Resenha: Querida Sue


Título: Querida Sue

Autora: Jessica Brockmole

Páginas: 255

Editora: Arqueiro



COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ,  SUBMARINO,  AMERICANAS










     Um romance epistolar como há muito tempo eu não lia. Na verdade acho que "Querida Sue" foi o melhor que li!!




"Se soubesse o que é correr atrás de alguém
por uma breve nesga de tempo, se soubesse
como o mundo para de rodar, só por um 
instante, quando você o tem nos braços,
e em seguida recomeça com tanta rapidez
que você cai no chão, zonza."
Pag. 18


     A primeira carta é endereçada Sra. Elspeth Dunn por David Graham. Nela David diz que leu o livro de poesia escrito por ela e que gostou muito, agradece a beleza das palavras e sugere presenteá-la. David é na verdade um grande fã.

     Emocionada e feliz com a primeira carta de um fã, Elspeth responde a carta com muito bom humor, o que logo de cara dá para perceber que é uma das principais características da personagem.

     Essas cartas começam a ser trocadas em 1912, pouco tempo antes do início da Primeira Guerra Mundial.

     No início é uma amizade bonita com direito a revelações de segredos e confidências variadas, além de dividirem todo o cotidiano. Não tarda o amor começa a surgir em formato de frases; palavras encabuladas e medrosas no papel. Afinal estamos em 1912, não era nada normal uma mulher ficar trocando correspondências com um homem que ainda nem terminou a faculdade.


"Montar vacas não é um esporte arriscado em
si - já o pratiquei em inúmeras ocasiões -, mas
nós a estávamos fazendo subir a escada do
prédio de História Natural, em direção 
ao escritório do reitor."
Pag. 26


     Paralelamente vamos acompanhar as cartas de Margareth e Paul em 1940. O casal está apaixonado, porém Paul está indo para a guerra. Sim! A Segunda Guerra!

     E é neste momento que a mãe de Margareth entra em desespero. Medo da guerra? Lembranças dos momentos vividos na outra guerra? Preocupação com o possível sofrimento da filha?


"Quando você desceu do trem e um
feixe de luz do sol atravessou o vidro
do telhado e a iluminou, até um ateu
teria visto naquilo o dedo de Deus."
Pag. 111


     Todas essas perguntas só são respondidas lendo as cartas. Conforme a leitura vai acontecendo as cartas vão se entrelaçando. Mesmo com tantos anos de diferença, a história começa a se cruzar e podemos desvendar todos os mistérios que envolvem os personagens deste romance.

     Depois da leitura das primeiras cartas já tive ideia do que se tratava e de como terminaria, mas mesmo assim não tem como parar de ler, e em certo momento me vi torcendo para que o final que eu imaginava fosse o que a autora tivesse dado. Foi quase uma compulsão terminar este livro. Quando vai encaminhando para o desfecho e eu já tinha noção de que eram as últimas cartas, comecei a roer as unhas, foi inevitável, fiquei nervosa demais!! Que agonia me deu! 

     Ler essas cartas foi uma experiência maravilhosa, e posso até chamar de viciante. Mesmo esse vício tendo durado um dia e meio. Agora estou em crise de abstinência. Queria mais cartas pra ler!! Queria mais emoções pra sentir! Quero mais amor em forma de palavras!

     No livro tem um único poema. Como eu disse no início da resenha, a Elspeth era poetisa, e a autora só deixou um poema! Adoraria colocá-lo aqui pra vocês lerem, mas como ele é único vou deixar para que seja apreciado na leitura do livro. Mas gente!! Já adianto que é lindo! Marquei o poema  no livro e passei para o caderno. Quero guardá-lo com carinho.

     Se você curte um bom romance, daqueles de fazer suspirar numa página e na outra roer as unhas, e depois suspirar de novo, "Querida Sue" é para você! Leia!!







 
(3º livro da maratona literária #EuSouDoideira)

29 comentários:

  1. Juntou duas coisas que me interessam: cartas e a Segunda Guerra! Já para a listinha!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Duas coisas que gosto muito, livro de romance e poesia, já quero muito ler esse livro e me deixou curiosa com esse poema do final, deve ser linda essas cartas as pessoas andam muito desligadas das coisas boas da vida, meu marido me mandava várias cartas, as mulheres precisavam saber o que é isso.

    ResponderExcluir
  3. Lele, concordo com voce que e um romance lindo! Fiquei completamente encantada com a habilidade da autora em desenvolver tao bem um romance todo por cartas e ainda conseguir passar todo o drama e as situaçoes sem deixar pontas soltas.
    Foi uma das minhas melhores leituras deste ano, sem dúvidas.
    Beijo!
    Ler para divertir

    ResponderExcluir
  4. Ah, me encantei com a premissa do livro!É bem meu tipo de leitura. *-*
    Quero ler já!
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Lê, confesso que não sou lá muito chegado a romances não. Porém, lendo a sua resenha, até me interessei por esse. Primeiro porque não é aquela coisa de adolescentes apaixonados se amando para sempre. Esse tipo de clichê me aborrece. Em segundo lugar, a estrutura epistolar me chamou atenção. Já li um livro assim (Da Clarice e do Sabino) e gostei bastante. Acho que daria uma chance a leitura.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  6. Oi Lele! Eu não solicitei este livro, mas vi tantas resenhas positivas e encantadoras como a sua, que vou comprar em breve, parece ser uma trama única e cheia de sentimentos.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi Alê! Quando soube do lançamento deste livro, fiquei muito curiosa com a forma que o livro, ou melhor seu enredo foi contado: cartas. Deve ser uma leitura encantadora mesmo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. eu não dava nada pelo livro, mas depois de tantas boas resenhas e essa minha paixão por romances que não me deixa não querer esse livro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ola! Só tenho lido resenhas fofas sobre o livro e me convenci de lê-lo assim que escutei uma entrevista da autora no youtube. Ela é tao fofa quanto a historia!

