Divulgação: Valentina

É com muita alegria que hoje eu mostro para vocês o próximo lançamento da nossa querida Editora Valentina.


RIN TIN TIN
A Vida e a Lenda 
Susan Orlean





SELECIONADO PELO NEW YORK TIMES PARA O SELETO GRUPO DOS 100 MELHORES LIVROS DO ANO NOS EUA 


Ele achava que o cão era imortal.
Assim começa a vasta, poderosa e comovente narrativa de Susan Orlean sobre a jornada de Rin Tin Tin – de sobrevivente órfão a astro do cinema e ícone internacional do showbiz.
Suzan, redatora da New Yorker chamada de “patrimônio nacional” pelo Washington Post, passou cerca de dez anos pesquisando e escrevendo sua mais cativante obra: a história de um cão que nasceu em 1918 e nunca morreu.
A narrativa começa num campo de batalha francês da Primeira Guerra Mundial, quando Lee Duncan, um jovem soldado americano, descobre um sobrevivente: um pastor-alemão recém-nascido nas ruínas de um canil bombardeado. Para Duncan, que passou parte da infância num orfanato, a sobrevivência do cão fora um milagre. Havia algo em Rin Tin Tin que o compelia a compartilhá-lo com o mundo. Duncan o levou, então, para a Califórnia, onde suas aptidões físicas e a capacidade de representar chamaram a atenção da Warner Bros. Durante os dez anos seguintes, Rinty estrelou 23 sucessos do cinema mudo que salvaram o estúdio da falência e fizeram dele o cão mais famoso de todos os tempos. No auge da popularidade, Rin Tin Tin foi o campeão de bilheteria de Hollywood.
Ao longo das décadas seguintes, Rinty e seus descendentes fizeram a conturbada jornada do cinema mudo ao falado, do preto e branco à cor, do rádio à televisão, culminando no seriado de TV As Aventuras de Rin-Tin-Tin, um dos mais populares programas da época do baby boom. O legado do cão herói foi consolidado por Duncan e alguns outros – como Bert Leonard, o produtor do seriado da TV, e Daphne Hereford, a proprietária do atual Rin Tin Tin –, que dedicaram a vida para assegurar a imortalidade da lenda.
Na essência de Rin Tin Tin – a Vida e a Lenda há um tocante estudo do duradouro vínculo entre os humanos e os animais. Mas o livro é também uma história ricamente matizada da indústria do entretenimento e do empreendedorismo no século XX. Abarcando um período de 90 anos, ele aborda a mudança de status dos cães, de ajudantes em fazendas a membros diletos das famílias urbanas, da origem do treinamento para a obediência à evolução genética das raças, da ascensão de Hollywood ao passado e presente dos cães de guerra.
Rico de humor e emoção, repleto de momentos que certamente levarão o leitor às lágrimas, Rin Tin Tin fez parte da prestigiadíssima lista dos 100 MELHORES LIVROS DO ANO do New York Times, principalmente por ser uma mescla irresistível de história, humanismo e maestria narrativa – esplêndida celebração de um grande ícone universal por uma das mais talentosas escritoras da atualidade.



Sobre a autora:

SUSAN ORLEAN é redatora da New Yorker desde 1992. Trabalhou como editora colaboradora da Rolling Stone e da Vogue e como colunista do Boston Phoenix e do Boston Globe. Seus trabalhos foram publicados na New York Times Magazine, Spy, Esquire e Outside. Orlean é autora de sete livros, entre eles Saturday Night, The Bullfighter Checks Her Makeup e O Ladrão de Orquídeas, best-seller do New York Times que inspirou o filme Adaptação com Nicolas Cage e Meryl Streep, dirigido por Spike Jonze. Oscar de melhor roteiro adaptado, além de premiado no Globo de Ouro e no BAFTA, entre muitos outros. Susan mora com a família e seus animais em Columbia County, Nova York. Para mais informações, visite susanorlean.com, twitter.com/susanorlean ou rintintinthebook.com.


