Frankenstein / O Médico e o Monstro / Drácula


Editora: Martin Claret

     São 3 clássicos da leitura gótica.
     Confira as 3 resenhas:

Resenha: Frankenstein: Ou o Prometeu Moderno

Autor:  Mary Shelley

     O livro começa com as cartas que Robert Walton envia para sua irmã a Sra. Margareth Saville.
     Nessas cartas ele conta o que tem acontecido durante a viagem, e a certeza de sua morte. Ele tem certeza que não chegará ao seu destino. Até que chega um desconhecido. Eis que esse desconhecido, gentil, culto e estranho resolve lhe contar sua estória.
    
"Há de ser estranha e pungente a sua história,
medonha a tempestade que envolveu o
destemido navio e o fez naufragar... assim!"
Pag. 30

     Escrito em primeira pessoa. Victor Frankenstein comaça a contar sua estória. Desde como seus pais se conheceram e se casaram. Continuando com seu nascimento, a chegada da órfã Elizabeth, que se tornou sua irmã de criação, e o nascimento do seu irmão 7 anos mais novo.
     A escola, o único amigo Clerval e a entrada na faculdade.
     Na faculdade Victor é destaque. Com seus incansáveis estudos, aficcionado por ciência natural, Victor começa sua mais bela obra. A criação do ser "humano".
     E numa noite ele consegue dar vida a criatura. Só que na hora que aquele ser se levanta, Victor fica aterrorizado e foge.
     Seu amigo de infância chega na manhã seguinte para estudar também. E Victor descobre que a criatura não está mais lá.
     Passam-se dois anos, dois tranquilos anos diga-se de passagem.
     Até que chega em sua mãos uma carta de seu pai informando a morte de seu irmão caçula. Assassinado. Sem pensar em mais nada, ele volta para casa. No caminho resolve parar onde ocorreu o crime. Lá ele encontra sua fera e tem certeza que foi ele que matou seu irmão.
     Em um momento da estória eu não sabia mais quem era o monstro. Não sabia mais definir quem era ruim de verdade, se a criatura ou seu criador. Quem realmente não tinha coração?? Quem não tinha alma? Será que o preconceito em relação à aparencia da criatura foi o que resultou sua violência? Fiquei horas pensando em todas as questões que envolvem este livro.
Perfeito do começo ao fim.


Resenha: O Médico e o Monstro

Autor: Robert Louis Stevenson

     Eu li tão rápido que nem vi que tinha acabado. Parece estranho, mas foi assim mesmo. Sentei, comecei a ler e quando me dei conta da leitura, acabou. Muito rápido.
     A estória começa com assassinatos e uma investigação. O advogado Utterson recebeu uma carta testamento  do Dr. Jekyll. Neste testamento, seu cliente Henry Jekyll, deixa todos os seus bens para o amigo, sócio e protegido Edward Hyde. Mas quem é Edward Hyde?
     O Dr. Henry Jekyll era um mestre em química. Um homem bom, mas com o tempo desenvolveu uma personalidade um tanto estranha.
     Com suas estranhas misturas no laboratório, ele cria uma fórmula que transforma a si mesmo em um monstro. Na verdade eu acho que ele conseguiu por para fora sua personalidade maligna e assassina.
     Uma estória cheia de suspense e com um final surpreendente.

Resenha: Drácula - O Vampiro da Noite

Autor: Bram Stoker

     Incrível, surpreedente a forma como foi escrito.
     Ele começa com o diário de Jonanthan Harker, partindo de trem de Munique para o castelo do Conde Drácula, na Transilvânia. O suspense já começa durante o trajeto. Já de carruagem, lobos vão cercando o grupo em um trecho do caminho, uma moradora entrega a Jonanthan um crucifixo e o avisa para manter com ele, porque  vai precisar. Só nesse comecinho das páginas deste diário já dá pra ficar arrepiado.
     Depois a estória continua intercalando o diário de Jonanthan e de sua noiva Mina. E também as cartas de Jonanthan para Mina, de Mina para sua amiga Lucy. De relatos do Dr. Seward sobre Reifield, um antigo corretor de imóveis que ficou louco trabalhando para o conde. E também de cartas do Dr. Van Helsing.
     Lendo todos os diários, relatos, bilhetes e cartas, comecei a montar o quebra-cabeça da "vida" do Conde Drácula, o Vampiro da Noite, Vlad o Empalador.
     Drácula, antes um príncipe, lutava pela igreja. Ou melhor ele matava em nome da igreja. Ele foi enviado para a guerra de Constantinopla (guerra praticamente perdida). Ele deixou no castelo sua amada Elizabeth. Com o fim da guerra, Elizabeth recebeu uma carta informando o falecimento de seu grande amor. Ela não se conformou com isso e se matou.
     Quando Drácula volta, encontra o corpo de sua amada.
     Para se vingar, ele ataca a igreja que sempre defendeu. E como punição, ele é transformado no Nosferatu, vampiro, a própria essência do mal.
     Não tem como descrever as atrocidades e maldades desse monstro. Ele é cínico, com um sorriso malicioso e com um terrível poder de hipnotizar, ele consegue quase tudo que quer.
     Quando Drácula descobre que Mina é a reencarnação de Elizabeth, ele prende Jonanthan em seu castelo e vai atrás dela. Mas quando chega na casa onde Mina está, ele morde Lucy e transforma a vida da moça em um verdadeiro inferno. Tudo relatado nos diários e nas cartas.
     Só aí é que chega o Dr. Van Helsing, grande médico e caçador de vampiros. Ele não salva Lucy, mas muda totalmente o rumo da estória.

     Um livro denso, extenso, um clássico excelente que me encantou demais.
     Todos os vampiros parecem morceguinhos perto do grande Drácula. Perfeito.
    
Curiosidade do autor:
Um tempo atrás eu li uma história sobre Bram Stoker. Realmente eu nunca consegui acreditar que mesmo escrevendo uma obra prima da literatura gótica, um clássico do terror, Bram morreu na miséria. Equanto era vivo, sua esposa o trocou por Oscar Wilde, que vendia mais livros e produzia grandes peças de teatro. Bram até teve outra esposa, mas seus livros nunca foram reconhecidos. Ele jamais viu Drácula se tornar popular. Deixou Florence, sua esposa, sem nada. Dez anos depois da morte de Bram, o filme Nosferatu chegou aos cinemas, e Florence teve que entrar na justiça para receber seus direitos. Ela recebeu os direitos legais, mas nunca recebeu qualquer compensação financeira.


Na minha opinião, Drácula é imbatível.

Agora se você gostou e deseja ter esse livro na sua estante, comente e não deixe de participar desse sorteio em parceria com a editora Martin Claret e a Califórnia Films.
Clique no banner e veja como participar.



5 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Vim retribuir seu recadinho lá no blog, obrigada viu!
    To seguindo o seu blog e vim comentar nesta resenha, por que adoro esse genero de livro. Terror é muita adrenalina e as três histórias são otimas.
    Parabéns pelas resenhas.
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu já assisti aos filmes: O Médico e o Monstro, filmes de 1941 (com Spencer Tracy) e 2008 (com Tom Skerritt) e o filme Drácula:O vampiro da noite de 1958 com Christopher Lee. Já os livros eu acho que já li O médico e o monstro, mas se li, faz muitiiiiiito tempo mesmo. Gostaria de ler agora.

    ResponderExcluir
  3. são uns classicos ! gosto muito de dracula e suas varias versoes .kkkk cada uma melhor e sem duvida, mais bonita que a outra

    ResponderExcluir
  4. Eu simplesmente amo os livros da Mary Shelley e do Bram Stoker (nunca li o do Stevenson). Eu sou fascinada por livros de terror/suspense e esses são a nata do que há de melhor na categoria monstros (claro que eu amo os criados pelo King, mas esses dois são TOP). Suas resenhas estão ótimas e me deixaram com vontade de relê-los... Muito bom mesmo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo