Resenha: Todo Dia



Título: Todo Dia

Autor: David Levithan

Páginas: 279

Editora: Galera



Compre aqui:  SARAIVAFNAC





,


     Muito difícil falar deste livro, ainda estou me sentindo dentro dele, ainda estou vivendo um pouco dele.


"Todo dia sou uma pessoa diferente.
Eu sou eu, sei que sou, mas também
sou outra pessoa."
Pag. 7



     Quem me conhece sabe que sou fã do David Levithan, gosto dele por vários motivos, mas o principal é que ele conta suas histórias, que são ficção, mas eu acredito que ele coloca muitos de seus pensamentos. Pensamentos estes que nos fazem refletir, e muito.
     O quê é correto para uns, pode não ser para outros. O quê faz você feliz, pode não trazer a felicidade para outro. Para Levithan a única coisa correta e que traz felicidade verdadeira é o amor.


"Nunca me apaixonei por um gênero.
Apaixonei-me por indivíduos. Sei
que é difícil as pessoas fazerem isso,
mas não entendo por que é tão 
complicado, quando é tão óbvio."
Pag. 123


     A. acorda todos os dias em um corpo diferente. A. não tem sexo, ele é do jeito que o corpo é naquele dia. Dependendo do seu hospedeiro que pode ser homem ou mulher.


"Para todas as outras pessoas parecia
haver um amanhã em comum.
Mas não para mim."
Pag. 125


     Um dia A. acorda no corpo de um garoto bem grosseiro, do tipo bronco mesmo. Ele não é ruim, não é briguento, nada disso, mas é mau humorado, seu nome é Justin.
     A. começa o dia fazendo tudo do jeito que Justin está acostumado a fazer. Vai à escola, tudo normal, até a chegada de Rhiannon, a namorada.
     Logo de cara A. percebe que Rhiannon é loucamente apaixonada por Justin, mas vasculhando suas memórias, ele percebe o quanto o garoto é nocivo, não valoriza Rhiannon, não a ama.


"Mas você sabe o que acontece
às garotas que gostam dos garotos
perdidos? Elas se perdem também.
Não tem erro."
Pag. 133


     Agora A. precisa decidir o que fazer. Se ele interferir neste romance, pode dar um dia feliz à garota, mas não estará por perto amanhã para conferir o resultado disso.
     E aí toda a história muda, ele decide fazer Rhiannon feliz por um dia.
     À partir daí o sofrimento passa a ser de A., pois ele não consegue tirar a garota da cabeça.


"As pessoas não dão valor à continuidade
do amor, assim como não dão valor
à continuidade do corpo."
Pag. 53


     Este quase triângulo amoroso é muito bom e traz para a história um lindo romance.
     Paralelamente vamos acompanhando as várias pessoas que vão habitar A. por um dia. Todos diferentes, todos peculiares, com sentimentos diversos.
     Tem o gordo de 150 kg., o garoto fortão que joga futebol americano, a negra maravilhosa com o corpo da Beyoncé, a líder de torcida, a depressiva, o nerd, enfim, pessoas de todos os tipos, mas por dentro era A..


"Queria que o amor conquistasse  tudo.
Mas o amor não conquista tudo.
 Ele não pode fazer nada sozinho.
Pag. 242


     E com isso o autor nos traz a diversidade. É normal ser diferente? Sim, é claro!
     Pessoas diferentes podem amar? Podem ser amadas? Com certeza! Devem.
     Não estou falando somente de gays. Quando digo diversidade quero dizer gordos, negros, índios, patricinhas, roqueiros, tatuados, baixinhos, carecas... tudo.


"E, mais uma vez, penso em como
as pessoas usam o diabo para dar
nome às coisas que temem."
Pag. 123


     Para mim os livros de Levithan são muito filosóficos. Fico horas, dias, divagando sobre o assunto tratado no livro.

     O que eu senti quando fechei a última página foi saudade. Essa é a palavra exata. Vou sentir muita saudade de Nathan, Justin, Rhiannon, Zara, Sallie Swain, Valeria, Adam, Megan Powel, Leslie, Alexander Lin... e A.

     É narrado em primeira pessoa, por A., vivendo tudo o que ele viveu e viu foi fácil sentir tudo o que ele sentiu. Narrativa fluida e perfeita.
     A capa está belíssima, assim como a diagramação. A história é dividida em dias, começando pelo Dia 5.994 e assim sucessivamente.

     Este é o terceiro livro do autor que leio; não sei qual gostei mais. Os três são diferentes e únicos.
     
     Se você ainda não leu nenhum, pode começar por este, é uma ótima introdução.
     Se só falta Todo Dia, leia logo!!


     Amei! Recomendo com certeza!!

     Levithan é vida!




56 comentários

  1. Lele, a gente teve pensamentos bem iguais.
    É impossível ficar imune à Todo Dia, porque é um livro incrível, que discute o amor de uma maneira incrível e única. Para mim, David Levithan escreveu toda a mensagem que eu gostaria de ver em um livro, escreveu tudo o que eu gosto, tudo o que eu sinto, tudo o que eu penso e mais.
    Todo Dia é uma obra transcendente, e só quem a leu, leu de verdade!, sabe disso.
    Ainda tô me recuperando. É perfeito.
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Pedro.
    www.o-livreiro.com

    ResponderExcluir
  2. Que incrível, preciso desse livro, Levithan parece o autor que me falta na estante. Estou ansioso por essa leitura. Adorei sua resenha, mais uma positiva sobre o livro :)

    http://www.ohmydogestolcombigods.com/

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindo esse livro *-*
    Deu ate vontade de ler...

    beijoooos

    http://linguasapimentadas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha e os quotes que você postou aqui. Nunca li nada do Levithan mas confesso que comecei a prestar atenção nele há um tempinho. Acredito que Todo Dia seja um daqueles livros com uma mensagem importante, para refletir, e uma história cheia de nuances. Confesso que apenas a sinopse em si não seria assim tão atraente para mim, mas com tudo o que tenho lido a respeito do livro, digo que hoje é uma leitura que eu faria com toda a certeza.

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  5. que enredo interessante Lê! fiquei com vontade de conhecer mais, mas ja tô aqui doida pro A. conseguir ser feliz e quem sabe ao lado da Rhiannon

    ResponderExcluir
  6. Acredita que nunca li nenhum livro do autor ? ;x
    Tenho muito interesse, e depois da sua resenha, acho que começarei por este mesmo! *O*
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa esse livro parece ótimo, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir
  8. Tenho David Levithan como desejado, mas nunca li nada dele. Seus livros abordam temas muito interessantes.Esse deve ser maravilhoso e imagino mesmo a carga filosófica que o livro carrega. Fiquei encantada com sua resenha, bem explicativa. Linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Sinto vergonha em dizer.... mas eu nunca li nada do David Levithan!! Pois é, eu sei, mas fazer o que... Você me aconselha começar por esse?

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Estou louca para ler esse livro, e também será o primeiro que lerei do autor. Gostei da resenha, e espero que eu goste do livro.... Agora, será só uma questão de tempo, até o livro chegar em minhas mãos, pois, já comprei.....

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    confesso que a capa não me chama atenção, mas o livro parece ser bom.
    Vou pesquisar mais sobre ele parar ter certeza que vou gostar rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  12. Que resenha linda, Lele <3
    Eu estava mega ansiosa para ler sua resenha sobre ele desde que mostrou o livro. Dava pra ver sua empolgação e eu estava torcendo para que o livro fosse tão bom quanto vc esperava. E pelo visto foi melhor, né?
    Parabéns pela resenha, lindona!
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. AMEI a resenha! Passou um bocado de sentimento. Lembra que eu falei que ia decidir qual livro do autor ia ler? Decidi! Vai ser esse...
    Vou colocar no meu skoob pra não esquecer.

    Beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  14. Nossa, maravilhoso! Nunca li nada do autor, mas com esses quotes fiquei desejando ler mais, sério. Lindo demais!

    ResponderExcluir
  15. eba enfim a resenha deste livro! desde que voc^divulgou ele eu estou aguardando :D
    Nossa.. não sabia que era assim, me lembrou um pouco A Hospedeira,só que no caso A. não tem sexo o que torna o livro mais emocionante ainda!
    Curti demais, já era apaixonada pela capa agora então :D
    Lelê e suas resenhas maravilhosas <3

    beijos
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu não sabia que o livro era assim. esse toque distópico e esse "ser" sem gênero escolhido pelo autor, é bem diferente em um livro. A estória parece emocionante, mas não sei se o leria, talvez porque não esteja afim de livros assim agora. A resenha ficou ótima!

    ResponderExcluir
  17. Lendo a sua resenha percebi que o livro deve ser realmente tudo o que eu esperava que fosse ^-^
    Quando li a sinopse achei tão criativo, e agora lendo esses trechos do livro pude confirmar esse fator reflexivo do livro. Quero muito lê-lo :)

    ResponderExcluir
  18. Oi Lelê,

    Nossa menina, fiquei impressionada com a resenha! Esse livro parece ser lindo!!! A linguagem parece ser fantástica, adulta, poética. As palavras de autor parecem ser intensas, profundas e nos levam a variadas reflexões sobre a vida e o ser humano. Outro ponto que notei é que em Todo dia os personagens são maduros, coerentes e intensos.
    A premissa do livro é GENIAL! De onde David Levithan tirou essa ideia de um personagem acordar a cada dia no corpo de um ser ser humano diferente? Com certeza será prazeroso acompanhar tantos personagens em seu cotidiano.
    Acredito que Todo dia nos leva também a refletir sobre nossa própria vida, sobre nossos próprios sentimentos e relacionamentos.
    Quero muito esse livro!
    Adorei a resenha
    Bjus

    ResponderExcluir
  19. livro super interessante!!!
    vai entrar na minha lista!
    bjooo

    ResponderExcluir
  20. Oieee, li a resenha e me encantei, parecer ser um ótimo livro!!! Só me deu mais vontade de ler...já vou colocá-lo na minha lista.
    Bjks

    ResponderExcluir
  21. Esse livro parece ser a síntese da perfeição hahaha
    Já entrou na minha lista de desejados e com certeza passará na fila, na frente de muitos outros exemplares. A história é muito diferente e, ao mesmo tempo, universal. Parece falar de um tema complexo de uma maneira nova. E mesmo sem ler, já estou torcendo para A. ter um final feliz ^.^

    ResponderExcluir
  22. Eu tinha visto a capa e não tinha despertado em mim interesse algum, só agora liguei o autor ao David Levithan de Will & Will (que comecei a ler hoje) e eu não sei nem o que dizer. Sua resenha mexeu mesmo comigo, eu tô arrepiada e sinto que esse livro é maravilhoso. Tô deduzindo sobre A. e eu só quero sentir o que você sentiu e um pouco mais dessa resenha incrível. Com certeza preciso ler, obrigada pela ótima apresentação formal ao livro!
    Boa semana!
    http://literallypitseleh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Lele, também sou muito fã desse autor, ele escreve com a alma, e vai além dos nossos pensamentos, porque ele consegue conectar todas as coisas boas. Gostei de saber que no livro há diversidade de personagens, e pela sua empolgação o livro vale mesmo a pena ser lido com todo carinho, já quero ler!
    Beijos!
    leiturasvivas.com

    ResponderExcluir
  24. Gostei muito da ideia do livro, achei a história bem diferente e é este tipo de leitura que eu costumo procurar. Parabéns pela resenha, fez a curiosidade aguçar ainda mais.

    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Só leio elogios a respeito desse livro, inclusive muita gente dizendo que é um dos melhores que leu na vida, então só pode ser muito bom, mesmo. Nunca li nada do autor, mas me interessei imediatamente por "Todo Dia", tanto pela capa e pelo enredo quanto pelo autor, também, o qual tem muitos fãs. A história é bem diferente e original, o que torna a leitura ainda mais interessante. Acredito que assim que eu ler também será um dos meus preferidos e já está no topo da minha enorme lista de desejados, não vejo a hora de ler. Ótima resenha! ;D

    ResponderExcluir
  26. Eu ainda não li nenhum dos livros do autor, esse parece ser muito louco, e se você gostou tanto ele certamente conseguiu fazer uma história com uma premissa tão bizarra funcionar. Eu gosto muito de histórias diferentes e sempre leio elogios ao autor e seus livros, pena que são tantos livros que tenho para ler e ainda mais os que quero ler e tão pouco tempo para tudo isso mas eu chego lá. Vou colocar na lista de desejados e espero conseguir ler em breve pelo menos um dos livros dele, aí se eu virar fã, leio todos, um dia.

