Resenha: Te Pego Na Saída


Título: Te Pego na Saída

Autor: Fabrício Carpinejar

Páginas: 89

Editora: Edelbra



COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ










     Crônicas da melhor qualidade escrita por uma pessoa maravilhosa que eu admiro demais!!

     "Te pego na saída" é o retrato mais verdadeiro que já li da vida de uma criança. Claro, contado pelo adulto que viveu.



     Ele não tem uma ordem cronológica, tem somente lembranças. Afinal nós também não lembramos tudo em ordem cronológica. Agora posso me lembrar do meu irmão com seis anos, daqui dez minutos posso me lembrar dele com dois... e daqui trinta minutos posso me lembrar dele com dez. É dessa maneira que Carpinejar contou como foi sua infância.


"Meus cadernos vestiam roupas iguais
às minhas, sem estampas."
Pag. 29


     

    A escrita do autor é sublime. É muito mais do que eu esperava. Sério gente!! Apaixonante. Me deu uma vontade de ter nascido ali naquela família, de ter estado perto dele.

     Carpinejar tinha uma grande dificuldade de aprendizado, era um menino franzino que não era nem o filho mais velho, nem mais novo, e nem do meio, rsrs. Entre os quatro irmãos ele era o segundo mais novo.

   

"Meus pais confessaram que tentaram
fugir com o circo, mas foram pegos com
a trouxinha de pano atravessando 
o portão de casa."
Pag. 57


     Ele se define como um menino feio, de pernas tortas e língua presa, além de alguns problemas de saúde. Sofria bullying e não tinha muitos amigos. A solidão era o motivo de toda a sua insônia. Diz ele que isso é até hoje.

     E quem imaginaria que um garoto que tinha dificuldade para ler e escrever iria emocionar tanto com poucas palavras?? Acho quem nem ele mesmo!!

     Sim, me emocionei. Como eu disse, queria estar lá e protegê-lo. Queria ter ido naquela festa de aniversário. Queria ter experimentado a banheira verde. Queria ter conhecido Iraji. Queria ter brincado com seus cachorros...

     Ainda assim, sem ter feito nada disso, me senti mais próxima do autor. Isso é magia!! Isso é ser autor!! E o que eu li é que eu chamo de LIVRO!!!

     Gosta de crônicas?? Então leia!!

   

"Quando aumenta a ânsia de largar a 
literatura ou um sonho, não vacilo,
separo minhas roupas sujas pra levar
para a casa de minha mãe."
Pag 73
     













Comente, clique e participe:


14 comentários:

  1. Puxa..resenha que emociona só de começar a ler!!!! Amo muito tudo isso!
    Carpinejar é um dos grandes mestres na literatura nacional. De uma simplicidade e astúcia, que poucos escritores tem.
    Não conhecia essa obra do autor, mas procurarei urgente. Amo crônicas, contos..aliás,tudo que ele faz, porque o sentimento é tão vivo, que a pele arrepia!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Fiquei agradavelmente surpresa com esta obra. A história parece ser bem elaborada e emocionante, mesmo. Gostei de ler seus comentários sobre a história na resenha. Me deixaram mais curiosa a respeito. Vou ver se consigo ler também. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lelê, que livro lindo! Vc descreveu muito bem a emoção de ler um texto do Carpinejar. Ele é um encantador de palavras, sabe colocar sentimento nas frases e também nos leva a refletir. Sempre ouço o autor se descrevendo como feio. Com tanta beleza em sua expressão, quem se importa com o exterior? Precisamos nos desligar disso e enxergar além das aparências. Carpinejar é tão especial e faz cócegas nos meus sentimentos, então, para mim, ele é lindo!
    Curiosa para ler suas histórias pessoais... Mais um pra lista.

    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2014/08/a-cor-do-leite-nell-leyshon.html

    ResponderExcluir
  4. Apesar de ter trabalhado com Crônicas na faculdade (lendo e escrevendo algumas) nunca parei para ler um livro formado por elas. Talvez eu deva repensar isso e procurar corrigir essa falha.
    Nem preciso dizer que nunca li nada do autor, né? Meu mundinho particular era muito restrito a fantasia e super-heróis, mas agora que o ovo eclodiu é hora de expandir.

    Ace Barros
    Capitão do Drakkar, navegando pelo Multiverso X
    http://www.multiversox.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa que história emocionante, também admiro muito o Carpinejar, acho ele um cara incrível, estou doida pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  6. apesar da sua resenha tão boa não foi um livro que me chamou a atenção!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. sou doida pra ler algo dele, admiro demais seus textos, já vi entrevistas com ele tb ^^
    Carpinejar é incrível ^^
    bjs
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Tenho muita curiosidade sobre os livros do autor e pretendo ler algum deles em breve. Vejo muitos elogios e esse, em particular, parece ser excelente. Espero ter a oportunidade de ler em breve, Lelê. O melhor de tudo que o livro é a minha cara, pois eu adoro crônicas. <3

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  9. Oi Lê!
    To doida para ler esse livro! Eu sempre ouço falar bem do autor, mas nunca tive curiosidade em ler algo dele até me esbarrar com esse livro. Eu gosto demais de crônicas e quando tem criança no meio, pronto, já me ganha.
    Certeza que vou me emocionar bastante!
    Beijocas
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Nossa, muito legal! Difícil encontrar resenhas sobre crônicas...
    Gosto demais do Carpinejar, as crônicas que ele escreve são verdadeiramente apaixonantes!
    Como ainda não tenho nenhum livro dele, confesso que sempre fico em dúvida sobre qual deveria comprar primeiro.
    Pensei em adquirir o mais recente, "Me ajude a chorar", mas depois dessa resenha, minhas dúvidas acabaram: "Te pego na saída" foi direto pro topo da lista! rsrs
    Bjs!
    Adriana Estevam
    dri.cas@bol.com.br
    @AdrianaEstevam3
    http://www.skoob.com.br/usuario/1123700
    https://www.facebook.com/adriana.estevam.7

    ResponderExcluir
  11. Oii Lê !
    Infelizmente não gosto de crônicas, talvez seja por não ter costume de ler, mas nunca me agradaram ! Gostei da história, porque gosto de histórias contadas na visão de uma criança (apesar dele ter crescido as lembranças dele continuam de criança)! Acho que foi meio que um desabafo dele né? De como ele se sentia em relação ao bullyng que sofria, de como se achava esquisito .. Gostei do enredo, mas não conseguiria ler ! Como gosto de livros com ilustração dentro, também adorei essa parte, acho que nos permite imaginar mais !
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Tenho uma vergonha imensa em admitir que nunca li nada dele! Eu tenho muita vontade, mas ainda não achei aquela promoção amiga para começar!
    Amei sua resenha, está linda e emocionante!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie...
    Por incrível ppareça, passou hoje na sessão da tarde o filme de mesmo nome rsrsrs
    Só não sem se um é baseado no outro!!
    Gostei bastante da premissa e parece ser um livro muito bom e envolvente!

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, creio que seja tudo isso que você falou e mais um pouco... Bjs!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...