Resenha: Filha da Ilusão


Título: Filha da Ilusão

Autora: Teri Brown

Páginas: 284

Editora: Valentina



COMPRE AQUI:  FNAC,  SUBMARINO,  AMERICANAS,  BUSCAPÉ













     Totalmente diferente do que eu estava imaginando, também diferente dos livros que estamos acostumadas neste gênero, mas o que é diferente não é nada ruim, muito pelo contrário.


"Minha cabeça gira com todas as outras coisas
que aconteceram na semana passada. As visõe.
Walter. Sentir as emoções das pessoas sem nem
mesmo tocá-las. Será que está tudo entrelaçado?
E, se estiver, de que modo?"
Pag. 74



     Em "Filha da Ilusão" vamos conhecer Anna, uma garota muito introspectiva. Ela é assistente de sua mãe, a famosa Marguerite Van Housen.

     Esta fama toda de Marguerite desde o início do livro me pareceu muito duvidosa. Marguerite é uma ilusionista e mentalista, mas na verdade me pareceu uma grande trambiqueira. 

     No início da história, mãe e filha estão se instalando em Nova York nos anos 20. Época da Lei Seca, do jazz, dos bares proibidos, dos shows de ilusionismo, e tantas outras coisas que me encantam nessa época da história.

     Anna é uma grande escapista, e prova isso livrando tantas e tantas vezes a mãe da prisão. Porém, agora em Nova York as duas querem mudar suas histórias. Querem ser respeitadas e trabalharem de forma limpa. Mas não será fácil.

     Marguerite afirma que Anna é filha ilegítima do grande Harry Houdini, mas nada é comprovado. É a palavra da sua mãe (que não vale muita coisa), contra a de todos, já que Houdini é casado e bem casado. Então isso provaria que ele pulou a cerca. Será mesmo??? 

     Enquanto a mãe é uma artista de primeira, a filha desenvolve vários dons legítimos e que ela não faz a menor ideia de como eles surgiram e muito menos como lidar com eles.

     Anna tem vários dons paranormais misturados. Uma grande sensitiva. O que aumenta mais ainda a suspeita que ela tem de ser mesmo filha de Houdini.

     Para aplacar tantas dúvidas ela precisa conhecer seu possível pai. 

     Mas não é só isso, o mundo do show business é repleto de inveja, traições, violência, tem muita coisa ruim, tem muito lobo em pele de cordeiro, mas tem gente boa onde nem se imagina.

     Além disso, a relação de Anna e Marguerite não é das melhores. A todo momento eu tive certeza que a mãe não gostava da filha, que a tratava muito mal. Anna, por ser muito introspectiva não conseguia colocar pra fora seus sentimentos, e ficava remoendo mágoas. Isso me irritou um pouco. A mãe que não está nem aí pra filha e fica exigindo o tempo todo que a garota faça tudo. E a filha que não dá logo o que a mãe merece.

   
      É um mundo diferente do que estamos acostumadas nos livros atuais. Não é sempre que me deparo com um livro que é ambientado na Nova York do século XX com todo o glamour da época, desde os chapéus e vestidos, até aquelas bebidas clandestinas vendidas em bares escondidos em porões. Também é a época de tragédias como a do Titanic. E sim, é a época de grande Houdini!!

     Adorei a autora ter trazido este escapista que eu gosto tanto para as páginas do livro. Ler e imaginar Houdini ali falando chega a ser emocionante. Eu adoro quando os autores trazem personagens reais para o mundo fantástico. Cria uma nova realidade e isso me atrai muito!!

     Bem, quanto ao trabalho da Valentina, mais uma vez eu caio de amores. A capa é linda, achei até mais bonita que a original. A diagramação está linda!!!







Esta é a capa original. Apesar da fonte utilizada ser bonita, o rosto da moça não me pareceu com a Anna. Na verdade não tem quase nada a ver com ela; por isso que gostei mais da nossa capa. A brasileira tem mais em comum com a história toda.











     Não vejo a hora de mergulhar novamente nesse mundo mágico e paranormal desta série!!!




     Agora com vocês, o misterioso, enigmático, o grande Harry Houdini


 
Mas lembre-se, o Houdini não é protagonista, longe disso. Mas foi uma personalidade que deu vida às personagens deste livro ♥

















Comente, clique e participe:

31 comentários:

  1. Sempre fui fascinada por este mundo. O passado, as roupas, a magia impressa no ar..e que ar!!!
    Houdini é o grande mestre da magia e quantos filmes e livros já falaram deste grande mágico, ilusionista e ainda não é suficiente para mostrar a grandeza dele.
    Não conhecia o livro, mas adorei tudo que foi comentado acima. O trabalho da Editora Valentina é um show a parte sempre. Todos os livros sempre são maravilhosos...e com uma diagramação de encher os olhos.
    Pretendo ler =)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Este livro tem uma história muito legal. Já havia chamado minha atenção um tempo atrás, quando li uma outra resenha sobre ele. E agora tenho certeza que vou amar ler. Pois você conseguiu me passar um enredo rico e personagens divinos. Gamei na história e a capa também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lelê.
    Julgando pela capa (às vezes faço isso, não que eu me orgulhe), jamais imaginaria essa premissa. Achei interessante o livro e fiquei com vontade de ler, principalmente por mostrar às traições entre as pessoas do mundo da fama e se passar numa época bem peculiar. E, sem falar que se a protagonista passa a adquirir poderes de verdade, isso tornará a obra ainda melhor.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  4. bom dia Lelê...
    que capa mais lindinha... e como ela não têm a ver com a história eim... gostei bastante da sua resenha apesar de esse não ser o tipo de livro que eu leria...
    Beijos enormessss
    :) www.cantodadomino.blogpost.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu quero muito ler esse livro, a premissa me chamou muito a atenção, e li várias resenhas falando bem dele! Adorei onde e a época que ele é ambientado!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa para ler :)

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/
    Vem visitar o blog! aproveita e participa dos sorteios ♥

    ResponderExcluir
  7. Lelê, como não amar as edições da Valentina!?

    Estou querendo muito ler o "Proibido" e esse, e ainda tem o terceiro volume do Protetorado da Sombrinha, aiaiai, são muitas coisas ;)

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Adorei a resenha, me deixou com muita vontade de ler ainda, mais essa coisa de Nova York nos anos 20.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Lelê, não li ainda, então não sei se a capa tem haver com o enredo, mas confio na sua palavra. Independente disso, achei a brasileira mais bonita, mesmo que não tivesse coerência com o enredo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Também sou apaixonada por histórias de época, as roupas, tudo! A capa do livro é apaixonante, diferente e linda! A história, levando em consideração o seu ponto de vista, também parecer ser demais. Apesar disse, acho que não consegui entender o título do livro, não senti muita coerência, mas creio que só lendo pra entender.

    ResponderExcluir
  11. Eu preciso desse livro, eu já estava querendo ele e agora sua resenha me conquistou. Quero ler logo e matar minha vontade!

    ResponderExcluir
  12. Quando eu vi que a Valentina iria apostar nesse tipo de história me empolguei..Aliás me empolgo com quase tudo que a Valentina compra...
    Quando vi a sinopse fiquei bem curiosa mesmo e após algumas resenhas positivas achei que valia a pena a leitura mas daí vêm o grande problema para mim em livros de "épocas": não consigo me conectar com a história e nem com os personagens por mais que tente e isso acabou travando minha leitura de "A filha da Ilusão".
    Mas concordo com vc a nossa capa dá de 10 á 0 na de fora.

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Eu ganhei um livro em uma promoção no final do ano passado e recebi alguns marcadores. Entre eles estava o marcador de Filha da Ilusão e eu gamei na hora, rs. A capa é muito linda, mas eu não tinha ideia de como era o enredo. Gostei de se passar na década de 1920 e de, realmente, ter algum elemento sobrenatural na história, pois era isso o que eu estava esperando. Só em ler a resenha já tive raiva dessa relação de mãe-mandona e filha-engole-sapos, espero que isso não me deixei frustrada demais durante a leitura, kkk. Adorei a resenha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Filha da ilusao parece ser muito bom, adoro romances de epocas e essas intrigas de mae e filha, mas Anna parece ter um pouco de sangue de barata, ja imagino como a mae aproveita dos dons da filha. A capa brasileira ta muito mais linda mesmo

