Divulgação: Editora Planeta

E lá vamos nós conhecer os lançamentos do mês da Editora Planeta!!

Confira:





A CAÇADA AO LOBO DE WALL STEET


Jordan Belfort fez uma fortuna no mercado de ações americano nos anos 1990 e viveu uma vida de luxo, drogas, sexo e pura loucura. O problema foi que, para enriquecer dessa maneira, ele não seguiu apenas o bom caminho, e o FBI não deixou barato... Acusado de fraude de valores mobiliários, manipulação de ações, lavagem de dinheiro e outros inúmeros crimes financeiros que nem ele saberia citar, Jordan se viu obrigado a cooperar com a Justiça americana, dedurando amigos e antigos colegas para tentar se livrar de uma pena que poderia chegar a 30 anos de prisão – e arruinar de vez sua vida.
Em A caçada ao Lobo de Wall Street, Jordan conta com sua fina ironia e acidez todos os detalhes de seu início de carreira, bem como tudo que aconteceu com ele depois que seu império desmoronou: perdeu a esposa, o dinheiro e quase perderia os filhos. Uma história contada sem pudores, por um homem cativante que precisou se reinventar a qualquer custo.



JORDAN BELFORT nasceu no Queens, em Nova York. Seu primeiro negócio o levou à falência aos 24 anos, até que, três anos depois, fundou a Stratton Oakmont e se tornou um dos homens mais ricos do mercado de ações nos Estados Unidos. Indiciado pelo governo federal aos 36 anos, ele cumpriu 22 meses na prisão e passou um mês na reabilitação. Hoje Jordan mora em Los Angeles e é palestrante motivacional.





 ERA UMA VEZ... EU!

Em Era uma vez... Eu!, o leitor encontrará o indesejável, o descartado. Verá as faces daquilo com que convivemos no céu, na terra e no mar, e que tanto renegamos: ele, o lixo. Este que cresce, cada vez maior, tomando todos os espaços em cores sujas, em papel amassado, em texturas que incomodam e exalam pela imagem o odor, o incômodo permanente que buscamos esconder. Até que de tão grandioso este lixo não possa mais ser escondido, nos absorvendo, sendo nosso próprio fim: ‘’Seus olhos serão lixo não reciclável, ainda que tenham visto todas as metáforas do infinito. ’’


Paulo Lins nasceu em 1958 na cidade do Rio de Janeiro. Dentre todos os que já escreveu, estão ‘’Desde que o samba é samba’’ e ‘’Cidade de Deus’’, publicados pela Planeta.

Maurício Carneiro é ilustrador, figurinista e cenógrafo e foi responsável pelas ilustrações de figurinos na série de filmes Harry Potter.

Beo Da Silva é atriz circense e cantora, atuando em galerias e cabarés.

Eduardo Lima é designer gráfico e um dos responsáveis pelo design de todos os objetos gráficos de cena da série de filmes Harry Potter.




 MANUAL PRÁTICO DO ÓDIO

Original e vertiginoso, com uma linguagem agressiva e contundente, o relato da vida de Lúcio Fé, Aninha, Régis, Celso Capeta e Neguinho da Mancha na Mão mostra a disseminação do ódio como o sentimento real de uma sociedade competitiva, levado às últimas consequências no contexto da periferia de São Paulo. Manual prático do ódio incomoda e assume-se como uma possível arma contra o distanciamento social construído pela escravidão e pelo capitalismo.

Escrito por quem conhece de perto os personagens e o ambiente em que eles circulam, o romance deixa claro que o autor fala do ponto de vista do sujeito pobre, formado pela cultura de massas, e, embora não compactue com o rancor social manifestado por seus personagens, tenta ao menos compreendê-lo.

Manual prático do ódio é um livro que pulsa como a quebrada das vielas na periferia de uma das maiores metrópoles da América Latina.

Ferréz trabalhou como balconista, auxiliar-geral e arquivista. Seu primeiro livro, Fortaleza da Desilusão, foi lançado em 1997. Foi com Capão Pecado (2000) que se firmou como um dos melhores escritores de sua geração. Em 2012 lançou o romance Deus foi almoçar. Fundou o selo Literatura Marginal e a 1DASUL, marca de roupas produzidas no bairro onde vive, além da ONG Interferência, que atua no Capão Redondo. Atua ainda como conselheiro editorial do Le Monde Diplomatique Brasil e tem um blog sobre militância e cultura de periferia. Vive no bairro do Capão Redondo, em São Paulo, com esposa e filha.





 MULHERES DE ÁGUA

As mulheres são as personagens principais em cada um dos 22 contos que compõem este livro de Gabriel Chalita. Apesar de as histórias serem independentes umas das outras, o elo ou o fio que as une é a sensibilidade feminina, tantas vezes representada através de versos, canções e outras manifestações artísticas ou literárias.

Os contos curtos, tendência da literatura contemporânea, na sua forma e simplicidade estética traduzem na sua essência a complexidade de cada uma das Maria das Dores, Anésias, Joaninhas, Gorettis, Judiths, Loretas, Virgínias e todas as outras personagens que encantam e se revelam.

O livro Mulheres de água é uma verdadeira homenagem do autor a todos os seus leitores, homens ou mulheres, que conhecem ou se reconhecem através da alma feminina.

Gabriel Chalita nasceu em Cachoeira Paulista (SP), em 1969. Sua obra é composta por mais de 60 títulos, de vários gêneros, da poesia aos ensaios, do infantil aos contos e romances. Foi secretário da Educação do Estado de São Paulo e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Foi o vereador mais votado do Brasil, nas eleições de 2008. Em 2010, elegeu-se deputado federal, com mais de meio milhão de votos.






Confira também o vídeo do livro ERA UMA VEZ... EU! Que está bem legal:





3 comentários:

  1. não me interessei Lê, por nenhum dos livros :(
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Com exceção do primeiro livro, os livros não me chamaram a atenção. Mas "A Caçada ao Lobo de Wall Street" parece ser excelente.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  3. Nenhum dos livros me chamou atenção!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...