Resenha: Filha da Floresta






Título: Filha da Floresta

Autora: Juliet Marillier

Páginas: 607

Editora: Butterfly



COMPRE AQUI: FNAC SARAIVA EXTRABUSCAPÉSUBMARINO PONTO FRIOAMERICANAS









     Escolhi este livro porque havia visto alguns comentários positivos sobre ele. Porém o que eu não imaginava era que eu iria amar tanto a leitura. Não tinha ideia do quanto este livro iria me encantar!




"Estava furiosa com meu pai. Mas
ao mesmo temo queria que me
amasse, que me desse atenção.
Não conseguia apagar esse 
desejo dentro de mim."
Pag. 28


     A narradora desta riquíssima história é Sorcha, é ela quem nos conta suas lembranças vividas em um longo período de dor, luta e magia.

     Sorcha nasceu na velha Irlanda, uma terra rodeada de florestas e seres místicos, onde seus habitantes vivem em paz entre si, e em guerra com seus vizinhos bretões.


"Use um pedaço de galhos que esteja
no chão, daqueles que as tempestades
e os raios derrubam. Se precisar
cortar madeira pela licença. Os bens
da floresta não dever ser 
retirados sem motivo."
Pag. 127


     Ela é a sétima filha do sétimo filho. Sua mãe faleceu logo após seu nascimento, e deixou Sorcha aos cuidados de seus irmãos.
     Lorde Colum, pai de Sorcha, sempre foi um homem fechado, um pouco misterioso e um guerreiro nato.
     Aos treze anos, o que mais Sorcha deseja é o carinho do pai, mas isso parece algo impossível.


"Ele me abraçou por um instante. Senti
a tensão em seu corpo e as batidas 
aceleradas de seu coração. Então
saiu, movendo-se como um gato no
escuro, rápido e silencioso."
Pag. 52


     Sorcha tem o poder de conversar com os Seres da Floresta, além de entender muito sobre as plantas, com isso ela faz chás e infusões que tratam e curam várias enfermidades dos moradores de Sevenwaters.


"Os bretões não tinham senso de humor. 
Como um povo sem magia, sem vida
como aquele poderia conhecer
o riso e a alegria?"
Pag. 273


     Um dia seu pai traz para Sevenwaters uma mulher sinistra, Lady Oonagh. No início ela se mostra uma boa mulher, mas não consegue enganar todos dos filhos de Lorde Colum. Sorcha não acreditou nela, e toda a desgraça da vida da família tem início com o casamento.


"Por que a Sorcha? - ele perguntou.
- Por que justo ela tem de sofrer tanto?..."
Pag. 208


     Sorcha e seus irmãos se tornam vítimas de uma maldição horrível, mas bota horrível nisso!
     E somente a inocente, e ainda menina pode quebrar esse feitiço. Só que para isso ela irá passar por provações e tarefas que são quase impossíveis de suportar.


"Liam, Diarmid. Cormack, Conor. 
Finbar, Padriac. Preciso de vocês
aqui. Preciso. Vou trazê-los 
de volta. Vou trazer."
Pag. 408


     E assim Sorcha começa sua tarefa. E quando  toda a violência e humilhação parecem fazê-la desistir, surge um guerreiro bretão que lhe promete proteção até o fim da sua tarefa.
     Novamente o tormento começa na terra dos inimigos. Lorde Richard, um vilão daqueles de fazer inveja na pior bruxa das histórias que conhecemos, chega para impedir que Sorcha termine sua missão.

     Mais violência e humilhação para ela resistir. É, não é nada fácil!!


"Tudo se deu em dois estágios. O
primeiro foi difícil de enfrentar, pelo menos
para mim, mas nada se compara ao segundo.
O primeiro foi maldade, pura maldade.
Mas o segundo foi assassinato."
Pag. 393


     Por mais que eu tente explicar a riqueza desta história será pouco. São tantas emoções. Dor, alegria, angustia, amor, fé, determinação. Sorcha é tudo isso  e ainda consegue ser tão doce como o mel. Uma mocinha dessas que não se encontra mais nos livros.
     E os vilões? Gente, esses são realmente péssimos. É muita arrogância e maldade para aguentar.
     Aí você me pergunta: "E o mocinho, não tem?"
     Sim!! Tem!! E ele é tudo o que um mocinho heróis precisa ter e ser para me deixar sonhando e dando suspiros pela casa.