Elogios e Comentários:

“Impressionante! Um livro capaz de comover até mesmo os de coração mais duro. Não se engane com o título, Rin Tin Tin não é, de forma alguma, apenas a biografia do célebre cão, como Moby Dick não é a simples história de uma baleia. Susan surfa na onda do tempo, começando lá na década 1900 até os dias atuais, e entrega ao leitor um resumo inteligente e sagaz de quase um século de cultura pop norte-americana. E o resultado desse tour de force é o casamento perfeito entre jornalismo, memórias e técnica literária. O livro é, sem sombra de dúvida, maior que a soma de suas partes.” — The Boston Globe

“Rin Tin Tin foi mais que um cão. Encarnou os paradoxos cruciais do ideal americano: um solitário e um fiel companheiro, guerreiro bravo, mas vulnerável. Aprendi, estarrecida, neste livro encantador, que suas 11 gerações abrangem a quase totalidade de um século. Nesta crônica de seus incríveis altos e baixos, Susan Orlean nos proporciona uma fascinante e inesquecível experiência de leitura.” — WALTER ISAACSON, um dos maiores biógrafos do mundo (Steve Jobs, Benjamin Franklin, Kissinger e Einstein)

“Fascinante… A abrangente história do pastor-alemão que nasceu nos campos de batalha da Primeira Guerra, sobreviveu aos bombardeios, imigrou para os Estados Unidos, conquistou Hollywood, viveu a transição do cinema mudo, ajudou a mobilizar milhares de protetores de animais contra Hitler é uma obra de valor inestimável.” — Primeira página do New York Times Book Review

“Adorei o livro. A história, a guerra, a indústria do entretenimento, a humanidade, a inteligência e a beleza se entrelaçam nesta magnífica narrativa sobre a vida americana, o vínculo entre humanos e animais e o vazio que seria não termos cães em nossas casas, nossas telas e nossos livros. Esta é a história que Susan Orlean nasceu para contar – um texto incrível, com fatos incríveis e personagens incríveis.” — REBECCA SKLOOT, autora de A Vida Imortal de Henrietta Lacks

“Simplesmente magnífico.” — Vanity Fair

“Profundamente tocante… Um livro inesquecível sobre a devoção mútua entre um homem e um cão.” — The Wall Street Journal

“Surpreendente… Susan Orlean construiu uma obra-prima tanto do ponto de vista do jornalismo quanto da narrativa em si. Há passagens que nos emocionam, trazem o leitor para a intimidade dos personagens. Grandes livros sobre a relação com animais de estimação estão em alta nas listas de mais vendidos, e Rin Tin Tin merece com louvor um lugar de destaque em todas elas. Inesquecível e espetacular.” — Chicago Tribune


Incrível não é mesmo?? Já estou ansiosa pelo lançamento!!
Espero que tenham gostado da novidade!! Em breve termos mais por aqui!!

Bjkassss


5 comentários:

  1. Oiii amigaa..
    Ai ai, eu não sou da época, mas minha mãe ama esse cão... Adoraria ler este livro, porém, livro de cachorro, dependendo do final, me arrasam. Não sei o que certas expressões podem revelar ali nas indicações...hahaha.

    Beijosss

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Me lembro saudosa dessa série..... Mas não sei se leria esse livro. Ele não figura entre as minhas preferências literárias.

    ResponderExcluir
  3. Até hoje eu ainda não li nada publicado pela Valentina, mas como adoro histórias de cães, com certeza vou procurar este livro!!!

    Vanessa - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Gostei de saber um pouco mais sobre o livro pra mim seria mesmo só uma biografia da cão, fiquei interessada na história.

    ResponderExcluir
  5. Depois desse tanto de elogio, fiquei curiosa para ler. Só vou esperar uma resenha dele antes de me jogar na compra ahahaha

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo