#Resenha: O Inquisidor

   

Título: O Inquisidor

Autora: Catherine Jinks

Páginas: 400

Editora: Marco Polo - Contexto


Resenhado por: Renata Brito



COMPRE AQUI: BUSCAPÉ, SARAIVA, AMAZON
















     Para quem não conhece a autora:

     Catherine Jinks nasceu em Brisbane, Austrália, em 1963. Ela cresceu em Papua Nova Guiné e depois estudou história medieval na Universidade de Sydney. Depois de trabalhar por vários anos como jornalista, ela se casou com Peter Dockrill, um jornalista canadense, e viveu por um curto período de tempo em Nova Scotia, no Canadá. Ela agora é escritora em tempo integral, residindo nas Montanhas Azuis de Nova Gales do Sul com Peter e sua filha Hannah. Catherine ganhou quatro vezes o prêmio Book of the Year do Conselho do Livro Infantil da Austrália e também ganhou o Prêmio de Literatura do Vitoriano Premier, o Prêmio Adelaide de Literatura para o Festival, o Prêmio Ena Noel de Literatura Infantil e o Prêmio Aurealis de Ciência Ficção. Em 2001, ela recebeu uma medalha do centenário por sua contribuição para a literatura infantil australiana.

     A história de "O Inquisidor" se passa em meados de 1318 na França. O padre Augustin é um inquisidor que tem consciência e quer rever os casos antigos do “Santo Oficio”, começa a mexer com quem tem bem mais poder e bem mais a perder, por isso acaba assassinado. Padre Bernard, seu aprendiz é nomeado para investigar o crime.


“Ao abençoado Padre Bernardo de Landorra, mestre geeral da Ordem dos Pregadores. Bernard Peyre de Prouille, irmão da mesma ordem na cidade de Lazet, um servo de pouca valia e indigno, oferece-lhe seus humildes cumprimentos.”


     Parece uma história antiga, redundante, já que esse é um romance histórico, mas assassinato de um padre inteligente, com consciência e uma investigação por seu aprendiz na era medieval, lembra muito a história de Umberto Eco, O Nome da Rosa, mas com algumas restrições e limitações. 

     Mesmo assim a obra vale à pena, é cheia de referências bíblicas e históricas, ricamente escrita e de valor.

     Eu realmente gosto deste tipo de literatura, não dá para comparar Catherine Jinks com Umberto Eco, mas é possível  se divertir de verdade e se sentir menos órfão depois da morte de Eco.

     Livro altamente recomendado!


















a Rafflecopter giveaway




















7 comentários

  1. O título do livro por si só, já é um convite a leitura. A inquisição e seus devaneios sempre foi pano de fundo para muitos livros e filmes. Mas creio que sempre aja o que ser dito, visto e escrito.
    Não conhecia este livro acima e mesmo não sabendo muita coisa, me interessei muito por conhecer mais. Segredos da igreja, padres...isso me agrada!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Sinceramente li muito pouco livros com esse estilo, mas gosto muito! Também gostaria de ler O Nome da Rosa, do Humberto Eco, vi somente a adaptação.
    O Inquisidor parece ser uma leitura muito rica em detalhes e um enredo inteligente e com muitas informações culturais.
    Ótima resenha e a dica já está na lista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Renata!!
    Adorei a resenha e desde que teve o lançamento desse livro fiquei apaixonada pelo o enredo dele!! Gosto bastante de livros que tem essa pegada mais misteriosa!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Olá Renata,

    O título já me deixou curioso, não conhecia o livro e nem a autora, fiquei bem curioso e já anotei a dica...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Renata!
    Gosto muito de livros históricos que envolvem a igreja, porque naquele tempo, elas comandavam (e acredito que tenham se manter no poder até hoje).
    Li O nome da Rosa e é um livro fantástico, se este for parecido, vale a pena a leitura.
    Um final de semana esplendoroso!
    “O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.” (William Shakespeare)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. é uma trama interessante, diferente,mas que desperta muita curiosidade!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Renata!
    Não leio esse gênero, mas gostei do enredo sim, creio que vale a pena ler e conhecer mais obras do tipo.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...