    ResponderExcluir
  27. Me surpreendi com a sua resenha..Ainda não tinha visto a sinopse do livro então meio que fiquei chocada com a história rsrs .. Parece ser interessante, diferente de tudo que já li.. Nunca li nada do David mais desde que vi a capa do livro fiquei interessada pelo livro.

    ResponderExcluir
  28. Nossa Lele, nunca vi uma história parecida com essa, me surpreendi bastante com a criatividade do autor, nunca li nada dele, vou pesquisar para conhecer seus outros livros!
    Só de ler a sua resenha, a história já me tocou, me deixou curiosa para lê-lo e poder sentir junto com A. as emoções de habitar a cada dia um novo corpo, deve ser surreal.
    Espero lê-lo em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. A primeira coisa que me chamou a atenção foi a capa, lida demais. Fiquei super curiosa com a história e uma vontade imensa de lê-lo.

    ResponderExcluir
  30. De tanta resenha positiva que vi, impossível não morrer de vontade de ler este livro, e a capa nem se fala!

    ResponderExcluir
  31. É até engraçado achar um livro individual nesse mundo literário que anda totalmente atolado de séries. Eu nunca li nada do Levithan, mas já li muitas resenhas e sempre tive curiosidade. Vou começar por Will Grayson, Will Grayson que ele escreveu com o fofo do Green, mas espero que Todo Dia seja o livro seguinte. É o máximo quando um livro te faz analisar a histórias por dias a fio :D

    Beijos ;*
    Tati

    ResponderExcluir
  32. Super diferente do que costumamos ver por aí, fiquei curiosa. Conheci o autor aqui no teu blog e já quero ler seus livros. A tua empolgação na resenha passa para o leitor.
    Adorei.

    ResponderExcluir
  33. Gostei muito deste livro, várias pessoas estão comentando sobre ele. Já estou muito empolgado através da resenha!!

    ResponderExcluir
  34. Oie... estou super curiosa com este livro, todas as resenhas que leio falam super bem... Eu sou do tipo falou bem já me interesso!!! Suas resenhas são sempre muito mara!!! obrigada!! beijos... *-*
    http://alinnegon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Como não se deparar com uma resenha dessas e ficar de boa aberta lendo e relendo sinopse e resenha??
    Ah o amor....rs *suspiros*
    Não dá pra negar que todos devem e merecem ser amados, independente de qualquer coisa, cor, religião....sexos!
    Hospedeiros..rs eu ri dessa parte!

    Um beijo!!!

    ResponderExcluir
  36. Oi Lele... Ao ler sua resenha lembrei do livro Julieta Imortal, que também tem essa pegada de um ser habitar outro corpo, não sei se você já leu. Muito interessante esse livro, me deu vontade de ler. Faz a gente parar mesmo pra pensar, ler com calma, meditar.. Não conhecia esse escritor. Obrigada por sua leitura compartilhada.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  37. Nossa, que idéia incrivel para um enredo de livro! Ja me coloco no lugar do protagonista acordando todo dia em um corpo diferente..me lembra A Hospedeira so que bem melhor, ja quero ler!

    ResponderExcluir
  38. Adorei a resenha, um livro muito inspirador cheio de recados e mensagens, tô louca pra ler, parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  39. Uma história pra lá de estranha, esse negócio de usar um outro corpo pra mudar o destino de alguém. Destino é a gente que faz, é nisso que eu acredito. Mas, deve ser no mínimo interessante. Queria conferir mesmo. Valeu!

    ResponderExcluir
  40. A premissa do livro é diferente de tudo o que eu já li. Muito interessante a ideia do personagem principal não se definir pelo corpo que ele ocupa, uma vez que ele ocupa vários corpos ao longo do dia. Quero muito ler!!! Acho a narrativa do David Levithan muito original.

    ResponderExcluir
  41. nunca li nada de David Levithan, mas a resenha me despertou curiosidade, vai pra minha lista de livros desejados

    ResponderExcluir
  42. SEGUIDORA: ANDRESSA NUNES

    Resenha bem elaborada, abordando de forma simples e inteligente o conteúdo do livro, nos dando uma boa noção sobre o enredo, facilitando o entendimento e despertando o interesse dos leitores.

    ResponderExcluir
  43. Gosto das suas resenha, pois sempre nos finais você coloca uma imagem pra deixar a curiosidade ainda maior, o que já não basta todos os trechos que deixa a resenha bem apimentada. Gostei muito da resenha, não gosto desse tipo de livro, mas esse me parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  44. Esse livro realmente está fazendo um sucesso tremendo. Todas as resenhas que li sobre ele, até agora foram positivas. Achei a trama super criativa e interessante. É ótimo quando um autor nos deixa maravilhados com o que ele se propõe a escrever. Estou bem curioso pra ler, pois como você disse, Levithan é vida!!!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  45. Nossa, eu não li nenhum livro do autor, mas depois da resenha não ter como ficar sem vontade de ler, hahaha.
    Fiquei muito curiosa, nossa, nunca li nada sobre um livro assim, que a pessoa acordasse muitas vezes em corpos diferentes. Que loucura!

    Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  46. Quero esse livro desde que soube que ele seria lançado ano passado. Sempre gostei da sinopse e Levithan é um puta de um escritor.
    Comprei o ebook dele, mas a sensação de poder ler esse livro físico deve ser a coisa mais mágica do mundo! Super doida para ler!!! Acho que vou esperar um pouco pois estou em um momento complicado, e sei que esse tipo de livro acaba comigo!!
    Linda resenha!"!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. Deve ser incrivel esse negocio de mudar de corpo, mas eu só toparia se fosse por pouco tempo pra fim de estudos sobre o comportamento das pessoas, coisa de doido mesmo. Amei a sua forma de resenha e os cotes me deixaram bem curiosas sobre o livro, nunca li nada desse autor e já quero muito, a capa é linda.

    ResponderExcluir
  48. Ai, que maravilhosa sua resenha! Tô desejando esse livro desde que a Galera divulgou que iria traduzi-lo. Acredito que a mensagem que o livro passa é belíssima, que nos faz questionar muito do que somos e vivenciamos. E, depois desses quotes... Preciso de Todo Dia, já! Quero muito conhecer a história de A. Beijocas.

    ResponderExcluir
  49. Genteeee, não tem nenhum livro que eu queira mais do que esse no momento!! Sua resenha está ótima, só me fez ter mais vontade ainda, estou beirando o desespero!! hahaha adorei, mas que agonia, preciso!!!

    ResponderExcluir
  50. Resenha ótima! Nossa que situação passa o personagem central da história, cada dia em um corpo diferente...deve ser estranho viver assim, não ser você mesmo. Preciso ler Todo Dia.

    ResponderExcluir
  51. Esse livro parece proporcionar várias reflexões. Fiquei curiosa e interessada. Nunca li nada do David, apesar de ter Will & Will em casa. E fiquei imaginando como deve ser viver da maneira como o A vive, mudando sempre.

    ResponderExcluir
  52. Meu Deus, como eu quero ler esse livro, a capa, a premissa, o que as pessoas estão falando, tudo tem me deixado apaixonada por ele, e você dizer que ficou com saudade assim que terminou a última página me fez ter mais certeza que é um livro muuuuito bom, quero urgentemente ler

    ResponderExcluir
  53. Adorei a temática de Todod Dia, totalmente inusitada. Acho q poucas pessoas poderiam ter imaginado uma prisão tão diferente como essa q é estar preso ao corpo de pessoas diferentes a cada 24 horas. Bela resenha. Merece sim, ser lido!

    Adriana Medeiros

    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  54. UAU!
    Quando eu olhei para a capa deste livro eu fiquei sem entender o porque de todas as pessoas "caindo" do céu, isso me deixou extremamente curiosa para ler a resenha.
    Eu sou católica, mas acredito em reencarnação, por isto o livro me chamou muito a atenção, além de claro, o romance impossível de A, quando você disse na resenha que o final do livro era agridoce e que não há como ser perfeitamente feliz isso me deixou pensando se A vai arranjar alguma maneira de ficar com Rhiannon no final ou este é mais um livro ao qual vou morrer de chorar por não ter um final que me deixe feliz. Eu amei muito a resenha que você fez, me deu muita vontade de ler, espero poder ter o livro em mão algum dia para isto.

    ResponderExcluir
  55. Muito boa a sua resenha, fiquei curiosa pra ler agora <3

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...