    Alias encontrei seu blog através da Aline do Livros y Viagens e já estou amando! Estou seguindo blog e se quiser conhecer meu cantinho também será super bem vinda

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  10. Oi, Alessandra!

    Que história linda! Adoro os assuntos abordados, espero lê-lo em breve.

    Beijos,
    Gabe
    http://sixdoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu não abro mão de um romance..aí venho no site e me deparo com algo assim..Cartas!!!Tanto se pode dizer sobre elas, entre elas..Histórias que se cruzam,amores que se perdem, se prendem.
    Não conhecia o livro mas foi amor a primeira espiada e encantamento total na sua resenha.
    Com certeza, vai pra lista de desejados!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. awn... agora fiquei morrendo de vontade de ler "Querida Sue", fiquei curiosa para saber como é esse único poema, quero morrer de ansiedade também lendo o livro. quero suspirar com esse romance...

    ResponderExcluir
  13. Desde o lançamento esse livro me despertou a atenção......gosto de livros que misturam presente e passada, ainda mais com cartas, poemas.....tudo que eu adoro!
    Espero lê-lo muito em breve !

    ResponderExcluir
  14. Oi Alessandra..
    Desde que lançou que tenho vontade de ler este livro, ele parece mesmo ser demais.
    Que bom que gostou e recomenda, me animou mais
    Adoro um bom romance..

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu li esse livro Querida Sue em ebook.. Chorei muitoooo..que história linda,envolvente...Espelth & David te fazem torcer por eles e que obtenham um final feliz...
    Sem sombra de dúvida, foi o melhor livro (desse estilo) que li neste ano de 2014 e duvido que outro consiga superar.
    Preciso dele em papel pra poder relê-lo sempre que eu quiser.
    Sua resenha disse extamente como é no livro...
    Parabéns.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Ale, quando eu vi o livro pela primeira vez, a capa fez com que eu me desinteressar, mas depois que li sua primeira resenha, fiquei encantada com a forma de amor escrita como cartas (pois nunca li) e a leveza que senti da história, com isso, este livro ganhou meu coração e entro em minha lista......
    Então por mi, "Querida Sue", merece ser lido e admirado...

    Bjssss

    ResponderExcluir
  17. Lele!
    Ando bem interessada em ler esse livro.
    Faço correspondência há mais de 35 anos e livros baseados em cartas, são fascinantes, principalmente na era de tecnologia.
    Imagina ter as cartas como única forma de se comunicar com alguém distante na época da guerra?
    Bom final de semana!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  18. Faz tempo que eu não leio um romance epistolar, adoro cartas e esse livro parece ser lino sensível e muito emocionante, não me importo em saber para onde a história se encaminha e adivinhar o final, afinal é o caminho até lá que interessa.

    ResponderExcluir
  19. Acho esse livro muito romântico e tenho mó vontade de lê-lo.Toda resenha que leio sobre ele diz o quanto ele é intenso e provoca reflexões em quem o lê, um romance realmente instigante com todas as suas cartas. Realmente faz qualquer amante de romances querer saber mais.

    ResponderExcluir
  20. Adoro livros de época e este parece ser, pois começa lá por 1912, só este motivo já é o bastante para despertar meu interesse de ler, pois em histórias de época o amor é mais intenso.

    Rônida Lorenzoni // ronida_sindi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Desde que vi um post da Arqueiro sobre o livro fiquei muito curiosa para ler. Ele parece ser muito interessante mesmo!
    Ótimo texto! ;)

    ResponderExcluir
  22. Parece muito interessante, amo livros que se passam em períodos de guerra. Assim como amo romances, então sem dúvidas essa é uma leitura que eu não dispenso.

    ResponderExcluir
  23. Achei o romance incrível e adoraria poder ler. A história nele me conquistou. Não vejo a hora de poder conferir isso tudo e curtir a leitura de montão. Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Adoro um romance e esse parece ser ótimo, estou doida pra ler!

    ResponderExcluir
  25. " Se você curte um bom romance, daqueles de fazer suspirar numa página e na outra roer as unhas, e depois suspirar de novo, "Querida Sue" é para você! Leia!!"



    pelo visto é pra mim *-------*

    ResponderExcluir
  26. Adorei a resenha.... Fiquei com mais vontade de ler <3

    ResponderExcluir
  27. Nossa, o melhor romance que você já leu? Barrou TODOS do Nicholas Sparks?? Deve ser bom mesmo esse livro!
    Livros, filmes, seriados.. tudo que envolve a primeira ou a segunda guerra mundial é muito bom! Adoro esse tema.
    Amo livros que trazem algo diferente.. uma carta, um e-mail, um recado, acho mais interativo haha
    Beijos e Boa semana
    xoxo

    ResponderExcluir
  28. Há algum tempo que quero ler este livro, adorei a sinopse, a resenha a capa, me parece ser uma estória linda!!!

    ResponderExcluir
  29. Oiee.
    Eu ainda não li o livro e essa resenha é a primeira que leio, e gostei do que li.
    O livro já me interessava porque achei a capa linda, e depois de ler sua resenha me interessei mais ainda e quero muito lê-lo o mais rápido possível, me pareceu ser uma história bastante emocionante e quero conhecê-la também.
    Bjokas!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo