Divulgação: Tordesilhas

Bom dia!!

Hoje vou mostrar um lançamento fofíssimo da editora Tordesilhas!! Confira:





Sinopse: Neste conjunto de crônicas que formam uma novela se lidas em sequência, à singela vida de um porquinho-da-índia é pretexto para divagações a respeito da existência humana, da natureza e da metrópole. A obra é apresentada em uma luxuosa edição de capa dura e papel especial. 




Sobre a obra:

Personagem de duas  crônicas de Uma Porta Para um Quarto Escuro, primeiro livro de Antônio Cestaro, Napoleão, um porquinho-da-índia traquinas e vivas, grande apreciador da generosidade das pessoas, despertou tanto interesse nos leitores que acabou se tornando o protagonista involuntário da segunda obra do autor.
Napoleão é vegetariano e está namorando. Inteligente, aprendeu a se comportar em salas de concerto e foi sondado para participar de um desenho animado com grande campanha de mídia. Vive com o dono e a família do dono numa casa frequentada todos os dias pela Vânia, que os ajudava nos seriços domésticos. Eventualmente, visita o doutor Gildo, médido especializado em animais de grande porte que o atende em nome de uma amizade antiga. E frequenta também a dona Yolanda, vizinha da família e proprietária do Arquibaldo, um felino não muito confiável.
Com esses personagens, situações banais do cotidiano e um olhar subjetivo, Antonio Cestaro constrói um conjunto de crónicas que discorrem sobre a condição jumana e a relação das pessoas entre si, com a natureza e com a metrópole. Assim em "Pé direito", a compra de um tênis que servirá de cama para o Napoleão é o pretexto para uma discussão sobre ciclismo e paisagem urbana, industrialização e mão de obra infantil da China. Já a tocante "O que dizer?" fala de "literatura e das emoções humanas que as palavras não dão conta de descrever". Música, natureza, alegria, tristeza, poesia, concreto, psicanálise, fantasmas e os laços de amor e amizade são os temas com os quais o autor tece uma narrativa leve e cheia de sentimento, cujo fio condutor é um porquinho-da-índia octogenário, criação do grande poeta Manuel Bandeira, que Antonio Cestaro faz ressurgir em uma realidade ficcional que "aproveita sonhos para anular os limitos do tempo, da matéria e da lógica".

A obra é apresentada em uma luxuosa edição de capa dura e papel especial.

4 comentários

  1. Adorei!! Acho que grandes histórias podem ser escritas sobre napoleão e "a partir" de Napoleão! Fiquei curiosa!!

    ResponderExcluir
  2. Napoleão é um personagem da história mundial que rende histórias e mais histórias. Esse livro parece-me ser bem gostoso de ler e pretendo fazer isso tão logo seja possível.

    ResponderExcluir
  3. Música, natureza, alegria, tristeza, poesia, concreto, psicanálise, fantasmas e os laços de amor e amizade...
    São temas que sempre merecem ser escritos e que precisam ser lidos. E mais que tudo vividos!

    =)

    Gostei!

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito das informações sobre a obra.... Com certeza quero ler!!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...