Resenha: Inferno


Título: Inferno

Autora: Meg Cabot

Páginas: 331

Editora: Galera Record



COMPRE AQUI: BUSCAPÉ










     Acho incrível o poder que essa tal Meg Cabot tem sobre mim. Cara, fico abismada mesmo!!

     Durante a leitura eu nem estava gostando tanto assim. Do mesmo jeito que aconteceu com Abandono, não estava curtindo... mas aí, vai chegando o final do livro... vai dando aquela agonia, e tipo, eu preciso do terceiro livro agora mesmo!!!!




"Por que há uma Noite do Caixão para
você em Isla Huesos se você não só
tem uma cripta, como me parece 
estar bem vivo? O que fez para 
acabar nesse emprego, afinal de contas?"
Pag. 33


     Essas e outras perguntas são respondidas no segundo livro. Praticamente todas as dúvidas que ficaram no primeiro livro, 'para mim' foram esclarecidas. 

     Mas é claro que surgiram outras. Em Inferno surgem novos elementos, novos personagens, personagens que não foram explorados em Abandono, apareceram mais agora... Então tem muitas outras coisas, novidades e dúvidas novas.

     Inferno começa exatamente do ponto de onde parou Abandono. Apesar da pequena confusão da primeira página (pois eu não lembrava exatamente onde tinha acabado, rs), ela da continuidade, mas sempre dando pinceladas no final de Abandono, ou seja, a autora te coloca na história de novo sem sofrimento, sem precisar ir lá na estante e procurar o livro para ler as últimas páginas.

     Eu sempre faço isso, leio a sequencia sem ler o anterior, justamente para ver se o autor consegue me fazer entender e me lembrar de detalhes do livro anterior. E a Meg faz isso de forma simples. Com as  lembranças dos personagens, com historinhas do tipo: "Você se lembra quando me disse aquilo?", e então o leitor consegue gradualmente lembrar de exatamente tudo.

     Bem, desta vez Pierce Oliviera está com seu John Hayden lá no mundinho dele: O Mundo Inferior.

     E eles estão apaixonados!! ♥ E John é tão fofo!! Só que achei John agora meio vira-latas. Tipo, pau-mandado. Tudo que Pierce quer, ele faz. Tá, isso é fofo! Mas gente!! Não é assim. Tá, não tenho ideia de como seria um relacionamento com uma moça que já morreu e voltou, com o Senhor do Mundo Inferior. Mas juro que não queria que fosse assim tão fácil, rsrs. Ah! Deixa isso pra lá.

     Continuando... Pierce está mais decidida, mas forte. Quando ela quer uma coisa, ela faz. Nem que tenha que fazer beicinho para John ajudá-la. E ele ajuda. 

     Desta vez os dois precisam voltar para a casa de Pierce e ajudar Alex, o primo dela, em uma enrascada. Na verdade eles precisam salvá-lo, mas ao fazer isso outros segredos serão revelados. Outras histórias serão iniciadas...

     As Fúrias estão por toda a parte e querem pegar Pierce de qualquer jeito. 

     O segredo de John é revelado. Os motivos que o fizeram parar no Mundo Inferior e o por que de seu cargo. Até isso achei fofo!! Eu gosto dele, fazer o quê?!

     Algumas vezes eu achei Pierce meio mimizenta, mas ela é assim. Quando quer alguma coisa, até mimimi ela faz. Só que na hora de uma briga ou de uma luta, ela enfrenta sem medo. E daí descobrimos o motivo de John ser tão apaixonado!!

  
"Quando as pessoas são impelidas
a fazer o bem pelo espírito da gentileza
humana, acredito que é um travalho
das Moira... assim como outras pessoas
são movidas a fazer o mal por causa
das Fúrias."
Pag. 127


     A capa está linda demais!! Achei mais bonita que do primeiro livro. A diagramação é perfeita. Cada início de capítulo somos agraciados com pequenos trechos de Inferno, de Dante Alighieri. As páginas são levemente amareladas e a fonte tem um tamanho ideal para deixar a leitura ainda mais agradável.

     Como eu disse no início, algumas vezes eu até acho que a trama esfria, fica lenta... mas a Meg consegue me prender mesmo assim. É inexplicável. Com uma narrativa simples, por Pierce, ou seja, em primeira pessoa; ela é quase viciante. Mesmo nos momentos de dúvidas e erros, afinal a protagonista tem só dezessete anos e já está no Mundo Inferior. Alôu!! Eu iria pirar né?!!!

     Recomendo sim, claro!! Leitura leve e gostosa. Um romance bacana de uma jovem com um garoto centenário e apaixonado. Muita adrenalina, lutas e descobertas!!

     Gostei bastante e quero ler logo o terceiro livro!!!





11 comentários:

  1. Puxa, ainda nem consegui ler o primeiro livro e já vem o segundo assim? Judiera!rs
    Meg é maravilhosa, a forma com ela envolve o leitor..e esse poder, de tornar bom o que não era tão bom assim.
    Fiquei super curiosa em relação aos livros e vou procurar o primeiro pra poder começar né?
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Alê,

    Sabe que tenho a mesma sensação que você com essa série?
    No começo não gosto muito mas aos poucos ela vai me envolvendo..rsrs

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  3. Também ainda não li o primeiro livro. Mais estou sabendo que a história é super envolvente e a trama bem caprichada. Espero conseguir ler, pois amo os livros da autora e quero este e o primeiro pra minha coleção. Fiquei bem mais curiosa agora, depois que li a resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Acho que essa é uma das primeiras vezes que você indica uma leitura e eu não tenho vontade de ler, Lelê. Não consigo gostar do tipo de escrita dessa autora. Sinceramente, dessa vez passo a leitura, apesar da sua boa resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto

    ResponderExcluir
  5. Já vi muitas criticas a essa série da Meg, muitos falam que ela perdeu a mão.
    É normal a Meg ter personagens mimizentos auhahuhuauha

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. tenho um problema com a Meg... ela é uma das poucas autoras que de verdade não me desce!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho tanto receio com os livros da Meg :/ , não tive uma boa experiência com livros dela
    Um beijo, te espero no blog
    Blog livros com café SUPER SORTEIO

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Lelê, nunca li Meg Cabot! Sei lá por qual razão, acho que só um livro dela caiu nas minhas mãos - justamente Abandono. Mas não dei a devida importância...
    Sei bem da legião de fãs que ela arrasta a cada livro lançado. E tenho mesmo vontade de ler uma série, nunca faço isso, acho que por conta dos dramas, que não são tão explorados em séries.
    Acho que vou dar uma chance a Abandono e a este seguinte, Inferno. Adoro as capas.
    Beijooo!
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  9. Quando recebi o post no e-mail achei que era o Inferno do Dan Brown - nossa, faz muito tempo que não leio nada ele! Agora, sabe que eu nunca li nada da Meg Cabot?, não sei, acho até que é um tanto de preconceito meu, pois já vi falarem muito bem dos livros dela, inclusive dos romances históricos; e é muito bom quando um livro nos prende fazendo desejar desesperadamente a continuação, não? Vou ficar de olho, quem sabe surge a oportunidade de ler algo dela.

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Lele! Eu gosto muito da série, e o mocinho extremamente apaixonado é o melhor, Meg tem um jeito especial de criar seus universos sobrenaturais, e sempre com bom humor.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Gostei bastante da resenha, e apesar de eu nunca ter lido nenhuma obra da Meg ela me parece uma autora incrível!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...