Resenha: Pines


Título: Pines

Autora: Blake Crouch

Páginas: 342

Editora: Planeta  



COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ,  FNAC,  AMERICANAS,  SUBMARINO,  AMAZON











     Eu estava há tanto tempo precisando de um livro assim... Vocês não tem ideia do quanto eu desejava ler um livro que me deixasse acordada lendo sem parar, roendo as unhas e ansiosa pelo fim.

     Um livro que em momento nenhum eu conseguisse imaginar o final, que a única coisa que eu pudesse fazer era torcer pelo protagonista.



"Ele só sabia de seis coisas:
O nome atual do presidente.
Como era o rosto de sua mãe, embora não 
conseguisse se lembrar do nome dela ou
mesmo do som de sua voz.
Tocar piano.
E pilotar um helicóptero.
Que tinha 37 anos de idade.
E que precisava chegar a um hospital."
Pag. 11


     Ethan acorda de repente no meio do mato sem se lembrar de nada. Não sabia nem seu próprio nome. 

     Além de desmemoriado, Ethan está todo machucado, com claros sinais de espancamento, ou de ter estado envolvido em um grave acidente.

     Com fortes dores nas costelas e na cabeça, ele decide sair pela cidade da qual ele não conhece para tentar descobrir alguma coisa.

     Todos os moradores o olham torto, nenhum tenta ajudar. 

     Muito sinistro.

     Até que a dor de cabeça é mais forte do que sua vontade de descobrir sobre sua vida e ele vai parar no hospital. Quando acorda um pouco da sua memória começa a voltar.

     Ele agora sabe que se envolveu em um acidente de carro, o causador do acidente fugiu. Ele é um funcionário do Serviço Secreto e veio para Pines para descobrir o paradeiro de dois companheiros de trabalho que desapareceram.

     Lembra também da sua esposa e de seu filho, mas o número do telefone dela demora a retornar para sua mente, e quando ele se lembra e consegue fazer uma ligação, só cai na caixa postal. Ele também não consegue falar com seu chefe. E no escritório ninguém o conhece.

     Ethan agora está numa cidade desconhecida, sem roupa, sem documento, quase sem memória, sem família, sem dinheiro ou cartões, sem absolutamente nada, e pior, ninguém sabe quem ele é e ele não tem como provar quem é.

     Fala sério se isso não é de enlouquecer??


"Ethan tinha frio demais.
Dor demais.
Estava aterrorizado demais por tudo o que
tinha vivenciado para se aventurar
de volta aos sonhos."
Pag. 243


     Bem, muitas coisas sinistras vão acontecer com Ethan, ninguém nesta cidade muito estranha é de confiança.

    Trama com direito a muito sangue, suspense, lutas, descobertas e uma dose de loucura.

     A narrativa é extremamente empolgante. Aliás, é narrado em terceira pessoa pelo ponto de vista de poucos personagens, o foco principal é o protagonista; e Ethan é um cara maravilhoso pra se acompanhar.

     Este livro inspirou a série com o mesmo nome. Eu não tinha a menor intenção de assistir a série, mas depois de ler o livro, com certeza vou querer conferir pra ver se está tão boa assim. Porque o livro é fenomenal!!


"Embora ninguém nunca fale do festival, ela
sabe que há pessoas que anseiam pelos 
telefones tocando.
Pela chance de correr enlouquecidas
pela calada da noite.
E arrancar sangue."
Pag. 201


     O final é algo inimaginável e perfeito!! Gostei demais do caminho que seguiu e achei o encerramento incrível.

     A capa é linda e a diagramação também, simples e impecável.

     Recomendo para quem gosta de ler e roer as unhas ao mesmo tempo. Pra quem gosta de pegar um livro e só largar quando ele acaba, porque o sentimento de ser impossível parar é mais forte.

     Para essas pessoas 'Pines' é indispensável.





















6 comentários

  1. Eu sabia que não iria me decepcionar quando lesse a resenha deste livro!rs
    Acompanhei a Tag Li Até a Página 100 e sabia que viria coisa boa quando você conseguisse colocar na tela tudo que você realmente achou sobre a leitura!
    Não conhecia o livro até você citá-lo ,mas agora ele já foi para a lista de desejados. Amo um bom suspense e livros que conseguem manter isso vivo no leitor, são poucos e precisam ser lidos urgentemente!
    Adorei
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Uau! Só isso vem na minha cabeça nesse momento!
    Se você amou esse livro, também vou amar. Tenha certeza que também estou precisando de um livro assim. haha
    A premissa é excelente, do jeito que eu gosto.
    Amei a dica e a resenha, Lelê. <3

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  3. Lelê, agora que preciso ler esse livro! Ele já estava na minha lista desde as primeiras informações sobre seu lançamento, em especial quando fiquei sabendo que seria adaptado como série de tv. Agora, assisti ao primeiro episódio da série e não gostei muito não, mas sigo interessado na leitura!

    Dois abraços. ;)

    ResponderExcluir
  4. oi flor, mesmo não sendo fã desse tipo de livro assumo que estou de olho nele desde a tag da página 100 achei o enredo surpreendentemente bom!
    estou animada!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. tõ curiosa em relação a essa leitura desde que vc respondeu a tag das 100 págs... é serio adorei! vou colocar ele na minha listinah de desejados! espero conseguir ler em breve! Mô beijos

    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto de livros que mexem com o psicológico do leitor, se é real ou não, se é verdade ou não. o autor só tem que ter cuidado pra não confundir o leitor, ainda bem que Blake Crouch soube sustentar sua história e mesmo com o personagem quase um anti herói... :] Amei a resenha :]

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...