conquista de cara. Sério mesmo!!! Fico doida pra saber o que aconteceu antes. Será que só eu sou assim???

Enfim, saiba mais sobre ENTRE QUATRO PODERES:







Sinopse:

O prefeito de Suares, uma pequena cidade do estado de São Paulo, passa por um momento crítico. Com a Polícia Federal em sua cola e sua vida pessoal desmoronando, o império construído com sangue e mentiras está prestes a ruir. Churrasco, envolto pelas sombras da vida pública, descobriu da pior forma possível que a caminhada de um político pode ser solitária e que cada decisão tem um preço. Só resta saber o quanto ele está disposto a pagar. No final das contas, todos conhecem a vida do homem público, mas sempre existe a história por trás da história.





Saiba mais:






Os jornalistas Khadidja Campos, Rodrigo Dias, Débora Kaoru e Anderson Fernandes, autores do livro “Entre Quatro Poderes”, lançado pela Editora Novo Século, encaram de um jeito diferente o cenário político brasileiro. E isso fica claro na obra escrita por eles. Diferente de outras publicações que tem a política como tema, a ficção resguarda identidades de políticos do cenário nacional, que o leitor pode se identificar, assemelhando-os ou comparando-os.

A ideia do livro, segundo explica um dos autores, Anderson Fernandes, “germinou de repetidas discussões sobre política, quase que diária, depois do expediente de trabalho”. Diante das muitas interrogações surgidas das conversas entre os quatro jornalistas, surgiu a ideia de se pesquisar sobre o assunto e colocar tudo no papel. Decidiram pela ficção e criaram personagens para situações que já foram diversas vezes estampadas em capas de jornais.

Na verdade, o que os quatro pretendem com o leitor é que ele, na sua leitura, entenda como é o processo político, principalmente no caso dos escândalos e da corrupção. “Como isso acontece, e como, muitas vezes, mesmo inocentes, e bem intencionados, alguns políticos são envolvidos. A história se desenvolve de forma que o próprio leitor terá a sua interpretação, quanto à inocência ou a culpa de um ou outro político”, destaca Fernandes. “Claro que tem culpados na nossa ficção, e inocentes, e que tudo, se bem entendido na leitura que faz o leitor, tem um porquê, e esse julgamento será feito conforme o entendimento dessa leitura”, completa Débora Kaoru.

O grande mote do livro é que os autores ficaram livres para dar andamento à ficção cada qual com o seu entendimento da política. “A gente discordava um do outro nas nossas discussões, frustrados com que presenciamos no dia-a-dia”, disse Khadidja, e Rodrigo, dado muito a rir dessas questões, ressalta que “muitas vezes a gente vê boa intenção de um ou outro político, mas ele é obrigado a negociar com outras áreas da política para colocar em prática seu plano ou proposta”.

Débora diz que essa relação jornalista-político é frustrante para ambos os lados, e prejudicial à comunidade.  “Mesmo que o político seja bem intencionado, tem aquele que vê, na ação política, oportunidades de negócios e de vantagens para si próprios, e aí a gente fica sem entender exatamente porque isso acontece”.

Os autores, apesar de muito jovens, têm vivência política, e, diferentes de muitos profissionais da sua idade, divergem um do outro. Exatamente porque procuram, cada um por si, a sua resposta, e isso fica claro na leitura de Entre Quatro Poderes, cujo título é dúbio: pode-se entender que o quarto poder seja a imprensa, porque quem escreve são jornalistas, ou, pelo que entendi, os “Quatro Poderes” sejam os próprios autores,  usando do que sabem para explicitar, cada um deles a sua maneira, os meandros da política através da fala e da ação dos personagens criados à sombra ou à semelhança dos próprios políticos.

Valores políticos
O romance se passa na cidade fictícia de Suares, porém, representa a realidade política enfrentada em muitos municípios em todo País. “Certamente será uma obra literária que aguçará as discussões sobre o verdadeiro papel do político frente as demandas do povo”, comentou Fernandes.

A Editora Novo Século, localizada em Alphaville, Barueri, é uma das maiores do País e conhecida por lançar a coleção do escritor André Vianco, dedicada a contos de vampiros. O título dos autores suzanenses fará parte da coleção Talentos da Literatura Brasileira, dedicada aos novos escritores.

Segundo Rodrigo Dias, "Entre Quatro Poderes" é um romance cujo protagonista é Churrasco, o prefeito da cidade de Suares, que ao perceber que a Polícia Federal está na cidade para prendê-lo, começa a repensar suas ações no comando do Executivo. A obra discute o relacionamento entre as pessoas que comandam a política brasileira, reunindo histórias fictícias similares a casos vivenciados pelos jornalistas durante o período de atuação como repórteres ou assessores de imprensa.

O livro já é vendido nas principais livrarias do país. "As pessoas votam, mas não sabem como funcionam os bastidores. Apesar de a história ser uma ficção, apresenta situações que podem ser encontradas em qualquer cidade brasileira", explicou Khadidja.

Facebook
A página do livro no Facebook (https://www.facebook.com/entrequatropoderes) já tem aproximadamente 25 mil seguidores e na mesma são discutidos temas como consciência política, incentivo à leitura, conquista de objetivos, dicas culturais, além de notas relacionadas ao lançamento do livro.

“Também compartilhamos notícias sobre casos de corrupção, improbidade administrativa, investigações em órgãos públicos,entre outros, para demonstrar aos nossos leitores que o tema que vamos trabalhar no livro não é algo distante da realidade e que muitas das situações que serão relatadas podem ou já foram registradas em qualquer cidade do País”, completou Débora.



LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO CLICANDO AQUI

7 comentários:

  1. Uma história intrigante. Estava curiosa pra saber como seria essa história e gostei do que li aqui. Agora vou ver se consigo providenciar um pra ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está prometendo, de verdade. Vou colocar ele na minha meta de leitura para o ano que vem, Lelê. Espero poder lê-lo.
    Excelente dica.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  3. Que massa, Lê!
    Não conhecia o livro, mas achei bem interessante. O tema é bem atual e sua empolgação me deixou empolgada também. Vou aguardar sua resenha. :)
    Beijão
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  4. Muito legal! Tema atual, vale como uma reflexão da política que fazemos no nosso cotidiano - sim, somos seres políticos - e como enxergamos a política que vem dos gestores.
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
  5. oi Lê, tudo bem?
    como a Manu frisou é um tema super atual e que atrai, esses jogos de poder e mancomunações duvidosas, isso sim dá um enredo e tanto
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sorteio: Não Olhe Para Trás + Maria Eduarda Medeiros Martins

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo