Divulgação: Novo Século

Não são só lançamentos da Novo Século... São SUPER LANÇAMENTOS DA NOVO SÉCULO!!!!

Confira:





 Novo Século lança o livro “E o que vem depois?”, um thriller capaz de levar o submundo da internet a um nível de morbidez impressionante

Consagrado internacionalmente, “E o que vem depois?” é sombrio e perturbador, trazendo à tona um tema ousado em um mundo muito próximo da realidade que nos cerca


O mundo dos sites snuff. Este é o enredo do bestseller “E o que vem depois?”, do autor John Katzenbach, um trhiller psicológico denso e perturbador, com classificação etária de 16 anos.



A trama, editada pela Novo Século Editora,  transita entre o universo apelativo dos reality shows, e o horror provocado pela tortura de inocentes para satisfazer a obsessão por um prazer sem limites. Com uma narrativa surpreendente, o autor nos leva a conhecer até que ponto a mente humana é capaz de extrapolar os limites do que é aceitável, e arquitetar os mais terríveis atos de brutalidade contra uma vítima indefesa apenas por dinheiro e diversão.
É assim, enveredando por um submundo obscuro, que o livro “E o que vem depois?” nos mostra a face mais assustadora do sadismo, revelando que indivíduos incapazes de sentir empatia ou compaixão pelo destino do outro estão mais próximos de nós do que podemos imaginar. Em um canal na internet, anônimos se deleitam com o sofrimento infringido a uma jovem de 16 anos. Ali, sozinha, a prisioneira fica a mercê dos internautas que decidirão sua sorte.


A vítima é Jennifer Riggins, uma garota raptada em plena luz do dia, pelo casal que idealizou o site “E o que vem depois?”. O sequestro é testemunhado pelo professor universitário aposentado Adrian Thomas. Adrian acaba de descobrir que tem uma doença degenerativa em estágio terminal. Atônito, procura a polícia para relatar o caso, porém é totalmente ignorado. Sem poder esperar mais, resolve agir por conta própria, lutando contra o relógio, já que ele não viverá por muito tempo.

Agora, a única esperança para essa jovem, que apenas começou a viver, reside nesse homem cuja vida se aproxima do fim.

Sobre o autor
John Katzenbach nasceu em 1950, nos Estados Unidos e foi repórter do jornal Miami Herald. Escritor de destaque, deixou o jornalismo para dedicar-se aos thrillers psicológicos, escrevendo seu primeiro bestseller, No Calor do Verão, em 1982. Possui três romances adaptados para o cinema, incluindo A guerra de Hart, com Bruce Willis, e Justa Causa, estrelado por Sean Connery. Também do autor, a Novo Século já publicou O ANALISTA e O HOMEM ERRADO. 







Jack Nicholson: o gênio excêntrico de Hollywood

Com sua inovadora biografia “Nicholson – A biografia”, Marc Eliot lança novas luzes à vida, dentro e fora das telas, daquele que é considerado um dos mais importantes astros da história do cinema.



