#Resenha: Sacramento



Título: Sacramento

Autor: Felipe Cangussu

Páginas: 404

Editora: Arwen




COMPRE AQUI: Amazon, Arwen














     Bem diferente do que eu imaginava, mas em nada me decepcionou. Conheci um novo autor de muito talento e uma história fora do comum com uma trama nova e por vezes divertida.

     

"Seu negócio era poder colocar as balas no tambor do .38 sem escorregar por causa do suor. Isso sim ocupava sua mente! Por que diabos tudo é tão difícil na minha vida?"Pag. 8


     Em "Sacramento" vamos conhecer Jhonny, um garoto que não tem tudo que deseja, mas tem força de vontade pra correr atrás, e é isso que faz... pelo menos no início.

     Marina é sua prima, eles moram ao lado da casa de Will, um garoto bem de vida, que vai e volta de carro da escola com o pai; mas é um bom menino.

     Um dia chega na casa de Will um primo bem grosseirão que já chega apavorando e ameaçando Will. Ele fica com muito ódio ao saber que esse monstrinho vai ter que morar com ele, pois seus pais estão mortos. Will se compadece com a história e arrisca chegar mais perto dos sentimentos do garoto; Anderson então abre a guarda e os dois passam a ser grandes amigos.

     Anderson é da pá virada (como diria minha avó). Menino terrível, bota medo em todos. E assim é durante toda a vida.

  
"Não vou tentar me suicidar novamente. Eu quero viver! Suicídio é uma coisa muito complicada. Você tenta, tenta, e quando finalmente dá certo você morre. - Ninguém riu da piada."Pag. 69


     Os meninos crescem, e Jhonny passa num concurso muito importante e que pode mudar sua vida completamente. A começar por ter que se mudar de Palmas para Brasília. Largar seus amigos e sua prima que ele tanto ama. 

     Não vendo outra alternativa, Jhonny se muda. 

     Já em Brasília sua vida e sua alegria vão definhando... Ele entra numa depressão profunda e acaba se afastando das pessoas. 

     Enquanto isso Anderson vira o Italiano... um homem que todos temem. Will se divide entre as preocupações com Anderson, Jhonny e Marina, que se casa com um homem violento.

     Até que um belo dia a Dona Morte entra em contato com Jhonny e exige que ele termine logo com isso e lhe entregue seu corpo.


"Querido Jhonny, os seu tempo de vida expirou, queira entregar o corpo de aluguel para um dos nossos ceifadores. Você poderá fazer essa devolução através de um suicídio comum. Nós disponibilizamos o "Botão". É muito simples, barato, e nenhum cliente voltou até hoje para reclamar. Você adquire uma nove milímetros, coloca o cano na boca e aperta o botão que fica sobre o gatilho. Informamos que a não devolução do produto acarretará juros posteriores."Pág. 54


      Á princípio, Jhonny tenta não cair nessa; ele acha que é trote e não deva dar atenção, mas logo os juros posteriores começam a ser cobrados. Então Jhonny decide fazer o que a Dona Morte pede, mas algo dá errado e Jhonny retorna para Palmas.

     E então Dona Morte resolve receber o que lhe é devido, seja como for. E Jhonny precisa enganar a Dona Morte para salvar seus amigos e tentar sobreviver mais um pouco.

     
"A presa sabia que ia morrer, e a última coisa que pensou foi que morreria nas mãos de um bandidinho que usava havaianas."Pag. 11


     O jeito que o autor resolveu retratar a vida dos personagens foi acertadíssima. Ele primeiro os apresentou calmamente dando ênfase para muitos detalhes, cada particularidade de todos os personagens. Como Jhonny recebia com sofrimento as notícias que não eram boas para ele, como Anderson acabava com sua raiva... o jeitinho único de cada um. 

     Isso no começo pareceu até um pouco lento, mas faz toda a diferença. Garanto que depois da página 100 fica impossível parar de ler justamente por causa do apego que temos com os personagens.

     Outra coisa que me agradou demais, o humor. Os diálogos são extremamente engraçados. Piadinhas fora de hora que arrancam risadas impossíveis de serem controladas. 

     Uma história diferente, uma trama que prende o leitor do começo ao fim. A leitura dessas mais de quatrocentas páginas passa voando. É gostoso de ler. Apesar de momentos bem tensos, a leitura flui facilmente.

     A diagramação do livro é lindíssima, os detalhes de início de capítulos são ricos demais. A capa é uma maravilha!! A revisão feita pela minha amiga Letícia Godoy é sempre ótima!! Não tenho do que reclamar.

     Super recomendo este livro para todos!












     








a Rafflecopter giveaway




















7 comentários

  1. Eu já tinha visto a capa deste livro aí pelo mundo literário, mas de fato, nunca havia parado para ler sobre o que falava a história. Adoro isso de envolver a dona Morte em enredos pra lá de surreais.
    O tempo, a vida...ali, colocados à frente e por mais que se brigue, a Dona de tudo ainda quer te levar inteiro.
    Parece realmente uma história das boas e vou agora colocar o livro na lista de desejados!!!
    Capa espetacular.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Lelê!!
    Adorei conhecer esse livro, nunca tinha ouvido flar dle.
    A capa tá realmente linda e o enredo excelente!
    Eu qro com toda ctz!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lelê!!
    Não conhecia esse livro mas amei a estória que esse autor desenvolveu!! Fiquei louca de curiosidade para saber o que vai acontecer nessa estória!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  4. Olá Alê, tudo bem??

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, confesso que não gostei da capa, mas ela me lembra os costumes mexicanos, a história parece interessante e sua resenha me deixou curioso, quem sabe um dia.

    Bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lê!
    Além da capa super sugestiva, amo caveiras, realmente esperava por um enredo diferente, porém, não me decepcionei em ver que o livro traz diálogos dinÂmicos e hilários, além de um plot bem diferenciado, gostei!
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. oi, apesar dos bons comentários e da sua indicação eu confesso que não foi um livro que me despertou aquela ansiedade em ler, não é um enredo que me atraia

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Achei a capa muito interessante, diferente! E a premissa me deixou bastante animada, parece ser um tipo de leitura que flui muito bem e te deixa preso a história.
    A resenha está excelente e me motivou a conhecer a obra.
    Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...