    ResponderExcluir
  15. Ai Lele!
    Sou apaixonada por ilusionismo. É que meu pai foi de circo e era mágico, ilusionista, parapsicólogo, tarólogo, astrólogo, todas essas ciências afins e fui criada nesse mundo também.
    Ter a oportunidade de ler a história de Anna, possível filha de Houdini e ela tendo poderes que não sabe de onde vem, nossa, delírio puro...
    E mais ainda que o enredo é ambientado nos anos 20, onde tudo parece mais ilusório ainda; uma ficção digna de leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. adorei a Resenha .. *-* to louca para ler

    ResponderExcluir
  17. Lelê, li boas resenhas sobre este livro, mas ando tão concentrada em adquirir aqueles que não tenho que não ando me entusiasmando com facilidade

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu já tinha visto as pessoas comentando sobre esse livro, mas ele sempre me passou despercebido, não sei, acho que não foi tão bem divulgado. A ideia dele parece interessante, na verdade não me lembro de ter lido algum livro envolvendo mágica. Gostei, vou procurar saber mais sobre ele. =)

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  19. Realmnte este livro de Valentine me impressionaou muito, uma historia fantastica por assim se dizer, pois há que não goste deste tioiu de leituira ja eu amo de paixão.
    parabens!
    participando
    tatianats.eh@gmail.com

    ResponderExcluir
  20. Com certeza é uma história bem diferente das outras..
    me interessei pelo livro através da sua resenha.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  21. Olá Alessandra,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui, pela capa passaria longe, mas sua resenha me deixou bem curioso, ótima dica...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá Alessandra...
    Adore a resenha do livro, o ilusionismo do livro me chamou muito a atenção vou ler com certeza.
    Beijos parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  23. Nunca tinha lido nada sobre esse livro.
    Mas me interessei pela a vida da Anna!
    Poxa, esse tipo de mãe, pesa hein, que triste!
    Espero que elas consigam se ajeitarem na vida nova yorkina!
    Acho que eu iria gostar, por se tratar de NY mesmo. Uma city que tem tantaaaa variedade e emoções! Quero muito conhecer!
    E a época é conflitante e polemica, rs
    bjoooos

    ResponderExcluir
  24. Nunca havia vista nada sobre o livro,esse foi o meu primeiro contato e me deixou extremamente curiosa... Coitada delas, infelizmente nessa época a palavra dele vale mais que a dela e provar é extremamente complicada, mas espero que elas tenham sucesso nessa nova vida. Definitivamente eu gostei da história e quero ler, espero ter a chance!
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Confesso, li meio por cima, pq quero sempre me surpreender com o livro e tal. Mas achei a resenha muito bem feita. Recebi algumas indicações desse livro e estou muito ansiosa para lê-lo. nuca li nd da autora eestou curiosa. A capa é linda e chama mesmo muito a atenção.
    beju

    ResponderExcluir
  26. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela capa e sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir

  27. Não conhecia o livro, mas adorei tudo que resenhado acima. O trabalho da Editora Valentina é uma maravilha e sempre inova e os resultados não poderiam deixar de ser maravilhosos...e com uma diagramação de encher os olhos e de se pregar na leitura.. ^^ curiosa p ler...
    Pretendo ler =)
    Beijo

    ResponderExcluir
  28. Essa capa é tão linda... Compraria mesmo que a história não fosse boa.
    Achei a proposta do enredo muito boa e original: uma ilusionista falsária com uma filha que faz mágica de verdade. A ambientação nos bucólicos anos 20 foi bem acertada também.

    ResponderExcluir
  29. Gente, que livro mais lindo!! Adorei a capa, a sinopse, o relato da época passada no livro e a resenha que você fez.
    Em relação a livros, gosto de todos os gêneros, mas algo voltados a ilusionismos e poderes especiais me fascinam.
    Obrigada pela resenha Lele... você me deixou muito curiosa sobre o livro!! =D

    ResponderExcluir
  30. Oi!
    Gostei muito desse livro por saber que ele e de época adora essa ideia de Nova York nos anos 20 gostei muito também da personagem principal a Anna e também por explorar o ilusionismo que acho tao fascinante!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...