Tô Pensando em contos... Faça como quiser


FAÇA COMO QUISER



- Ei, você acha que engordei?
- Claro que não. Você está ótima.
- Não sei, acho que vou pra academia. Ou ir para um SPA. O que acha?
- Hum, faça como quiser.

*

- Amor, a festa foi boa, né?
- Foi sim.
- Quem era aquela mulher que ficou horas conversando com você?
- Uma funcionária do escritório.
- Ah.

*

- Amor, tá tudo bem com você?
- Sim. Ótimo.
- Não tem nada pra dizer?
- Não.
- Tá.

*

- Sabe, estava pensando em mudar umas coisas aqui na sala. Estou achando um tanto apagadinha. O que você acha de trocar o sofá e as cortinas?
- Você que sabe. Faça como quiser.
- Tá.

*

- Hoje fui ao shopping e vi um vestido vermelho lindo. Fiquei com vontade de comprar, mas achei caro. Agora não paro de pensar nele. Será que compro?
- Faça como quiser.
- Tá bem.

*

- Podemos sair pra jantar esse final de semana?
- Acho que não. Estou cansado.
- Tá bom.

*

- Fiz um jantar pra você. Quer que eu te sirva?
- Não. Comi um lanche mais cedo.
- Ah. Tá.

*

- Passei aquela sua camisa nova.
- Obrigada.

*

- Encontrei minha antiga amiga da época do colégio hoje no mercado. Ela está tão bem, parece tão feliz. Ela se casou, mas já está separada. Irá viajar sábado para o Caribe!
- Que bom.
- ...

*

- Acho que estou ficando cansada.
- De quê?
- De nós.
- Por quê?
- Diz você. Diz o que acha. Diz qualquer coisa. Qualquer coisa.
- Tá tudo bem. Não estou te entendendo.
- Não está nada bem, e você não está entendendo nada.

*

- Cheguei. Cadê você? Trouxe uma coisa. Podemos jantar fora hoje, que tal? Onde você está? Está na cozinha? ... Ah. Um bilhete.


















https://www.facebook.com/blogtopensandoemler/


9 comentários:

  1. As quartas!!! Elas tem um gostinho tão especial. Uma surpresa diferente a cada manhã. Ora terror, ora crônica real, ora suspense, ora...realidade!
    O tanto faz da vida, colocado aqui, letra a letra..e com as entrelinhas tão expostas e duras.
    Deu um pontinha de tristeza, por viver...por saber o que é isso!
    Adorei!!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. E assim é a realidade. É assim que os relacionamentos vão morrendo.
    Adorei o conto Lê! Realmente, esse "faça como quiser" vai murchando os relacionamentos aos poucos. Livros, Amor e Mais

    ResponderExcluir
  3. A proposito, o novo layout ficou muito lindo! <3

    ResponderExcluir
  4. Oi. Nossa, que conto bem verdadeiro! Não valorizou quando deveria, perdeu...Nos pequenos detalhes do dia-a-dia é que o amor e o companheirismo crescem, mas também, como no conto, podem se perder e tornar um nada, ou melhor, um "faça como quiser". Obrigada. Adorei. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. oi Lê, que conto mais dinâmico!
    as vezes um "faça como quiser" é um indicativo de que as coisas não vão bem, mas também pode ser o impulso para mudar o que incomoda!
    afinal, temos que estar cercado das pessoas que nos colocam pra cima e não das que estão presentes, mas não de corpo e alma

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lele! Infelizmente alguns relacionamentos começam bem e acabam desta forma, com cada um fazendo o que quer e sem aquela parceria. Adorei!

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lelê.
    Ah, esses seus contos... <3
    Infelizmente, muitos relacionamentos acabam exatamente por isso, por essa indiferença, por essa mesmice. Uma pena.
    Maravilhoso texto.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir
  8. Ual Lelê!! Tdo fim começa assim msm...Me lembrei d tantos faça como quiser...
    Parabéns, é lindo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi!!
    Gostei muito!! Muito legal você colocar em poucas palavras o que acontece quando você não valoriza aquela pessoa que você ama.
    Beijoss

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...