"É engraçado como algumas coisas ficam
guardadas nitidamente em nossa memória
e outras não."
Pag. 358


     É. Assim como disse Sorcha, este livro ficará para sempre guardado na minha memória.

     A capa está maravilhosa, com detalhes em relevo e metalizada. A diagramação é linda, com detalhes no início dos capítulos. Tem ainda um índice e um mapa da Irlanda e da Bretanha. Perfeito! As páginas são levemente amareladas e a fonte utilizada tem um tamanho bom.
     Os únicos erros que encontrei foram de digitação, nada que prejudicasse a leitura. Aliás se os olhos não estiverem atentos, passam despercebidos.

     Com certeza este se tornou meu livro de fantasia favorito!

     Recomendo demais!!!








COMPRE AQUI: FNAC SARAIVA EXTRABUSCAPÉSUBMARINO PONTO FRIOAMERICANAS








11 comentários:

  1. Uau!!
    Primeira resenha que leio sobre esse livro..Não que já não o tenha visto por aí,mas nunca havia me chamado a atenção.
    Me lembrou um bom conto de fadas no início.rs a "bruxa" velha que se casa com o pai da mocinha..e aterroriza todo mundo.
    Mas percebi, e como percebi, que vai bem além disso!
    Percebei que a heroína além de traze a doçura, também traz a garra das grandes lutadoras e que além do aprendizado, ela terá mais por que e para quem lutar!
    Fiquei curiosa em relação ao mocinho..rs(romance???)
    Vai pra lista dos desejados!!

    Um beijo!!!

    ResponderExcluir
  2. Foi com certeza a melhor resenha que já li deste livro!
    Tinha ficado curiosa nas outras vezes, mas agora quero muito ler!!!
    Adoro histórias de fantasia, com magia e tudo mais!

    ResponderExcluir
  3. parece realmente uma historia linda!! To curiosa para ler kkkk vou até anotar no meu skoob já! E parabéns pela resenha, ficou muito boa!
    Bjs e já estou te serguind =)
    closettgarden.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Alê adorei sua resenha (eu estou com o livro aqui na minha estante, deixando-o de lado porque sei que depois que terminar vou querer o segundo logo....)
    Ain, que raiva viu....quero tanto ler!!!!!!!!

    Beijo
    http://heysisteraj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Lele
    primeira vez que vejo o livro e leio uma resenha do mesmo, e já fiquei querendo!!
    Adoro fantasia, vilões e claro, mocinhos para suspirar durante a leitura!
    Essa capa é lindíssima.
    E amei os quotes que você selecionou
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha começado a me encantar com esse livro ao ler o posto "Li até a página 100", que você postou. E, depois dessa resenha, o encanto não passou! Já favoritando para comprá-lo assim que eu puder! :D

    ResponderExcluir
  7. Esse livro deve ser mesmo muito bom..... Sua ambientação, época, gênero, personagens, enfim, tem tudo para ser fantástico!!!!! Já estava de olho nessa série há um tempo, mas sempre pensava, depois compro. Ontem foi a gota d'água..... Alê, você fez uma crítica tão positiva que não tive mais dúvidas, comprei. A propósito, adorei a resenha, e não vejo a hora de poder me deliciar com essa história. Bjo.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Que incrível, já vi um filme que batia na tecla de 'sétima filha do sétimo filho', e fiquei pensando se não seria desse livro. Mas não lembro qual é o filme, e acho que não deve ter ligação não. haha

    Parece ser uma leitura incrível!!

    Beijos!!
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha lido a resenha desse livro e simplesmente amei <3
    Não vejo a hora de ler ele *-*
    Porque você não faz a resenha do segundo livro em vídeo?
    Até mais :*

    ResponderExcluir
  11. Minha querida vc já tinha me convencido a ler o livro! Precisava disso tudo??? Agora fiquei meio desesperada kkkkkkkkk
    Fui ver o preço na Saraiva. OMG preciso de uma promoção. Amei, amei!

    @lira_juu
    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo