Resenha: A Luz Através da Janela



Título: A Luz Através da Janela

Autora: Lucinda Riley

Páginas: 542

Editora: Novo Conceito

Compre aqui:  SARAIVAFNAC












     Lucinda Riley tem o poder de transportar o leitor para o mundo que ela cria com uma facilidade incrível.

     Em "A Luz Através da Janela" vamos conhecer Emilie de La Martinières, uma mulher que resolveu seguir um caminho diferente do imposto por sua família.
     Édouard, seu pai, morreu quando ela era muito jovem e nunca contou nada sobre a história da sua família. Ele era um homem generoso, porém muito fechado.


"Nascida em uma família extraordinária, tudo o
 que ela queria era parecer uma pessoa normal."
Pag. 33


     Sua mãe nunca foi presente. Uma mulher amarga, mas o que Emilie não sabia era o motivo da mãe ser assim. Emilie achava que Valerie apenas não gostava dela.
     Com a morte de Valerie, Emilie herdou tudo; a casa, cheia de obras de arte valiosas e jóias. Herdou também um château caindo aos pedaços com uma vinícola, e um mar de dívidas.


"O nascimento e a subsequente presença de Emilie
pareciam ter tanta importância para ela quanto
a aquisição de mais um chihuahua que faria
companhia aos outros três."
Pag. 11


     Sem saber o que fazer, Emilie resolve passar alguns dias no château para pensar.
     Então ela conhece um homem que a princípio era muito gentil, educado e que está disposto a ajudar Emilie em todos os problemas. E ela se entrega e se deixa levar por Alex Carruther.


"Até mesmo os dias mais enfadonhos pareciam 
ter o brilho do sol, uma caminhada habitual por
entre os charcos se transformava num momento
mágico, simplesmente porque ele estava ao meu lado."
Pag. 180


     Um dia Emilie descobre um caderno com poemas escritos por Sophia, irmã de seu pai, e a curiosidade dela a leva a conhecer toda a história sobre seus antepassados, e como isso pode alterar seu futuro.


"Comparado as dificuldades e provações dos
últimos quatro anos, quando milhões de pessoas
perderam a vida ou seus entes queridos para a
guerra, o romance de Sophia poderia ser
visto como algo trivial."
Pag. 300


     O início do livro é em 1999. Para conhecer o passado da família De La Martinières vamos para 1943, durante a Segunda Guerra Mundial.

     Constance Carruthers é uma recruta e está pronta para a guerra, mas o destino a levou para Édouard e Sophia. E é assim que tudo se entrelaça.


"Eu fui a um dos comícios em Nuremberg e a
atmosfera era inacreditável. O Führer tinha uma
presença muito forte, um carisma que o tornava
irresistível a uma nação maltratada."
Pag. 424


     O jeito que esta história é contada é tão viciante e incrível!!

     É narrado em terceira pessoa. O ponto de vista principal é o de Emilie. Mas a autora não deixou nenhuma brecha, conseguimos acompanhar todos os personagens perfeitamente, e olha que são muitos. E todos os personagens são extremamente intensos.

     São mais de quinhentas páginas, porém eu em em dois dias e meio. O livro é lindo!!

     A capa está bem bonita, com uma moça na janela olhando para o escuro. Depois de ler o livro é que entendi o porque disto. A diagramação é simples, com letras grandes e parágrafos bem espaçados, uma leitura nada cansativa.

     Se você ainda não conhece esta autora, dê uma chance, leia e se apaixone.

     Eu recomendo com certeza!!





20 comentários:

  1. Eu tenho um pouco de preguiça de comprar um livro da Lucinda pro causa do tamanho, sinceramente. Gosto dessa capa e por ter passagem pela Segunda guerra eu me sinto atraída. Agora que você disse que apesar das muitas páginas (passou de 450 já é muito para mim! :s) ele é bem espaço e com fonte agradável, posso pensar em dar uma chance ;)

    Gislaine Alves
    atualizado, comenta?
    Jeito Inédito

    ResponderExcluir
  2. eu assim como a gislaine assustei bastante com o tamanho dos livros da lucinda, pois é bem dificil vc manter o ritmo de escrita, tem que ser uma historia com consistencia e isso nos livros dela tem de sobra, virei fã e estou doida pra ler seu mais novo sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Adorei os quotes que escolheu! *--*
    Gosto da capa desse livro, mas ainda não tive a oportunidade de comprá-lo =/
    E não conheço a autora, estava meio em dúvida. Mas claro que isso mudou com a sua recomendação. Vou procurar mais a respeito. E quem sabe, comprar logo logo *o*
    Fofa a resenha, parabéns!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei esse livro. É uma história completamente envolvente e viciante, principalmente quando Emilie começa a desvendar o passado de seu pai e tia. Conheci a autora com o livro "A Casa das Orquídeas" e nem pensei duas vezes quando esse foi lançado. Comprei "A Luz Através da Janela" imediatamente, sem esperar por qualquer resenha e não me arrependi. É, realmente, uma ótima leitura!!!!!!!! Adorei a resenha....

