Tô Pensando em contos... Que o Amor Sempre Vença




QUE O AMOR SEMPRE VENÇA




     Vinícius, um jovem rico, soberbo e recém-formado, viajava todos os anos pelo mundo e ostentava seu corpo fitness, bronzeado e cobiçado no Instagram quase que diariamente.

     Mas aquele ano tinha algo mais, ele não só exibira seu próprio corpo, mas o de Fabíola, sua namorada linda e recém-operada também. O que duas costelas a menos e alguns mililitros a mais nos seios não podem produzir nas redes? ... Então o casal feliz teria um feliz casamento social, cheio de "likes".

     Um cruzeiro romântico transmitido no Snapchat, uma aliança brilhante fotografada a cada mudança de luz no facebook e o amor jovem, rico e bonito estava para vencer no Twitter. 

     Fabíola, claro aceitou o pedido; afinal, quem mais que ela merecia ter o narizinho novo curtido e comentado sob o véu branco em uma cerimônia tão puco explorada? Colocou sua aliança linda no dedo e Vinícius mais do que feliz por tudo em sua vida estar caminhando para o sucesso com o aumento de seguidores fieis e amorosos.

     Para externalizar tudo isso, escreveram uma linda mensagem de amor e em uma garrafa, lançaram ao mar, claro que tudo transmitido em uma "live" nas redes sociais.

     Não perderam muito tempo imaginando onde aquela mensagem iria parar, quem a encontraria e se o amor seria propagado em felizes amores como o deles, tinha que planejar um casamento.

     Meses se passaram, o casamento estava para acontecer. Vinicius e Fabíola irradiavam amor, sob muitos filtros diferentes em diferentes aplicativos. E tudo era uma grande correria, muitas entregas ocorriam no apartamento do casal, muitos presentes entregues pelos correios e na manhã do casamento uma entrega de última hora.

     Wilson, um homem simples com apenas uma garrafa nas mãos baria a porta. Vinícius achou estranha aquela figura a sua porta que cheirava a peixe, mas ao baixar os olhos para as mãos do homem, gritou por Fabíola. Olha só! É a nossa garrafa! Traz o celular, vamos fazer uma live que se tornará viral!

     Sorrindo, Wilson olhou para o casal feliz e quebrou a garrafa no batente da porta, avançou contra Vinícius rasgando-lhe o peito; com o mesmo vidro afiado, abriu o de Fabíola. No apartamento sangue pintava o chão.

     Wilson, agora aliviado de usa dor pessoal leu para o agonizante casal a última frase de sua mensagem: "Que o amor sempre vença". E acrescentou, Marinalva morreu sufocada quando engoliu essa garrafa enquanto nadava ao lado do meu barco de pesca, ela era minha amiga e companheira, um golfinho que nunca me deixou.

     Morreram todos felizes.






















a Rafflecopter giveaway





























10 comentários

  1. Puta que pariu!
    Perdão pelo palavrão,mas não tinha outra forma de me expressar com o final deste conto de amor total.
    Focando em duas coisas: o amor e o vício na internet. Aliás, onde fica mesmo o amor neste conto? Só no pescador pela amiga.
    Caramba!
    Um tapa na cara sem luva de pelica.
    Show demais!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre o amor é tudo aquilo que pensamos e nem sempre tudo aquilo que pensamos sobre amor, é realmente amor. De forma indescritível, bastou um parágrafo para mostrar que não há explicação para ele e que uma simples garrafa prova que a vida e o amor navega em diferentes circunstâncias. Amei!

    ResponderExcluir
  3. Depois de ler este final comecei a refletir o quanto perdemos as vezes de aproveitar o momento para poder mostra a vida pelas redes sociais. Acredito que o amor deles ficou eternizado em cada postagem, onde todos poderão vê-los eternizados para sempre. E após esta leitura fica apenas uma mensagem reflexiva sobre os tempos modernos.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, nunca imaginei que a estória terminaria assim!! Adorei esse conto fantástico!! Parabéns!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Nossa Renata!
    Que tremenda catástrofe... e tudo transmitido pelas redes socias...
    No início achei qe o conto iria abordar mais esse tema tão atual e fiquei chocada ao final...
    Muito boa sua reviravolta.
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Parabéns pelo texto. Foi envolvente e com um final surpreendente.
    Textos assim, nos assustam, mas trazem uma grande reflexão.
    Muito bom.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. "Oi meninas, turo bom? Olha que lindo meu casamento que na verdade é só pros likes de voces" HAHAHAHA
    A-DO-REI! Que conto foda, sério! <3
    Beeeijos!
    http://livrosamoremais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Hey Renata!!!
    Que conto maravilhoso, amei!
    Que o amor vença sempre!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. muito interessante forma como a ostentação foi colocada em visibilidade no conto, curti bastante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...