Divulgação: Editora Valentina

Olá!!

Hoje vou mostrar para vocês mais lançamentos da Editora Valentina.



Gail Carriger
Alma?



O Protetorado da Sombrinha: O Primeiro Livro
UM ROMANCE SOBRE VAMPIROS, LOBISOMENS E SOMBRINHAS.

“Inteligente, ferino e venenoso.” Publishers Weekly (Melhores do Ano)
“Perversamente engraçado.” Angie Fox, autora best-seller do New York Times


Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana.
Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.
E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.
Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?

A série de STEAMPUNK mais cultuada do mundo!

“Uma fantasia rasgada com uma protagonista irresistível e ourivesaria verbal da mais alta qualidade. Um humor delicioso, ágil e afiadíssimo ao melhor estilo de Jane Austen e P. G. Wodehouse.” io9.com
Alma? possui o charme delicado de uma sombrinha vitoriana... que pode se transformar em arma cruel, quando a dama manda fazer a dela em bronze e sabe manejá-la como um florete. Deslumbrante!” Lev Grossman
“Vai agradar os fãs de urban fantasy, romance histórico e love story.” Miami Herald
“Uma trama a um só tempo espirituosa, envolvente, eletrizante e extremamente divertida.” Fantasyliterature.com


 
Gail Carriger começou a escrever para suportar as agruras de ser criada na obscuridade por uma britânica expatriada e um rabugento incorrigível. Fugiu da pacata vida interiorana e, quando deu por si, tinha adquirido vários diplomas de nível superior. Então, viajou pelas cidades históricas da Europa, sobrevivendo apenas dos biscoitos que levava escondidos na bolsa. Agora vive nas Colônias, cercada por um harém de amantes armênios, só toma chá importado de Londres e cria gatos que urinam exclusivamente em vasos sanitários. Gosta de chapéus pequeninos e de frutas tropicais. Descubra muito mais em gailcarriger.com



E tem mais:

MEU HAMSTER É UM ASTRONAUTA


Ben Travesso tem uma novidade para contar: vai construir um foguete! E fará isso usando duas latas de 
feijão em conserva. Calma,  galera... é para a tão esperada  competição da feira de ciências da escola. 
Com Cheiroso capitaneando a aeronave, será moleza levar para casa o prêmio. A questão é: essa ideia 
vai mesmo funcionar?
Mas Eduardo Bafo de Ovo, o arqui-inimigo da dupla, está bolando um plano secreto e decide que 
também vai entrar na competição. Será que Ben é capaz de trazer Cheiroso de volta à Terra? E quem vai 
botar as mãos na grana do prêmio?






Susan Orlean
RIN TIN TIN: A VIDA, A LENDA
SELECIONADO PELO NEW YORK TIMES PARA O SELETO GRUPO DOS 
100 MELHORES LIVROS DO ANO NOS EUA

Ele acreditava que aquele cachorro era imortal.
Assim começa o detalhado e poderosamente tocante relato da jornada de Rin Tin Tin -- desde um abrigo 
para cães, quando ainda era um pobre filhote a espera de um dono, passando pelo show business até a 
transformação  em  um dos grandes ícones universais de todos os tempos. Susan Orlean, redatora da 
New Yorker e considerada pelo  Washington Post “uma joia rara do jornalismo norte-americano”, 
dedicou aproximadamente 10 anos de pesquisa e  investigação jornalística neste que pode ser 
considerado seu mais surpreendente e cativante livro.
Esta é a história de um cachorro que nasceu em 1918... e nunca morreu.
Tudo começa num campo de batalha na França, durante a Primeira Guerra Mundial, quando um jovem 
soldado norte-americano, Lee Duncan, encontra um filhotinho de pastor-alemão nas ruínas de um canil 
bombardeado. Para Duncan, que crescera num orfanato, o fato de aquele cão ter sobrevivido era um 
milagre. Ele viu algo em Rin Tin Tin que o fez ter certeza de que deveria levá-lo consigo. Ao chegarem na 
Califórnia, Rinty teve a oportunidade de mostrar todo o seu talento e vigor físico, e acabou despertando 
a atenção da Warner Bros. Nos 10 anos seguintes, Rinty estrelaria 23 blockbusters do cinema mudo, 
salvando o estúdio da falência e se transformando no cachorro mais famoso do mundo. No auge da 
popularidade, Rin Tin Tin foi a estrela número 1 de Hollywood.
Durante as décadas que se seguiram, Rinty e seus descendentes deram continuidade  ao tumultuado 
percurso cinematográfico que começou no cinema mudo, passou pelo preto e branco e  chegou ao 
cinema moderno.  A jornada se iniciou nos programas de rádio e terminou como um dos programas 
campeões de audiência da tevê mundial na era conhecida como Baby Boom: As Aventuras de Rin Tin Tin. 
O legado desse herói canino só foi possível graças a Duncan e um pequeno grupo de pessoas, entre eles 
Bert Leonard, o  produtor da série de tevê, e Daphne Hereford, a dona do atual Rin Tin Tin, que 
dedicaram suas vidas a garantir que a lenda de Rin Tin Tin nunca morreria.Susan também explora, no livro, a magnífica relação entre nós humanos e os animais, e tudo isso está 
entremeado de forma prazerosa e sutil. O livro, contudo,  também  pode ser considerado um rico e 
surpreendente painel sobre o empreendedorismo e a indústria do entretenimento no século 20. São 90 
anos de história esmiuçando o desenvolvimento da figura do  cão na sociedade, desde quando era um 
mero  “funcionário” nas fazendas até se transformar num ente querido da família, desde a criação do 
adestramento até a evolução das técnicas de cruzamento de raças, desde o sucesso em Hollywood até 
as diversas funções em guerras e conflitos. Repleto de humor e de emoção, o livro tem passagens que
inevitavelmente levarão os leitores às lágrimas. Em Rin Tin Tin, encontramos uma autora em seu auge 
que nos brinda com essa deliciosa mistura de História, curiosidade e escrita refinada.
Susan Orlean, 1955, é jornalista e redatora da  New Yorker desde 1992. Já escreveu para as revistas 
Vogue, Rolling Stone, Esquire e Outside. É autora de diversos livros, entre eles o best-seller O Ladrão de 
Orquídeas, adaptado para o cinema com o título de Adaptação.



E logo eu volto com muito mais!!!

Bjaks







6 comentários:

  1. Estou muito ansiosa para ler o livro Alma?, já que é meu gênero literário favorito!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Esse primeiro é gênero da moda, muitos vampiros, lobisomens e etc. rsrs
    Ando numa vibe meio romântica e filosofica, mas o que aparecer tô lendo.
    Pena é o tempo que anda curtinho.

    =(

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler Alma e Rin Tin Tin, que aliás, eu adorava assistir na Tv. O outro livro eu não conhecia.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lele!
    Que legal O Rin Tin Tin, eu adorava assistir ele!
    Fiquei curiosa por Alma também.
    Parabéns à Editora pelos lançamentos!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou interessada no livro Alma. Ele parece ser muito bom e como eu adoro livros sobre vampiros e lobisomens, não posso perder esse!!

    ResponderExcluir
  6. Faz um bom tempo que eu quero ler Alma?, parece ser bom.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...