    ResponderExcluir
  5. Acho muito interessante livros assim, que podemos acompanhar duas épocas diferentes e que mesmo assim uma influencia diretamente na outra, acho muito legal.
    A história é muito interessante e parece ser realmente um livro que te envolve facilmente e assim torna a leitura mais leve e rápida. Realmente muito interessante.

    ResponderExcluir
  6. Quero tanto esse livro :(
    Amei sua resenha. Adoro livros intensos e bons como esse promete ser.
    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. A cada resenha que leio desse livro, fico mais animada em lê-lo, ;)

    bjo!

    ResponderExcluir
  8. Nossa eu quero muito ler esse livro é a casa das orquídeas também , quase comprei ele esses dias mais fiquei meio em dúvida mais agora com a sua resenha tenho certeza de que vai valer a pena :D Beijos !

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  9. Fiquei bem curiosa pra ler esse livro logo que ele foi lançado, ainda mais por saber que é da mesma autora que A casa das Orquídeas, já vi muitas resenhas dizerem que o livro é ótimo estou bem curiosa pra ler.Espero ter logo essa oportunidade.
    Bjos.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  10. Oi, que linda a usa resenha, me senti nas páginas do livro..A autora é demais, ganhei A Casa das Orquídeas e agora quero esse aí.
    Lindo!

    Beijos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/


    P.S: Aproveito a oportunidade para anunciar que tem sorteio de livro nacional. Venha apoiar. http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/2013/01/sorteio.html

    ResponderExcluir
  11. Eu pretendo ler o livro. Gostei muito do outro que li dela.
    Ela tem um jeitinho de escrever que deixa a gente super a vontade quando está lendo.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  12. Eu particulamente acho a Lucinda super meiga, tanto em pessoa, tanto pelo que dizem em escrita. Pretendo muito ler os dois livros dela lançados aqui no Brasil.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Lele, agora eu fiquei bem curiosa para esse livro, uma coisa que eu adorei na Lucinda é a forma com que ela nos transporta para o passado, e eu achei que esse livro não tinha isso, agora eu super vou ler logo! Adorei a sua resenha!

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  14. eu nao gosto da capa desse livro, mas a história parece bem legal

    ResponderExcluir
  15. Flor, essa autora é a mesma de A Casa das Orquideas??
    Menina, preciso ler isso logo.
    Mesmo achando a sinopse bem parecida com a da Casa..acho lindo a maneira dela conduzir duas épocas. Não me perdi em nenhum ponto do livro anterior e sei q não irá acontecer nesse.
    Quero demais acompanhar essa história!!!!!!!!!rs
    Resenha incrivel, só pra variar né flor??rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Lele!
    Eu me apaixonei pela escrita da Lucinda quando li A casa das Orquídeas! Estou bem ansiosa para ler A luz através da janela, principalmente por ter um enredo que me lembra o livro anterior. Gosto muito de romances com aquele leve toque de suspense, um segredo que pode mudar a vida de alguém...com certeza vou amar a leitura!
    Adorei sua resenha! Linda, linda, parabéns!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. A casa das orquídeas deu todos os créditos do mundo para Lucinda, se ela escrever em um pedaço de gardanapo eu compro!!

    ResponderExcluir
  18. Eu ainda não tive a oportunidade de conhecer os livros da Lucinda, mas tenho muita vontade der ler A casa das orquídeas e A luz através da janela. Histórias com enredo da segunda guerra não é tão legal, sabe? Porque o primeiro livro que eu peguei pra ler foi Apátrida e chorei como criança com a história..agora se eu ganhar o livro, com certeza não vou deixar ele abandonado. XD

    ResponderExcluir
  19. Já li tantas resenhas e comentários sobre esse livro mas eu mesma ainda não consegui ler e espero fazer isso em breve. Sua resenha está maravilhosa.

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha. Como consegue transmitir o livro com toda essa clareza?? hehehhe fiquei encantada. Bom, eu li o livro e simplesmente amei, é perfeito mesmo e até fiz a resenha, mas ao ler sua resenha desanimei de postar a minha. Fiquei muito empolgada com o livro de tal forma que não consegui organizar as ideias para escrever e acabei tirando umas trocentas fotos. Agora que li sua resenha tão organizada fiquei até triste. Bom, parabéns pela resenha e o que posso dizer é que o livro é tão cativante quanto suas palavras.
    Beijos e estou no aprendendocuriosamente.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo