5 livros: Romances Fofos

Depois de duas semana de dor e sofrimento, hoje vamos falar sobre romances fofos... aqueles lindos água com açúcar, aqueles que a gente lê e faz "own!"... Esses mesmo!








Confira:









A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. 

Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.

Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Resenhei este livro há vários anos aqui no blog... então relevem hehehe. Clique aqui











'Querido John' narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos,John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

Li este livro antes mesmo de ter blog, ou sejam há mais de seis anos... Nunca fiz resenha, mas adoro o livro!!











/
"Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo."

Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e...

Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.

Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios?

Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

É um livro encantador sobre a família, o amadurecimento, a lealdade, o primeiro amor e, principalmente, sobre como ser sincero com alguém que amamos demais sem trair grandes verdades. Cada escolha uma renúncia. Cada escolha uma consequência: bem-vindos à vida!

Melhor Romance Juvenil pela YALSA (Young Adult Library Services Association)

Finalista do Prêmio RITA (Romance de Estreia)


A Julia que leu este livro e adorou! Tem resenha dele AQUI









Com humor e personagens surpreendentes, Kody Keplinger aborda, em seu primeiro romance, questões como amizade, autoestima e competição feminina

Em um grupo de amigas, a DUFF - sigla para Designated Ugly Fat Friend - é aquela que não se destaca, a menos atraente da turma. Ela não se enquadra nos padrões de beleza tradicionais, ou se preocupa menos com o visual, mas nem por isso deixa de ter seus encantos. Bianca Piper é esse tipo de garota. E estava muito bem, até que Wesley Rush, o pegador da escola, veio puxar conversa dizendo que ser legal com a DUFF o ajudaria a se dar bem com suas amigas Casey e Jessica. A partir de então, Bianca começa a se questionar: ela seria a amiga feia?

As vantagens e as desvantagens de ser uma DUFF, o que leva alguém a pensar que é uma e outras dúvidas começam a ocupar os pensamentos de Bianca e só não dominam sua cabeça porque ela tem problemas maiores. O casamento de seus pais não vai bem e no dia em que ela descobre que eles estão se divorciando, decide sair com suas amigas para esquecer. Enquanto Casey e Jess se divertem, Bianca encontra Wesley e, num impulso, o beija.

Os dois começam uma espécie de inimizade colorida. Bianca acha Wesley um galinha, que se aproveita da beleza e do dinheiro para ficar com o maior número de meninas possível, mas, no fundo, sente-se atraída por ele. Wesley é um cara amigável e não perde uma oportunidade de ficar com ela, ainda que continue chamando Bianca de DUFF. Com a convivência, os dois descobrem que as aparências enganam.

Bianca Piper é uma protagonista independente, boa aluna, cínica e descolada. Com senso de humor e diálogos afiados, Kody Keplinger criou um romance sobre a amizade e o amor próprio, que aborda com leveza questões como a competição entre as meninas e a importância dada às aparências. Ao enfrentar seus problemas, Bianca amadurece e descobre que os rótulos que colocamos uns nos outros são armadilhas muito perigosas.

DUFF figurou em segundo lugar na lista do New York Times de Young Adult, além de ter estreado nos cinemas brasileiros em 2015.


Também li este livro e adorei. Ainda não vi o filme, mas pelo que eu soube, não tem muito a ver um com o outro... Para conferir a resenha, CLIQUE AQUI











Em seu romance de estreia, Elizabeth Eulberg, musicista na adolescência e beatlemaníaca de carteirinha, cria o Lonely Hearts Club, que se transforma no refúgio ideal para garotas que só precisam de uma coisa para recompor seus corações partidos: a companhia das amigas.
Em Lonely Hearts Club, após mais uma decepção amorosa, Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo e ela não irá mais namorar enquanto estiver na escola. Ao ver que, definitivamente, não é a única a sofrer nas mãos dos garotos nem a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, Penny decide criar o Lonely Hearts Club, o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz.
O clube, é lógico, vira o centro das atenções na escola McKinley e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?
The New York Times "É difícil não se envolver nessa fantasia da vingança do bem."
Kirkus Reviews "Com uma estreia animada e imbuída de um espírito feminista, a também musicista Elizabeth Eulberg narra a força de vontade de uma garota de 16 anos que transforma uma decepção amorosa em uma feliz afirmação de independência e amizade."
School Library Journal "Uma história que será um delicado alerta às meninas que, muitas vezes, arriscam perder amizades verdadeiras ao se jogarem em relações amorosas."


Eu simplesmente amo este livro!!! Ele é muito fofo! O mais fofo de todos! Recomendo que você clique em LEIA AGORA pra sentir o gostinho dos personagens e da narrativa. E como não é lançamento, ele está super baratinho!! Pode também conferir a resenha CLICANDO AQUI.




























a Rafflecopter giveaway




















7 comentários

  1. Eu amo um romance água com açúcar. Clichê até a última letra..rs
    Morro de vontade ler Minha Vida Mora ao Lado,mas ainda não consegui e Duff! Ambos me ganharam já tem um bom tempo e sei que em breve, conseguirei colocar eles em dia.
    Lonely confesso que não me recordava. Mas já vou mudar isso também!
    Que venham mais sexta e mais indicações!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Fofinhos msm Lelê!!
    Ainda não li nenhum dos livros citados, mas, como a curiosidade é enorme aqui, já vi o filme do Querido John, é lindo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lelê!!
    Adoro esses romance água com açúcar!! Gostei muito de todos os livros que você indicou!! Ainda não li nenhum mas Duff está na minha lista de livros para ler ainda esse ano!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lelê.
    Amei as indicações. Já li algum deles e são muito fofos mesmo!!
    E por coincidência está passando agora na tv o filme baseado no livro DUFF! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Lê!
    Amo romances e quanto mais fofos melhor.
    Já li Lola e o garoto da casa ao lado e Querido John, maravilhosos!
    Tenho Minha vida mora ao lado e quero ler em breve.
    E já anotei os outros, obrigada.
    Bom final de semana!
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não li nenhum desses, mas sei que estou perdendo! Pelas sinopses e resenhas, percebe-se que são fofos e alegram nossos corações. Pretendo ler!
    Obrigada pelas dicas tão lindinhas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. querido John me fez chorar tanto, de soluçar, mas tenho uma relação de amor e ódio com a trama
    a minha relação com Savannah é contraditória

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...