Com 78 anos, Jack Nicholson é um genuíno representante da geração de atores hollywoodianos dos anos 1970. Considerada um renascimento na arte de fazer filmes românticos e dramáticos, a nova era pós-clássica trouxe diretores e atores de Hollywood que usavam suas próprias experiências para compor seus personagens.
Dono de um estilo notável, Nicholson dava vida aos personagens que interpretava emprestando a eles seus próprios sentimentos. Daí o sorriso sarcástico e o jeito tresloucado que marcaram Jack Torrance, de O Iluminado (1980), o Coringa de Batman (1989) e o escritor racista e homofóbico de Melhor, impossível (1997).
 No cinema desde 1956, com quase uma centena de filmes em sua carreira, o ator foi indicado ao Oscar doze vezes e levou três estatuetas para casa: duas de melhor ator em Um estranho no ninho (1975) e Melhor, impossível (1997) e uma de melhor ator coadjuvante emLaços de ternura (1983).
Na vida real, cumpriu o destino de bad boy durante anos: foi dependente de drogas, se envolveu diversas vezes com a polícia e esteve em várias clínicas de reabilitação. E todas essas histórias são reveladas em Nicholson – A biografia.  Depois de anos de pesquisa e entrevistas com pessoas ligadas ao ator, o biógrafo Marc Eliot percorre a infância humilde de Nicholson em Nova Jersey e conta os segredos de família.
Abandonado pelo pai, Jack cresceu chamando sua avó Ethel de “mãe”, sem saber que a verdadeira era sua suposta irmã mais velha, June, que engravidou quando ainda era menor de idade. Para evitar as críticas dos vizinhos, sua avó tratou logo de afastar a filha de New Jersey. Quando voltaram para casa após a gestação,  Ethel  assumiu Jack  como filho. O ator só ficou sabendo da verdade quando leu uma reportagem da revista "Time" sobre a história de sua origem, depois de ambas terem falecido.
O biógrafo Marc Eliot também revela as barulhentas noites com Warren Beatty, os turbulentos relacionamentos com estrelas como Michelle Phillips, Anjelica Huston e Lara Flynn Boyle, e seu trabalho nos sets de filmagem com diretores lendários como Dennis Hopper, Stanley Kubrick e Roman Polanski, compondo com maestria um cenário completo dos 50 anos de carreira de Nicholson no cinema, bem como um íntimo retrato de sua vida pessoal.






Novo Século aposta em livros para colorir com páginas destacáveis





Os lançamentos “Voos da Imaginação” e “Maravilhas Naturais” são ótimas opções para quem deseja relaxar e estimular a criatividade

Os livros para colorir, que até há pouco tempo pertenciam apenas ao universo infantil, tornaram-se uma verdadeira febre entre os adultos. O sucesso é tanto que a Novo Século Editora acaba de lançar dois novos títulos do gênero: “Voos da Imaginação” e “Maravilhas Naturais”, ambos da ilustradora  Elizabeth James.
 As obras apresentam uma grande novidade em sua produção gráfica. Além de cada ilustração estar impressa em uma única página, com o verso em branco – o que garante uma maior liberdade na escolha do material de colorir sem correr o risco de vazar na próxima ilustração –, também será possível destacar as folhas para transformar as criações em quadros ou presentear alguém.


“Voos da Imaginação” e “Maravilhas Naturais” são duas viagens coloridas através do mundo natural e suas belezas que, mais do que uma nova sensação, podem se transformar em arte terapia, ajudando adultos e crianças a relaxar em uma lúdica atividade em família.
 A cada novo desenho, pessoas de todas as idades podem desfrutar da liberdade de criar ao se deixarem levar pela fluidez das cores. Além da tranquilidade que a prática proporciona, os livros para colorir também ajudam a estimular a criatividade e a capacidade de concentrar-se nos detalhes, permitindo, assim, que os novos adeptos deixem os problemas de lado e se permitam desfrutar de uma verdadeira terapia antiestresse.
   


Tem mais lançamentos, mas como o post ficou enoooorrrme, eu volto depois pra mostrar mais!



















Adicionar legenda

3 comentários:

  1. e ta todo mundo apostando alto nesses livros de colorir, não sei se é porque ainda não me rendi, mas ja estou ficando enjoada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Todas editoras tão entrando no compasso da colorização, hein? É bom que arrecada dinheiro para tornar outras publicações possíveis :D Quem ganha somos nós que lemos e colorimos (tá eu só desenho, não ando colorindo nada XD).
    Mas esse primeiro livro parece ser pesado, hein? A capa da passa uma sensação ruim, e só de falar em deepweb já fico temeroso. Tive que fazer um trabalho durante a faculdade de jornalismo e o que se encontra nessa m&rd@ não é nada bonito. E olha que não mergulhei fundo, paramos nas encomendas de drog@s, @rm@s e domínios doentios. Não faço ideia do que esperar de uma leitura como essa, mas tomara que seja boa.

    Saudações,
    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito dos lançamentos , mais em especial os livros de colorir estão me atraindo como um imã srsrsrrss gosto muito das ilustrações desses lançamento voos da imaginação e maravilhas naturais :]

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...